6

No PHP 5.6 teremos um recurso nomeado Constant scalar expressions. O manual fornece alguns exemplos, mas o foco principal seria:

  • Como utilizar corretamente a funcionalidade, sem fazer desa um anti-pattern?
  • Outras linguagens implementam esse tipo de recurso? Como ele funciona e é utilizado nelas?
  • O variables.less do Bootstrap seria um exemplo desse conceito?
  • 2
    Complicado responder por que a própria feature já é quase um antipattern. Constantes são... caramba, constantes, imutáveis. A partir do momento que você, programador, utiliza variáveis, faz cálculos, altera programaticamente, já não é mais constante. Tanta coisa bacana de se implementar e o pessoal atira no próprio pé desse jeito... – Bruno Augusto 19/07/14 às 1:05
  • @BrunoAugusto Você consegue imaginar o pior cenário usando a nova funcionalidade? – gpupo 19/07/14 às 1:30
  • 1
    Na minha opinião não existe um pior cenário pois todos eles são ruins. O exemplo que você apresentou pode até fazer algum sentido, mas todo exemplo didático, de certa forma, faz sentido. Mas no mundo real, em APlicações reais eu vejo isso gambiarra. – Bruno Augusto 19/07/14 às 12:55
  • @BrunoAugusto Constant scalar expressions me parece muito com o que é usado em variables.less do bootstrap. A finalidade da minha pergunta é entender como Constant scalar expressions é utilizado em outras linguagens para definir quando usaremos esta ferramenta corretamente. Até aqui concordo contigo e espero trabalhar um pouco mais este tema – gpupo 19/07/14 às 15:18
  • 1
    Obrigado pela opinião @MarceloAymone. Até agora, vejo o uso da funcionalidade onde mais de uma ocorrência do mesmo valor default é utilizado em mais de 2 parâmetros de método no mesmo objeto. – gpupo 21/07/14 às 12:27
3
+50

Esta funcionalidade não está difundida entre outras linguagens e também não existe uma boa prática encontrada pelo senso comum, portanto minha opinião é que esta nova funcionalidade será muito bem utilizada por alguns e por outros será utilizada como uma nova forma de "gambiarra".

Opinião pessoal:

Bom uso:

  • Calcular valores padrão para argumentos de métodos;

Neste exemplo, se você quiser alterar o limite padrão, de 5 para 10, mudará em um único lugar:

<?php
class Foo {
    const DEFAULT_LIMIT = 5;

    public function bar($limit = self::DEFAULT_LIMIT) {
        //code
    }

    public function wonka($limit = self::DEFAULT_LIMIT) {
        //code
    }
}

Mal uso:

  • Cálculo de urls e paths em constantes, já que isto pode ser utilizado como sempre foi, usando define() ou ainda criando objetos e métodos especializados em entregar as informações de Paths por exemplo.
  • por favor, melhore seus exemplos de bom e mal uso? – gpupo 23/07/14 às 11:50
2

Um exemplo interessante são variáveis de configuração.

Por exemplo: suponha um cenário onde serviços são consumidos, ou de uma base de homologação, ou produção. Esses serviços tem origem através de um URL, que varia, dependendo da base em questão.

Logo, constantes das URLs para esses serviços podem ser determinadas por uma flag que determina se a aplicação está em modo de produção ou homologação. Veja o exemplo a seguir:

// variavel que define ambiente - homogação ou produção
$isHomolog = true;

// constantes para ambiente de homologação
const URL_SERVICO_1_HOMOLOG = "http://homolog1.com";
const URL_SERVICO_2_HOMOLOG = "http://homolog2.com";

// constantes para ambiente de produção
const URL_SERVICO_1_PRODUCTION = "http://production1.com";
const URL_SERVICO_2_PRODUCTION = "http://production2.com";

// constantes utilizadas para os serviços
const URL_SERVICO_1 = $isHomolog ? URL_SERVICO_1_HOMOLOG : URL_SERVICO_1_PRODUCTION;
const URL_SERVICO_2 = $isHomolog ? URL_SERVICO_2_HOMOLOG : URL_SERVICO_2_PRODUCTION;

Nesse exemplo definem-se constantes para o ambiente de homologação e produção. Além disso, a variável $isHomolog identifica se o ambiente é de homologação (valor true) ou produção (valor false). Logo, as variáveis de serviços utilizadas pelo sistema URL_SERVICO_1 e URL_SERVICO_2 tem seu valor condicionado a variável de ambiante $isHomolog.

