3

Preciso fazer criptografia dos dados em uma sessão de autenticação de usuario, e gostaria de saber qual melhor maneira, e mais segura de trabalhar com criptografia com Java. Se é usando Salt, MD5, AES, SHA, ou outra? Quais API's recomendada para este trabalho? Quais as vantagens e desvantagens de cada modo de criptografar os dados.

  • 4
    O que você está realmente tentando fazer? Criptografia é muito delicado, é muito muito fácil fazer algo que pareça seguro mais não seja, cuidado. Regra de ouro nessa área: use uma biblioteca, nunca implemente você mesmo um algoritmo a não ser que saiba exatamente o que está fazendo. – Guilherme Bernal 17/07/14 às 13:28
  • 1
    @GuilhermeBernal Preciso usar na área de autenticação de usuário em um sistema web. Qual biblioteca você me recomenda a usar? Em asp.net eu conheço bem, mas em Java eu não tenho conhecimento muito afundo a respeito de criptografia e bibliotecas que fazem esse trabalho. – Erico Souza 17/07/14 às 13:31
  • 2
    Não tenho conhecimento específico de java, mas acredito que SSLSocket seja o que está procurando. – Guilherme Bernal 17/07/14 às 13:43
  • 2
    Pelo que entendi você quer criar uma autenticação utilizando hash para guardar a senha, e quer saber qual melhor forma (mais segura e eficiente) e quais bibliotecas/frameworks pode utilizar? Certo? Se for isso recomendo dar uma olhada nesses dois topicos aqui mesmo do SO-PT: Algoritmo em Java (com PBKDF2) e esse que trata de "Como fazer hash de senhas de forma segura?", acredito que não irá responder sua pergunta, mas irá lhe ajudar e entender o problema. – Fernando Leal 17/07/14 às 13:54
  • 2
    Ainda não consegui entender exatamente quais dados devem ser encriptados num login de sistema web por código Java. A primeira precaução é usar SSL/HTTPS. O que o Fernando comentou faz sentido, mas não tem a ver com "sessão de autenticação" e sim na forma como as senhas são armazenadas no banco de dados. É isso mesmo? Se for, é bom entender que esses algoritmos não dependem de plataforma. Se você já usa algum em C#, o efeito do ponto de vista de segurança será o mesmo em Java ou qualquer linguagem. – utluiz 17/07/14 às 18:00
3

Pelo que li nos seus comentários, a criptografia servirá para um sistema Web desenvolvido em Java. Já ouviu falar do framework Spring Security? Ele te possibilita implementar regras de autenticação e controles de acesso de uma forma relativamente simples. Eu mesmo já desenvolvi um sistema em Java Web com login e controles de acesso utilizando como criptografia o bCrypt, que é muito melhor que o MD5 que está ficando (ou já ficou) obsoleto.

  • 1
    Já ouvi falar do Sprint Segurity sim @Electus, o problema é que estão evitando usar frameworks, então estou deixando isso como segunda opção caso eu não encontre outra escapatória. Valeu pela ajuda. – Erico Souza 17/07/14 às 14:27
  • 1
    @EricoSouza "Evitando usar frameworks" é o mesmo que "nós achamos melhor reinventar uma roda tosca". Claro que você pode usar diretamente o bCrypt e se você já usa algum outro framework sei que pode "pesar" adicionar mais um outro, mas considere que o Spring Security é uma das ferramentas mais maduras e flexíveis disponíveis atualmente. Só mais uma observação: todos os projetos que conheço onde a "segurança" foi implementada manualmente acabaram cedo ou tarde com problemas por causa disso, seja nas mãos de um usuário mais "espertinho" que aprende a burlar a segurança ou de um especialista. – utluiz 21/08/14 às 14:27
  • 2
    @utluiz pois é, concordo contigo, mas o meu gerente foi claramente a respeito de frameworks, ele queria algo "puro". Não sei se ele teve más experiencias, mas tenho a impressão que ele acha que todo framework só tra probelmas. Porem, eu conhecendo os riscos de desenvolvermos algo do zero, principalmente a respeito de criptografia, desenvolvi uma rotina, mas bati o pé, documentei os riscos, e indiquei o uso do Spring Security. Esses frameworks confiaveis estão ai pra facilitar a nossa vida. – Erico Souza 21/08/14 às 14:40
3

Eu não entendi muito bem como você está fazendo sua sessão, se é por HEADER Basic a cada requisição.

