5

Como posso codificar essa equação em Java?

750=(1-(1+j)^(-10))/j*86

inserir a descrição da imagem aqui

  • O que seria codificar? Resolver a equação? – Pablo Almeida 4/11/17 às 1:35
  • Resolver a equação em forma de código – Weriky Alphazero 4/11/17 às 1:36
  • Queres achar o valor de j? – Jefferson Quesado 4/11/17 às 1:39
  • Sim pretendo encontrar o valor de j – Weriky Alphazero 4/11/17 às 1:42
  • Posso fornecer uma aproximação numérica, não conheço solução exata para equações desse tipo. Vou postar em breve – Jefferson Quesado 4/11/17 às 1:49
3

Esse daqui realiza o cálculo usando o método da bissecção, procurando o j no intervalo de 10−5 até 1. Ele trabalha com BigDecimals arredondando divisões com 21 casas decimais e trabalhando com uma margem de erro de 10−5 no valor bruto do q0 encontrado para aceitar a solução.

Eis o código:

import java.math.BigDecimal;
import java.math.RoundingMode;

class Calculo {

    private static final BigDecimal CEM = new BigDecimal(100);
    private static final BigDecimal DOIS = new BigDecimal(2);

    private static final int PRECISAO_CALCULO = 21;
    private static final int PRECISAO_FINAL = 5;

    private static final BigDecimal DELTA =
            BigDecimal.ONE.divide(BigDecimal.TEN.pow(PRECISAO_FINAL));

    private static final BigDecimal financiamento(int n, BigDecimal j, BigDecimal p) {
        BigDecimal a = BigDecimal.ONE.add(j).pow(n);

        BigDecimal b = BigDecimal.ONE.divide(
                a,
                PRECISAO_CALCULO,
                RoundingMode.HALF_EVEN);

        return BigDecimal.ONE
                .subtract(b)
                .multiply(p)
                .divide(j, PRECISAO_CALCULO, RoundingMode.HALF_EVEN);
    }

    private static final BigDecimal taxaFinanciamento(
            BigDecimal q0,
            int n,
            BigDecimal p)
    {
        BigDecimal j1 = DELTA;
        BigDecimal j2 = BigDecimal.ONE;
        BigDecimal q1 = financiamento(n, j1, p);
        BigDecimal q2 = financiamento(n, j2, p);
        BigDecimal m1 = q1.subtract(q0);
        BigDecimal m2 = q2.subtract(q0);
        if (m1.abs().compareTo(DELTA) <= 0) return j1;
        if (m2.abs().compareTo(DELTA) <= 0) return j2;
        for (int i = 0; i < 50; i++) {
            if (m1.signum() == m2.signum()) {
                throw new ArithmeticException("Fora do intervalo"
                        + ": q1=[" + q1 + "], j1=[" + j1 + "], m1=[" + m1 + "]"
                        + ", q2=[" + q2 + "], j2=[" + j2 + "], m2=[" + m2 + "]"
                        + ", i=" + i);
            }
            BigDecimal j3 = j1.add(j2).divide(DOIS);
            BigDecimal q3 = financiamento(n, j3, p);
            BigDecimal m3 = q3.subtract(q0);
            if (m3.abs().compareTo(DELTA) <= 0) return j3;
            if (m3.signum() == m1.signum()) {
                q1 = q3;
                j1 = j3;
            } else {
                q2 = q3;
                j2 = j3;
            }
        }
        throw new ArithmeticException("Não convergiu"
                + ": q1=[" + q1 + "], j1=[" + j1 + "], m1=[" + m1 + "]"
                + ", q2=[" + q2 + "], j2=[" + j2 + "], m2=[" + m2 + "]");
    }

    private static void teste(int q0, int p, int n) {
        BigDecimal bdq0Ideal = new BigDecimal(q0);
        BigDecimal bdp = new BigDecimal(p);
        BigDecimal j = taxaFinanciamento(bdq0Ideal, n, bdp);
        BigDecimal bdq0Obtido = financiamento(n, j, bdp);
        System.out.println("----------");
        System.out.println("q0-ideal=[" + bdq0Ideal + "]");
        System.out.println("p=[" + bdp + "]");
        System.out.println("j=[" + j + "]");
        System.out.println("q0-obtido=[" + bdq0Obtido + "]");
        System.out.println("----------");
        System.out.println();
    }

    public static void main(String[] args) {
        teste(750, 86, 10);
        teste(750, 85, 10);
    }
}

Eis a saída:

----------
q0-ideal=[750]
p=[86]
j=[0.025690244208984076976776123046875]
q0-obtido=[749.999997639096753068406]
----------

----------
q0-ideal=[750]
p=[85]
j=[0.023429261477030813694000244140625]
q0-obtido=[749.999996056141438963093]
----------

Esta saída significa que:

  • Para um valor de p = 86 e um q0 desejado de 750, foi calculado que um valor j = 2,5690244...% produz um q0 = 749,99999763...

  • Para um valor de p = 85 e um q0 desejado de 750, foi calculado que um valor j = 2,3429261...% produz um q0 = 749,99999605...

Veja aqui funcionando no ideone.

