5

Pedem-me para elaborar um programa Java, que execute programas (ls, firefox) em paralelo que estão contidos num ficheiro.

Para já tenho o seguinte código:

     File file = new File()`;

     List<String> lista = file.readFile(args[0]);

        for (int i = 0; i < lista.size(); i++) { //percorre o ciclo de comandos que são enviados como argumentos no terminal
            ProcessBuilder pb = new ProcessBuilder(lista.get(i)); //criacao de processos externos à JVM (Java Virtual Machine)
            Process process = pb.start();

            System.out.println("Inicio do comando \"" + lista.get(i) + "\".");
            InputStream is = process.getInputStream();
            InputStreamReader isr = new InputStreamReader(is);
            BufferedReader bf = new BufferedReader(isr);

            String line;

            while((line = bf.readLine())!= null) {
                System.out.println(line);
            }

            System.out.println("Fim do comando \"" +args[i] + "\".");

args[0] faz referência ao nome do ficheiro que passo por linha de comandos. A minha dúvida era:

  • como sei que realmente os processos estão a ser executados em paralelo?

A minha lógica era:

  • usar como podem ver no código acima a impressão para o ecrã do inicio e o fim do programa. O meu output dá o seguinte:

zeluis@zeluis-HP-EliteBook-8460p ~/NetBeansProjects/SOCP2/src/socp2 $ java -cp .. socp2.Shell ficheiroSO2.txt

Isto é um programa que processa em paralelo os seus processos
Inicio do comando "ls".
ficheiroSO2.txt
File.class
File.java
Shell.class
Shell.java
Fim do comando "ficheiroSO2.txt".
Inicio do comando "firefox"
5

como sei que realmente os processos estão a ser executados em paralelo?

Simples, se você tem mais de um processador, e hoje é comum ter pelo menos 4, eles estão rodando em paralelo. Se só tem um processador eles não estão rodando em paralelo. O sistema operacional cuida disto.

Mesmo que não esteja rodando em paralelo estarão rodando concorrentemente já que o sistema operacional também cuida disto.

Você essencialmente não tem muito controle sobre como a execução dos processos ocorrerá.

Você não poderia executar outros programas dentro de threads, elas só existem dentro de um processo.

Coisas para ler e entender melhor:

  • Obrigado pela resposta, vou ler melhor! – ZelDias 21/11/17 às 12:50
4

A grosso modo, se você quer algo MIMD, precisa usar cabeças de processamento separaras. Os modos tradicionais disso são:

  1. Threads
  2. Processos
  3. Programa distribuído

Em ambientes Unix, você cria processos novos a partir do fork. Mas esse processo novo é uma cópia da imagem do processo anterior. Inclusive, na ao chamar em C o fork, tanto o processo novo quanto a cópia vão se situar exatamente na mesma linha, a linha logo após a chamada dessa método.

Para substituir a imagem, você tem a chamada da família exec. Como execve, se não me engano. Essa chamada fará a substituição da imagem do processo anterior pela do processo novo.

Então, se você estiver rodando o programa A, e então chama o programa B, duas coisas podem acontecer:

  1. o programa A é totalmente substituído pelo programa B; não tem salvação para A, até mesmo as threads serão sobrescritas; isso acontece quando você não chama o fork antes do exec
  2. o programa A é clonado e então esse clone é substituído pelo programa B; isso acontece quando você chama o fork antes da criação do programa B

No seu caso, você está em Java. Ele esconde essa feiúra toda do SO para você se preocupar com suas coisas. Se você viu o firefox ou o ls sendo executados, então com certeza houve uma chamada para substituir a imagem do programa Java com a imagem do programa novo; ou seja, teve um exec. Você também percebeu que seu programa não parou a execução, o que indica que houve antes da sobrescrita da imagem do executável, um fork. O Java por si só faz isso para você não precisar se preocupar com nenhum detalhe.

Quando você manda o processo iniciar através do processBuilder.start(), ele já nasce como um processo diferente do seu e rodará, paralelo ao seu programa (se não concorrer por CPU ou outro recurso de máquina, como reparado pelo @Maniero em sua resposta). Se você quiser esperar o processo criado parar, você precisa chamar process.waitFor(), ou então simplesmente processBuilder.start().waitFor(), neste caso em específico você tem certeza que os programas não estão em paralelo não concorrente.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.