A vantagem desse mecanismo é a não necessidade de trocas de várias URLs no sistema, dependendo do seu ambiante: homologação ou produção.

Note que, o mesmo comportamento pode-ser obtido com variáveis que não são constantes, contudo a criação de constantes garante a não modificação das mesmas pela aplicação. Note que, essa possibilidade de condição na sua criação não é permitida apos as constantes serem definidas, o que garante seu uso correto ao pelo sistema.

Um outro caso interessante é a concatenação de de Strings para criar-se uma constantes. em versões anteriores do PHP, ao tentar criar constantes de Strings baseadas em partes de outras Strings, a seguinte mensagem é mostrada: "PHP Parse error". Agora, isso é permitido. Isso é exemplificado no link mostrado na própria pergunta. Veja um exemplo a seguir:

// Constant declarations
const PHP = "PHP";
const LOBBY = "Lobby";
const PHPLOBBY = PHP . " " . LOBBY;
echo PHPLOBBY . "\n";
echo "\n=====================\n\n";

Veja que a constante PHPLOBBY é definida por uma concatenação de Strings. Isso é útil quando constantes são utilizadas no sistema, mas a concatenação da mesma também. Afim de deixar o código mais limpo, uma constante sendo o resultado da concatenação de várias muitas vezes é bem útil. Esse tipo de atribuição para constantes já é possível, tanto em Java quanto em C# .NET.

  • Olá @EduardoFernandes! Acredito que este tipo de uso fica melhor com um arquivo de configuração, como o application.ini da instalação da aplicação e não com o cálculo de Constantes. – gpupo 21/07/14 às 11:59
  • Olá @gpupo, note que a variável $isHomolog pode ficar em um arquivo .php que pode ser utilizado como arquivo de configurações. O Doctrine e outros frameworks utilizam esse enfoque para recuperar strings de conexão de banco de dados. Além disso o objetivo aqui é mostrar uma possível utilização para Constant Scalar Expression :). – EduardoFernandes 21/07/14 às 12:04
  • Eduardo, o objetivo é mostrar o uso ideal e como isto é utilizado em linguagens onde isto já está maduro. Utilizar a funcionalidade para resolver o que já está bem resolvido não é o ideal para mim. Você consegue melhorar a resposta! – gpupo 21/07/14 às 12:24
  • Coloquei mais um exemplo – EduardoFernandes 22/07/14 às 2:07
  • Obrigado @EduardoFernandes. Ainda não é a resposta esperada pois até agora você falou sobre possibilidades, o que está bem claro para nós. A principal questão é QUANDO usar a fim de melhorar as técnicas que já utilizávamos antes do PHP 5.6, ok ? – gpupo 22/07/14 às 14:23
0

Cara, vou tentar explicar um bom uso com um exemplo.

No código PHP abaixo você pode ver todas as variantes de expressão escalar para codificação PHP, mas vamos falar sobre elas. Temos flexibilidade para usar esse recurso em “Constant declarations”, “Class Constant Declarations”, “Class Property Declarations”, “Argument Declarations”, “Static Variable Declarations”. Como você pode ver o "PHPLOBBY" constante no código PHP abaixo, é resultado da concatenação de "PHP" e "lobby" com espaço vazio constante entre eles.

se você tentar a mesma abordagem em versões anteriores do PHP vai dar "Parse Exception". A coisa mais importante para mim é a flexibilidade nas declarações de argumento. Nós adicionamos exemplo do método em nossa classe "PhpLobby" chamado "is_true". Basicamente o que ele faz é se não passar argumento que execute a "Constant Scalar Expressions" ( "$ c = self :: NÚMERO == 9? "True": "False". )Nós verificamos se a constante "Número" é igual a 9 e depois atribuir um valor a variável $ c que temos flexibilidade para fazer isso apenas em PHP 5.6 e não na versão anterior do PHP.

