2

Estou criando um projeto em ASP.NET Core MVC para fins de aprendizagem. Em numa determinada parte do guia da Microsoft quando é abordada a técnica de scaffold para gerar o controller e as views correspondentes as ações do controller, me deparei com uma instrução em alguns métodos que me deixou com dúvida em bem confuso.

Veja abaixo o método Create como exemplo:

[HttpPost]
[ValidateAntiForgeryToken]
public async Task<IActionResult> Create([Bind("ID,Title,ReleaseDate,Genre,Price")] Movie movie)
{
    if (ModelState.IsValid)
    {
        _context.Add(movie);
        await _context.SaveChangesAsync();
        return RedirectToAction(nameof(Index));
    }
    return View(movie);
}

Veja a instrução antes da declaração do parâmetro movie. É neste ponto que surgiu minha dúvida e me deixou confuso.

Dúvidas

  1. Que tipo de característica é a instrução [Bind("ID,Title,ReleaseDate,Genre,Price")] passada na assinatura do método Create?
  2. Qual seria a finalidade desta característica quando usada em um método?
  • 2
    Sei que serve para definir quais atributos do objeto devem ser passados no HttpPost, da mesma forma, há outra instrução para excluir atributos do Bind feito durante o Post no objeto. Não tenho maiores informações para formular uma resposta decente, então deixo apenas como comentário mesmo =] msdn.microsoft.com/en-us/library/… – Rovann Linhalis 13/11/17 às 0:58
2

Que tipo de característica é a instrução [Bind("ID,Title,ReleaseDate,Genre,Price")] passada na assinatura do método Create?

São atributos. Podem ser usados em outras partes do código.

Qual seria a finalidade desta característica quando usada em um método?

É uma forma de definir metadados para a plicação. Isto pode ser usado pelo compilador, pelo framework geral (.NET), o framework específico (ASP.NET por exemplo) ou até sua própria aplicação.

Esta informação pode ser obtida com reflexão e usada da forma como for mais conveniente.

Neste caso o ASP.NET Core pega a informação ali e mapeia no objeto, então as strings recebidas pelo HTTP com os nomes citados ali serão usados para compor o objeto movie. O framework sabe como fazer isto, você só precisa saber como usar o atributo para indicar o que ele deve fazer.

É até uma medida de segurança contra injeção de dados indevidos.

É uma forma mais declarativa de programação que é útil em alguns casos para reduzir o boiler plate (código para fazer operações enfadonhas, repetitivas, só para resolver algo antes de fazer o que realmente precisa, ele cuida de um buracaria necessária, mas que não agrega nada específico à solução).

Outro exemplo de uso.

  • Isto também serve para proteger o controller contra overpost. – gato 15/11/17 às 21:41
  • Sem dúvida..... – Maniero 15/11/17 às 21:59

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.