4

Criei um espaço admin no qual os usuários depositam ficheiros do tipo .txt no meu FTP.

Gostaria de impôr um formato. Exemplo todo o ficheiro deve conter duas três colunas separadas por um ponto e virgula.

Exemplo :

ficheiro_valido.txt

nom;idade;altura
nom;idade;altura
nom;idade;altura

Todo ficheiro que não respeita esse formato deve ser ignorado.

Exemplo:

ficheiro_invalido.txt

casa;idade;cidade;altura
vila;idade;pai;filhos
nom;idade;altura

  • Você quer checar o numero de colunas, é isto? Por exemplo, limitar para 3, se todas linhas tiverem 3, então é valido, caso contrário é inválido – Guilherme Nascimento 27/11/17 às 14:34
  • @GuilhermeNascimento extamente isso ... no momento de fazer upload eu preciso verificar se o ficheiro respeita essa condicao ( três colunas ), nem mais nem menos ! – André PKA 27/11/17 às 14:36
  • 1
    Mas esse upload é feito via FTP direto ou com PHP? – Anderson Carlos Woss 27/11/17 às 14:56
8

Tentei de várias maneiras criar algo eficiente, no entanto nenhuma forma conseguiu validar tudo, o que acabou fazendo eu ter que optar pelo while mesmo com fgets (ou fgetcsv).

Esse formato que você deseja é basicamente o CSV, no entanto este formato de arquivo não é algo tão avançado, é impossivel limitar o numero de colunas de forma "pratica", um exemplo de checagem seria isto:

<?php
function validaCSV($arquivo, $limite = 3, $delimitador = ';', $tamanho = 0)
{
    $handle = fopen($arquivo, 'rb');
    $valido = true;

    if ($handle) {
        while (feof($handle) === false) {
            $data = fgetcsv($handle, $tamanho, $delimitador);

            if ($data && count($data) !== $limite) {
                $valido = false; //Seta false
                break;
            }
        }

        fclose($handle);
    } else {
        $valido = true;
    }

    return $valido;
}

Exemplo de uso (o padrão de colunas esperado é 3):

var_dump(validaCSV('arquivo.txt')); //Checa se todas linhas tem 3 colunas
var_dump(validaCSV('arquivo.txt', 5)); //Checa se todas linhas tem 5 colunas

Irá retornar true se válido, caso contrário retornará false


Se quiser ler o arquivo acaso ele seja valido, use assim:

Para evitar picos de memória acaso o arquivo seja invalido, criei dois whiles, é um pouco mais lento mas não irá consumir tanto o servidor (em caso de arquivos inválidos)

Nota: no exemplo usei yield pois assim poderá usar dentro de um while proprio seu

function lerCSV($arquivo, $limite = 3, $delimitador = ';', $tamanho = 0)
{
    $handle = fopen($arquivo, 'rb');

    if ($handle) {
        while (feof($handle) === false) {
            $data = fgetcsv($handle, $tamanho, $delimitador);

            if ($data && count($data) !== $limite) {
                throw new Exception('O numero de colunas excedeu o limite de ' . $limite);
            }
        }

        //Volta o ponteiro para o inicio do arquivo para poder usar novamente o while
        rewind($handle);

        while (feof($handle) === false) {
            $data = fgetcsv($handle, $tamanho, $delimitador);

            if ($data) { //Impede linhas vazias de retornarem false como valor
                yield $data;
            }
        }

        fclose($handle);
    } else {
        throw new Exception('Arquivo inválido: ' . $arquivo);
    }
}

Exemplo de uso:

foreach(lerCSV('a.csv') as $linha) {
    var_dump($linha);
}

Irá emitir Exception acaso o arquivo seja invalido/inexistente ou acaso o numero de linha não seja o determinado na função (o padrão é 3)


Extra (com SplFileObject)