    <?php
echo "\n===PHPLobby Constant Scalar Expressions ===\n";

// Constant declarations
const PHP = "PHP";
const LOBBY = "Lobby";
const PHPLOBBY = PHP . " " . LOBBY;
echo PHPLOBBY . "\n";
echo "\n=====================\n\n";

// Class Constant Declarations
class PhpLobby {
    const PHP = PHP . " ";
    const LOBBY = self::PHP . LOBBY . "\n";
    const NUMBER = 5 + 4 . "\n";

    // static variable declarations
    static $math = 5 + 4 . "\n";
    static $math2 = 9 - 5 . "\n";
    static $math3 = self::NUMBER - 4 . "\n";

    // class property declarations
    public $php = "PHP " . "Lobby\n";
    public $number = 5 + 4 . "\n";

    // argument declarations
    function is_true($c = self::NUMBER == 9 ? "True" : "Wrong") {
        return $c . "\n";
    }
}
echo PhpLobby::LOBBY;
echo PhpLobby::NUMBER;
echo "\n=====================\n\n";

// Class Property Declarations
$phpLobby = new PhpLobby();
echo $phpLobby->php;
echo $phpLobby->number;
echo "\n=====================\n\n";

// Argument Declarations
echo $phpLobby->is_true(); // weeeeee magic!
echo $phpLobby->is_true(10); // result will be 10 as expected
echo "\n=====================\n\n";

// Static Variable Declarations
echo PhpLobby::$math;
echo PhpLobby::$math2;
echo PhpLobby::$math3;

echo "\n===========================================\n";
?>

Além disso, aqui tem a lista do que pode ser usado com ele:

Supported operation:

    • – Addition
    • – Subtraction
    • – Multiplication
  1. / – Division
  2. % – Modulus
  3. ! – Boolean Negation
  4. ~ – Bitwise Negation
  5. | – Bitwise OR
  6. & – Bitwise AND
  7. ^ – Bitwise XOR
  8. << – Bitwise Shift Left
  9. >> – Bitwise Shift Right
  10. . – Concatenation
  11. ?: – Ternary Operator
  12. <= – Smaller or Equal
  13. => – Greater or Equal
  14. == – Equal
  15. != – Not Equal
  16. < – Smaller
  17. > – Greater
  18. === – Identical
  19. !== – Not Identical
  20. && / and – Boolean AND
  21. || / or – Boolean OR
  22. xor – Boolean XOR

Supported Operands

  1. 123 – Integers
  2. 123.456 – Floats
  3. “foo” – Strings
  4. LINE – Line magic constant
  5. FILE – File magic constant
  6. DIR – Directory magic constant
  7. TRAIT – Trait magic constant
  8. METHOD – Method magic constant
  9. FUNCTION – Function magic constant
  10. NAMESPACE – Namespace magic constant
  11. <<
  12. <<<’NOWDOC’ – NOWDOC string syntax
  13. SOME_RANDOM_CONSTANT – Constants
  14. class_name::SOME_CONST – Class constants

E se quiser saber mais, vai no site deles mesmo: https://wiki.php.net/rfc/const_scalar_exprs

Espero ter ajudado! Abraços!

  • oi @Dante! Obrigado pela resposta. Se você olhar o histórico das edições da pergunta, verá que este exemplo que você usou fazer parte da própria pergunta, mas que decidimos retirar para simplificá-la. Você precisa nos dizer como esta funcionalidade é utilizada em boas práticas em outras linguagens onde já é madura. – gpupo 21/07/14 às 17:40

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.