3

Eu possuo uma lista JSON que cria diversos objetos de um blog e me deparei com as seguintes formas de adicionar classes aos objetos HTML que crio após carregar a lista: className, setAttribute e classList.add.

Obviamente eu estou dando preferência pelo classList.add ou até o className, mas descobri que o setAttribute possui uma performance comparavel ou até melhor que eles. Como essa definição da classe CSS ficaria dentro de o set privado, alguém tem alguma recomendação?

1

O setAttribute jamais deveria ser utilizado para adicionar uma classe a um elemento, pelo simples fato que o novo valor irá sobrescrever o atual e você não tem controle sobre quais classes o elemento tem neste momento. Se em uma parte você adiciona a classe x e em outro a classe y, você vai ter muita inconsistência no seu layout. Para contornar esse problema, você teria que ler o valor atual e concatenar a nova classe a ele, mas é justamente isso que o className faz.

Já, entre escolher className e classList, a própria documentação da MDN, por exemplo responde isso:

Usar classList é uma alternativa conveniente para acessar a lista de classes de um elemento como uma sequência delimitada por espaço através de element.className.

O único detalhe é que o classList pode não estar implementado em todos os navegadores que você pretende oferecer suporte, então consulte a tabela de compatibilidade antes de utilizá-lo em produção.

1
  • Olá Anderson, cheguei na mesma conclusão sobre o setattribute pois ele realmente não auxilia, talvez no caso de ser apenas 1 unica classe e não mexer mais. do resto eu concordo com você, entrei no MDN e site de teste de performance e acabei escolhendo o classList pelo maleabilidade. Obrigado 19/12/17 às 14:57
-1

Após fazer pesquisar no site da MDN, W3chools e rodar testes no meu navegador e no measurethat, descobri algumas coisas interessantes sobre os 3 metodos. Como eles variam em velocidade e funcionalidade, montei um post para poder explicar como cheguei na minha respota.. segue abaixo um resumo dela

A performance

Resolvi pesquisar para saber qual seria a melhor opção. Segundo o site https://measurethat.net/Benchmarks/Show/54/0/classname-vs-setattribute-vs-classlist, alguém já havia se perguntado o mesmo. Eles fizeram o seguinte teste que rodei no Chrome, Edge e Firefox:

1º lugar: className

2º lugar: setAttribute (exceto Edge)

3º lugar: classList

*Resultado em operações por segundo

Na prática

Mesmo sendo bem claro, o teste acima não é um absoluto, devemos levar em consideração outros fatores como manipulação, funcionalidades e boas práticas.

  1. className: Permite a manipulação das classes no formato string, nesse caso tendo uma string com todas as classes escritas dentro e permitindo a manipulação dos dados neste formato. Por ser uma funcionalidade antiga, é utilizado por diversos navegadores

  2. setAttribute: O set atribute simplesmente faz isso, define o valor dentro de um atributo. Existe o getAttribute que permite visualizar este valor, mas a manipulação é limitada a isso.

  3. classList: Coloca as classes dentro de uma lista para serem manipuladas de forma ordenada através de diversos métodos específicos. A nível de funcionalidade é a mais prática, mas além de ter uma performance inferior, não foi implementada em navegadores mais antigos.

Conclusão

Acredito que o className e o classList sejam os melhores candidatos. Se você precisa de performance e está apenas definindo e apagando classes, utilize o className. Agora se você tem um sistema que precisa procurar por classes dentro da tag ou adicionar apenas se não existe, poupe o esforço de criar uma lógica para isso e utilize o classList.

Para a versão completa desta resposta, veja o post: http://www.mundojs.com.br/blog/b00020.html

6
  • Considere que você fazer uma pergunta e a responder com link para um site particular ou artigo próprio pode ser considerado uma forma de SPAM. Não há problema algum em você perguntar e responder. Se for fazer referências externas, coloque fontes oficiais.
    – Sam
    19/12/17 às 22:19
  • 3
    Eu não chamaria exatamente de spam como estão dizendo, mas é mais legal se puder reproduzir o artigo aqui além de dar o link.
    – bfavaretto
    19/12/17 às 23:45
  • Eu queria colocar tudo aqui, mas é um post com mais de 400 palavras, 3 imagens de testes de performance e o código fonte do teste... vou alterar a resposta para incluir o maximo possivel, mas acho que não vai ficar tão legal..... 20/12/17 às 12:51
  • O campo de resposta suporta até 30000 caracteres, então acho que comporta, sim :D
    – Woss
    20/12/17 às 12:56
  • Essa parte foi tranquilo... era mais pelo conteudo visual.. Mas ja coloquei uma nova resposta com fazendo os ajustes necessários, espero que agrade mais o pessoal :) 20/12/17 às 13:00

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.