Estava a ver sobre a situação do arquivo ficar aberto no caso do yield, pois se houver um break; no foreach pode ocorrer do arquivo não ser fechado, no entanto o SplFileObject fecha o arquivo quando ocorre a classe é "destruída" (ocorrerá __destruct (interno) da classe), então neste momento o arquivo será "liberado", conforme explicado nesta pergunta:

A versão com SPL ficou assim:

<?php

function SplLerCSV($arquivo, $limite = 3, $delimiter = ';', $enclosure = '"', $escape = '\\')
{
    $file = new SplFileObject($arquivo);
    $minCol = $limite - 1;

    while ($file->eof() === false) {
        $data = $file->fgetcsv($delimiter, $enclosure, $escape);

        if (isset($data[$minCol]) && count($data) !== $limite) {
            throw new Exception('O numero de colunas excedeu o limite de ' . $limite);
        }
    }

    //Volta o ponteiro para o inicio do arquivo para poder usar novamente o while
    $file->rewind();

    while ($file->eof() === false) {
        $data = $file->fgetcsv($delimiter, $enclosure, $escape);

        if (isset($data[$minCol])) { //Impede linhas vazias de retornarem [ 0 => NULL ] como valor
            yield $data;
        }
    }
}

//Usando
foreach (SplLerCSV('a.csv') as $value) {
    var_dump($value);
}
3

Validar a estrutura do ficheiro (.txt)

PHP

<?php
if (isset($_POST['botao'])) {
    $invalido="false";
    //Receber os dados do formulario
    $arquivo_tmp = $_FILES['arquivo']['tmp_name'];

    //ler todo o arquivo para um array
    $dados = file($arquivo_tmp);

    //percorrer o array para verificar a estrutura de cada linha
    foreach($dados as $linha){
        //deve conter 3 nomes de colunas separadas por ; (ponto e virgula)
        if (count(array_filter(explode(';', $linha))) !== 3){
            echo "Nananinanão, estrutura em desacordo";
            //inviabiliza o upload
            $invalido="true";
            //finaliza a execução do foreach na primeira ocorrência inválida.
            break;
        }
    }

    if($invalido=="false"){
        echo "estrutura ok";
        //upload aqui
    }

}
?>

Formulário usado no teste on-line.

<form method="POST" action="" enctype="multipart/form-data">
    <label>Arquivo</label>
    <!--Campo para fazer o upload do arquivo com PHP-->
    <input type="file" name="arquivo"><br><br>          
    <button type="submit" name="botao">Upload</button>
</form>

teste on-line aqui

  • 2
    Eu diria que é possível otimizar, levemente, o código, pois se substr_count($z, ';') retornar um valor diferente de 2, o arquivo já é inválido, então você poderia parar a análise na primeira ocorrência. Se o arquivo tiver 1000 linhas e a primeira ja estiver errada, por quê analisar as outras 999? E é válido notar que esta solução não é recomendada se existir a possibilidade de arquivos muito grande, pois não só armazena o conteúdo do arquivo em memória como armazena duas vezes: uma no array $dados, outra na string $result. – Anderson Carlos Woss 27/11/17 às 19:54
  • 2
    Aliás, analisando melhor, a chamada de substr_count poderia acontecer no primeiro foreach e segundo, que utiliza $result, nem deveria existir, pois resulta em erro de sintaxe, visto que $result é uma string. No PHP, string não é um tipo iterável. Acho que você editou o código da outra resposta, mas deixou muita coisa passar - na outra você também utilizava um foreach em uma string, o que é estranho estar funcionando na sua página. – Anderson Carlos Woss 27/11/17 às 20:06
  • @AndersonCarlosWoss, é verdade, editei a resposta e acho que agora ficou bom. Juro que eu não sabia que $dados = file($arquivo_tmp); retornava um array, por isso que na primeira resposta fiz daquela forma! – Leo Caracciolo 27/11/17 às 23:37
  • É, melhorou bastante :D – Anderson Carlos Woss 27/11/17 às 23:40
  • 1
    Adorei a mensagem de erro para o caso de desacordo – Jefferson Quesado 28/11/17 às 15:06

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.