5

Cenário

Sei que posso configurar os logs para que os erros e exceções sejam gravados, isso é legal, porem as vezes é demasiadamente chato ficar lendo esses arquivos.

Pergunta

  1. Como capturar os erros e exceções afim de poder manipulá-los em tempo de execução?
  2. Qual o impacto que isso pode causar sobre a performance da minha aplicação?

Objetivo

Existe um sistema online que interage com a aplicação, captura os erros e os mostra em um site (http://bugsnag.com). A ideia é fazer um implementação in-house semelhante.

Não responder com indicações de outros sistemas semelhantes. a pergunta tem escopo na implementação de tal funcionalidade, e não no uso de um sistema de terceiros.

  • Você quer capturá-los para fazer o que com eles? Se for para depurar, muitas vezes é importante saber o que o servidor estava fazendo quando o erro aconteceu. Pessoalmente, acho mais difícil fazê-lo quando os logs são separados e eu tenho que manter os dois abertos ao mesmo tempo e ficar comparando timestamps (ex.: o access.log e o error.log do Apache). Independentemente disso, considero sua pergunta válida. – mgibsonbr 28/01/14 às 20:36
4

Você pode capturar suas exceções assim com set_exception_handler():

function exceptionHandler($e) {
    Notificador::logarExcecao($e);
    throw $e;
}
set_exception_handler('exceptionHandler');

Dessa forma, você poderá manipular qualquer exceção não capturada. Para manipular os erros, utilize set_error_handler(), que funciona de forma similar. Se você precisar de um controle mais específico, pode colocar no construtor da exceção, algo assim:

class LogException extends Exception {
    public function __construct($message = null, $code = 0) {
        parent::__construct($message, $code);
        Notificador::logarExcecao($this);
    }
}

As suas demais exceções apenas extenderão esta LogException.

No método logarExcecao($e) você pode definir o que irá fazer ao receber uma exceção. Lembrando que você não deve fazer ações neste método que sejam muito custosas computacionalmente, já que isso pode comprometer a usabilidade do seu sistema. Acessar um arquivo de texto escrever nele provavelmente será mais rápido que acessar um DB com PDO, por exemplo. Nesse caso, podes definir uma rotina, por exemplo, de a cada 30min, enviar um report por e-mail, via cron jobs.


Você disse que não queria, mas ainda assim, para soluções mais robustas de LOG, eu recomendo a biblioteca monolog, que pode ser inserida no projeto via Composer.

  • Sim Calebe, eu conheço o Monolog e acho super interessante, porem o foco da pergunta era mostrar como é a interface do PHP para logs de terceiros – hernandev 28/01/14 às 21:35
  • Se você for olhar a documentação do bugsnag, verá que ele utiliza os mesmos métodos que utilizei. – Calebe Oliveira 28/01/14 às 23:08

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.