0

Eu precisei gerar alguns dados pegando o conteúdo de um $_POST e salvando em um arquivo para processá-lo posteriormente.

Fiz da seguinte forma:

$dados = $_POST;
$dados = var_export($dados, true);
$handle = fopen('posttemp.txt', 'a');
fwrite($handle, $dados);
fclose($handle);

Até aqui esta tudo bem, se abro o arquivo posttemp.txt este é o seu conteúdo.

array (
  'id' => '1832007',
  'post' => 
  array (
    'codigo' => '39063',
    'autor' => 'Christiano',
  ),
  'conteudo' => 
  array (
    'id' => '2526167',
    'dataInicio' => '2017-08-03 21:30:43',
    'dataFinalizada' => '2017-08-03 21:30:47',
    'status' => 'Publicado',
  ),
  'autor' => 
  array (
    'codigo' => '37276',
    'email' => 'seu@email.com',
    'nome' => '1 Lift Gold',
    'quantidade' => '1',
  )
)

Agora preciso pegar o conteúdo que foi salvo em posttemp.txt e transformar novamente em uma variável para que possa enviar novamente via POST.

1
  • 1
    Por quê não usa o serialize e unserialize? – Woss 27/11/17 às 23:34

1 Resposta 1

1

O var_export não tem um caminho reverso, o intuito dele é criar um array válido para o PHP, por exemplo se você deseja editar arquivos .php de configurações dinamicamente.

Um exemplo bem simplório seria isto:

Salva:

<?php
$arr = array(
    'a' => 1,
    'b' => 2,
    'c' => 3
);

$str = var_export($arr, true);
$str = '<?php' . PHP_EOL . 'return ' . $str . ';';

file_put_contents('config.php', $str);

Vai gerar o seguinte conteudo:

 <?php
 return array (
   'a' => 1,
   'b' => 2,
   'c' => 3,
 );

Usa os dados posteriormente:

<?php

$arr = include 'config.php'; //O return em includes retorna o valor

print_r($arr);

Isto pode ser um exemplo de uso que você deseja, pois o config.php irá carregar os dados na várivel $arr pelo include.

No entanto se deseja mesmo usar um arquivo .txt e se os dados não são sensíveis (como senhas ou códigos secretos), você pode usar funções como serialize e unserialize, por exemplo:

gravar.php

file_put_contents('posttemp.txt', serialize($_POST));

ler.php

$dados = file_get_contents('posttemp.txt'); // Lê o arquivo

$post_recuperado = unserialize($dados); //recria os valores

var_dump($post_recuperado); //Exibe com var_dump

Nota:

  • file_get_contents lê o conteúdo do arquivo
  • file_put_contents grava o conteúdo no arquivo
1
  • Não seria melhor usar json_decode e json_encode? Segundo a própria documentação do unserialize: "Do not pass untrusted user input to unserialize() regardless of the options value of allowed_classes.". – Inkeliz 28/11/17 às 6:04

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.