4

O Ruby tem a classe Proc, que é definida na documentação como

blocks of code that have been bound to a set of local variables. Once bound, the code may be called in different contexts and still access those variables.

É essa classe que possibilita os lambdas nessa linguagem.

Além do Proc tem a classe Method, que não tem um descritivo na documentação além de

Public Instance Methods

A dúvida é se as funções não-anônimas, como

def greet
  "hello there"
end

também são objetos. Se forem objetos, são da classe Proc ou Method? E por que são ou não são objetos?

Com certeza, de maneira abstrata, são objetos. Mas são objetos dentro do Ruby?

4

Dependendo do contexto qualquer função ou método é um objeto em qualquer linguagem. Mas ok, entendi de qual contexto está falando.

Eu sempre falo que as pessoas ficaram tão obcecadas por OOP que todo mundo tem que dizer que a linguagem é OO. E um marketing frequentemente usado é dizer que tudo é objeto, e os objetos precisam ser de primeira classe.

É possível, mas complicado, fazer código ser um objeto. No mínimo a performance será bem ruim.

Ruby não faz o método ser um objeto, mas possui uma representação do método que é um objeto, então fala-se assim a grosso modo. Isto por si só traz algumas desvantagens para a linguagem, mas também traz flexibilidade. Pense em ter uma classe de reflexão que te dá as informações do método, é isto, o objeto da representação é um objeto, não o método em si.

Posso estar enganado, mas pelo que entendi Method é para os métodos declarados e Proc é para os anônimos já que é uma estrutura de closure e este sim é um objeto e obrigatório para a lambda funcionar o mecansimo. O Method só é necessário em casos de reflexão ou mecanismos parecidos.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.