Ex: HTTP Authentication Basic MD5(username:password)

Se for, eu aconselharia utilizar o flow password do OAUTH2.

Que nada mais é do que persistir a sessão do usuário em um banco de dados e trafegar um identificador ao invez dos dados de acesso, claro que com algumas convenções de nome de endpoint e parametros.

Agora quanto aos metodos de criptografia eu com certeza indicaria o bcrypt.

Porque?

O MD5 gera sempre o mesmo hash, ou seja se você cryptografar um valor, o hash para esse valor vai ser sempre o mesmo, isso facilita o atacante que com algum esforço pode ir fazendo o hash até chegar no valor.

exemplo:

Se eu fizer o hasg desse texto:
    MD5("The quick brown fox jumps over the lazy dog") = 9e107d9d372bb6826bd81d3542a419d6
Se fizer denovo, da o mesmo valor:
    MD5("The quick brown fox jumps over the lazy dog") = 9e107d9d372bb6826bd81d3542a419d6

O Bcrypt gera sempre um hash diferente, que quando comparado com um outro hash gerado ele retorna se é valido ou não.

exemplo:

Se eu fizer o hash desse texto:
    Bcrypt("The quick brown fox jumps over the lazy dog") = "$2a$10$o2o0OMLJh4M6EQuF9Tk/Ceidt/JSFOpPzNl6WSIQV9ip.VyrlW8py"
Se eu fizer denovo, o valor sai diferente:
    Bcrypt("The quick brown fox jumps over the lazy dog") = "$83e912b45ea3cbd8f99163323dt/JSFOpPzNl6WSIQV9ip.1313aC"
Mas se você comprar os dois atraves de uma função do Bcrypt
    Bcrypt.compare("$83e912b45ea3cbd8f99163323dt/JSFOpPzNl6WSIQV9ip.1313aC", "$2a$10$o2o0OMLJh4M6EQuF9Tk/Ceidt/JSFOpPzNl6WSIQV9ip.VyrlW8py") == true

Conclusão básica, comparar o hash através de uma função (propositadamente) lenta, faz com que fique muito difícil e lento o atacante chegar no valor correto, então de preferência ao bcrypt ou algum algoritmo de comparação para dados sigilosos.

  • 1
    Obrigado pela sua resposta @Rodrigo, na verdade como eu ainda não havia trabalhado com criptografia em java, estava na dúvida na melhor e mais aconselhável maneira de faze-la. Gostei da sua explicação a respeito do bCrypt, e de sua indicação a respeito do OAuth2. vlw – Erico Souza 21/08/14 às 12:17
  • 1
    Tem algo muito estranho nesse exemplo do Bcrypt: primeiro, as saídas têm comprimentos diferentes (deveriam dar sempre o mesmo); segundo, você está comparando dois hashes diferentes e ele está dando true?! De onde é esse exemplo, você por acaso lembra da fonte? Com certeza tem algo errado aí... – mgibsonbr 24/09/15 às 13:57
  • Olá, o exemplo é meu mesmo, não peguei de lugar nenhum. Pode executar o código, na resposta eu explico o que está acontecendo, copiando ("O Bcrypt gera sempre um hash diferente, que quando comparado com um outro hash gerado ele retorna se é valido ou não."). Mas só para add alguma coisa nova e não só copiar, o bcrypt é seguro justamente por causa disso, sempre que você gera um hash ele gera com um valor diferente, mas os dois comparados com a função dele ( não com o igual do javascript ) retornam true (verdadeiro). – Rodrigo 4/11/15 às 21:11

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.