1

Sei que o Singleton me garante uma única instância de um dado objeto. Isso eu entendi. O que me cria dúvida seria seu uso na prática assim. Vamos supor o código abaixo, usando Singleton com Generics(código tirado da internet).

public sealed class Singleton<T> where T : class, new()
    {
        private static T instance;

        public static T Instance()
        {
            lock (typeof(T))
                if (instance == null) instance = new T();

            return instance;
        }
    }

Tenho um formulário de Pedidos onde vou lançar meus pedidos. Vou instanciar minha classe de Pedidos(T)? E a conexão com o banco, como eu faço? Essa é a dúvida que tenho ao implementar esse Pattern. Onde entra a conexão com o banco aí?

  • pelo que entendo, se usar Singleton para pedidos, toda vez que chamar a classe, será retornado o mesmo pedido... teria q limpar o pedido e fazer outro, pois o a instancia do objeto já vai estar criada. Não vejo nenhum motivo de usar isso para pedidos. – Rovann Linhalis 8/12/17 às 10:13
  • Primeiramente qual o seu objetivo de utilizar um singleton? Fazer uma conexão com o banco de dados não é recomendado utilizando um singleton, para isso faça uma connection pool. – Gabriel Coletta 8/12/17 às 10:14
  • É exatamente isso que queria ler. Nesse meu teste, eu preciso implementar pelo menos um Pattern, e pensei no Singleton por achar ser mais simples, mas vejo que não é bem assim. Entendi, lembrando que estou sendo submetido a um teste e tem muita coisa a ser avaliada, entre eles, implementar um pattern. – pnet 8/12/17 às 10:24
  • Chegou a olhar as perguntas relacionadas ali do lado ---> ? – rray 8/12/17 às 13:31
  • @rray, li porque não devemos usar Singleton, do colega Maniero e foi muito bem explicada pelo colega utluiz. Estou lendo sim, sempre leio quando faço perguntas a respeito de qualquer assunto. – pnet 8/12/17 às 13:37
1

Geralmente nós utilizamos o Singletonem uma das seguintes situações:

  • A classe consome recursos externos compartilhados
  • Queremos evitar o overhead de instanciar a classe em muitos lugares diferentes

Por exemplo, muitas pessoas colocam a conexão com o banco de dados dentro de um Singleton para não ter que ficar reconectando com o banco toda vez que executar uma query. Dessa forma, a conexão com o banco é feita 1 única vez e permanece ativa durante todo o ciclo de vida da aplicação.

Outro motivo para utilizar este pattern é quando uma classe será acessada em muitos lugares do sistema e nós não queremos abusar de injeção de dependência. As classes de escrita de logs às vezes são implementadas com Singleton para não ter que injetar um objeto de log em todas as classes do sistema.

Vale a pena ressaltar que o Singleton é muitas vezes considerado um antipattern, pois pode prejudicar a criação de testes unitários e promove muito acoplamento entre classes (isso é algo ruim na orientação a objetos).

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.