1

Eu tenho um container docker que possui redis e xdebug instalado.

Um cliente do Redis instalado no host precisa acessar esse serviço através da porta 6379 e no host o intellij precisa acessar a porta 9000 para fazer a debogagem com o xdebug.

A minha pergunta é qual a maneira correta de expor essas portas, além da 80?

Seria no Dockerfile? Essa opção é obrigatória se quisermos expor as portas?

EXPOSE 80
EXPOSE 6379
EXPOSE 9000

Ou seria quando carregar a imagem? Se essa opção for usada a opção anterior seria necessária?

-p 80:80
-p 6379:6379
-p 9000:9000
  • Você está tratando container como VM, e isso um erro. Seja lá quem responda pela porta 80, não deveria estar no mesmo container em que o redis está. Esse container muito provavelmente deveria ser desmembrado em 3 containers, orquestrados em um docker-compose. Você no mínimo reaproveita uma imagem (redis), caso não reaproveite as demais. – Luiz Carlos Faria 17/11/17 às 12:01
  • Quanto ao redis eu concordo com vc. Deveríamos usar 2 containers - 1 para cada serviço. Mas foi uma decisão da empresa manter o REDIS no mesmo container. O que eu não entendo é quanto ao terceiro container q vc mencionou. Vc quer dizer é que eu deveria usar um container para o xdebug? – zwitterion 17/11/17 às 13:48
  • Por não conhecer o xdebug eu não fui tão enfático em dizer que com toda certeza são 3. Agora que vi o que é, esse deveria estar junto do PHP sim. – Luiz Carlos Faria 17/11/17 às 18:03
1

Primeiro, dê uma olhada nesta que fala um pouco mais sobre as diferenças de publicação/exposição de portas.

Seria no Dockerfile? Essa opção é obrigatória se quisermos expor as portas?

Usar o EXPOSE na definição das imagens, neste caso, pode não ser necessário, mas é sempre boa prática, já que funciona como um tipo de documentação. Ao usar EXPOSE você diz ao usuário da imagem quais portas e em qual protocolo poderão ser expostas ao host - ou em outras networks - de forma segura. Como dito, não é obrigatório seu uso.

Ou seria quando carregar a imagem? Se essa opção for usada a opção anterior seria necessária?

Ao usar a publicação/exposição na criação e/ou execução de containers não será necessário o EXPOSE explícito. Ao usar a publicação de portas ao host na criação de container ou execução de container já existente, caso você não tenha explicitado com o EXPOSE quais portas intencionalmente podem e/ou devem ser expostas, o docker implicitamente irá fazer o EXPOSE - ele não altera a imagem, no entanto.

A minha pergunta é: qual a maneira correta de expor essas portas, além da 80?

Em resumo, não há uma maneira "correta", você pode combinar as maneiras ou usá-las separadamente, vai depender de como os containers irão rodar - quanto a networks, principalmente -, de como estruturou seus containers, etc.

No seu caso, no entanto, você precisa que determinadas portas estejam acessível no host, que é onde seu IDE está rodando. Neste caso recomenda-se que seja usado tanto EXPOSE, tanto pelo seu uso como documentação quanto dará maior flexibilidade a um usuário terceiro de sua imagem, além de ser necessário que as portas sejam publicadas para acesso pelo host, então você precisará do -p/--publish/-P/--publish-all. Mesmo assim você pode não precisar publicar todas ao host, caso não seja mandatório que host tenha acesso a todas as portas citadas - como, por exemplo, a 6379 ser acessada apenas por outro container na mesma rede.

P.S.: no seu dockerfile você pode informar as portas em apenas uma única instrução, como EXPOSE 80 6379 9000. Isto irá criar um único layer, facilita a inspenção de imagens na maior parte dos casos.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.