3

Nesse exemplo:

. Pedir a data de hoje através de um formulário.

. Verificar se foi digitado no formato dd/mm/aaaa.

. Comparar com a data atual do sistema

from datetime import date

def verificacaoData():
  dataForm = input('Digite a data atual no padrão dd/mm/aaaa: ')
  while True:
    if date.today().strftime("%d/%m/%Y") != dataForm:
      print('Data informada difere da data atual.')
      dataForm = input('Digite a data atual no padrão dd/mm/aaaa: ')
    else:
      print('Correto! Datas conferem!')
      break

verificacaoData()

Existe alguma outra forma de fazer este código evitando a redundância da linha abaixo?

dataForm = input('Digite a data atual no padrão dd/mm/aaaa: ')

Veja funcionando no Repl.it

3

Assim?

from datetime import date

def verificacaoData():
  while True:
    dataForm = input('Digite a data atual no padrão dd/mm/aaaa: ')
    if date.today().strftime("%d/%m/%Y") != dataForm:
      print('Data informada difere da data atual.')
    else:
      print('Correto! Datas conferem!')
      return

verificacaoData()

Veja funcionando no ideone (mude a data da última entrada para a data de hoje). Também coloquei no GitHub para referência futura.

É muito simples, faça o código para executar só uma vez, aí você decide tudo o que precisa ser repetido em determinada condição, aí encapsule tudo o que precisa ser repetido no laço.

A forma escrita originalmente não só é redundante, deturpa o fluxo porque ele pede algo depois que ele precisa ser usado. Funciona porque é um laço e antes já foi pedido, mas fica difícil entender.

  • Interessante! Sempre achei que o return só funcionaria retornando o valor de, por exemplo, uma variável. return media – Lucas Braga 21/11/17 às 15:52

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.