  • Pelo que acabei de ler sobre esse método, ele é muito mais adequado ao caso. No método dos trapézios, a possibilidade dele divergir é muito maior – Jefferson Quesado 4/11/17 às 5:07
  • O que seria o erro de não convergiu? Percebi que se coloco o valor da parcela em 85 ele retorna este erro Exception in thread "AWT-EventQueue-0" java.lang.ArithmeticException: Não convergiu: 749.92995258177 0.0234472656267621283632252016104757785797119140625 749.92995258175 0.0234472656267630165327631175387068651616573333740234375 – Weriky Alphazero 4/11/17 às 19:01
  • @WerikyAlphazero Isso significava que após 50 tentativas, ele desistiu e não conseguiu encontrar a solução, mostrando o valor mais perto que ele atingiu. Entretanto, revisei e editei o código e corrigi esse erro. Agora ele consegue resolver este caso. – Victor Stafusa 4/11/17 às 22:52
  • Obrigado pela ajuda – Weriky Alphazero 7/11/17 às 13:56
5

Estou utilizando o método dos trapézios para resolver essa equação. Esse método também atende ao nome "método das secantes".

O método dos trapézios se aproxima muito ao do Algoritmo de Newton-Raphson, mas no lugar de usar a derivada usa a diferença entre dois pontos dados para buscar o próximo ponto de tentativa. Não são todas as funções que se adequam ao uso desse método para encontrar suas raízes. Essa sua equação, por exemplo, não é.

Método de Newton-Raphson:

Método de Newton-Raphson

"Animation of Newton's method" por Ralf Pfeifer é licenciado sob CC-BY-SA 3.0

Método dos trapézios:

Método dos trapézios

"Illustration of the secant method" de Jitse Niesen, domínio público.

Joguei no WolframAlpha para saber uma das raízes reais e ver se consigo me aproximar.

import java.util.function.DoubleUnaryOperator;

public class ResolucaoTrapezio {
    private Double raiz;
    private Integer iteracoesTotal;
    private Double errRaiz;

    public boolean achouRaiz() {
        return raiz != null;
    }

    public Double getRaiz() {
        return raiz;
    }

    public Double getErrRaiz() {
        return errRaiz;
    }

    public Integer getIteracoesTotal() {
        return iteracoesTotal;
    }

    public ResolucaoTrapezio(DoubleUnaryOperator func, double x0, double x1, double err, int iteracoes) {
        achaRaiz(func, x0, x1, err, iteracoes);
    }

    public void achaRaiz(DoubleUnaryOperator func, double x0, double x1, double err, int iteracoes) {
        double y0, y1;

        y0 = func.applyAsDouble(x0);
        if (diffErrAceitavel(y0, err)) {
            iteracoesTotal = 0;
            raiz = x0;
            errRaiz = -y0;
            return;
        }

        for (int it = 0; it < iteracoes; it++) {
            y1 = func.applyAsDouble(x1);

            if (diffErrAceitavel(y1, err)) {
                iteracoesTotal = it + 1;
                raiz = x1;
                errRaiz = -y1;
                return;
            }

            // entrou em laço infinito =(
            if (y1 == y0) {
                break;
            }

            // próximo passo, achando o próximo x
            double x2 = x0 - y0*(x1 - x0)/(y1 - y0);

            // atualizando: x_{i} <-- x_{i-1}
            x0 = x1;
            x1 = x2;

            // atualizando: y0 recebe o último y encontrado
            y0 = y1;
        }
        iteracoesTotal = null;
        raiz = null;
        errRaiz = null;
        return;
    }

    private static boolean diffErrAceitavel(double y0, double err) {
        return Math.abs(y0) < err;
    }
}

Esse objeto, a partir do construtor, tenta achar a resposta usando o método dos trapézios. Ele tem algumas limitações propositais para evitar processamento divergente, como detecção de retângulo e quantidade de iterações. Também considera que a raiz é um número próximo o suficiente de zero de acordo com um erro passado. Estou usando 7 casas decimais de precisão, então o erro é garantido ser menor do que 0.0000001.

Se não for possível encontrar a raiz, o valor de getRaiz() e de getErrRaiz() serão nulos. Eu sempre estou guardando quantas iterações usei para chegar na conclusão de que cheguei na raiz ou divergi no getIteracoesTotal().

Para a sua função, usei a seguinte fórmula:

(j) -> {
    double q0 = 750;
    double n = 10;
    double p = 86;

    return p*(1 -  Math.pow(1 + j, -n)) / j - q0;
}

Se quiser achar o valor de outra variável, é só por a variável como parâmetro e fixar o valor de j. Por exemplo hipotético:

(n) -> {
    double q0 = 750;
    double p = 86;
    double j = 0.0256902;

    return p*(1 -  Math.pow(1 + j, -n)) / j - q0;
}

Um exemplo de chamada desse objeto é o seguinte:

    public static void main(String[] args) {
        ResolucaoTrapezio resTrap = new ResolucaoTrapezio((j) -> {
            double q0 = 750;
            double n = 10;
            double p = 86;

            return p*(1 -  Math.pow(1 + j, -n)) / j - q0;
        }, -1.8, -1.5, 0.00000001, 1000);

        System.out.println("resolução da equação: " + resTrap.getRaiz() + ", nessa quantidade de iterações: " + resTrap.getIteracoesTotal() + " (erro " + resTrap.getErrRaiz() + ")");
    }

A saída obtida foi:

resolução da equação: -1.756371998522421, nessa quantidade de iterações: 10 (erro -3.410605131648481E-13)

Aqui, no método dos trapézios achar os primeiros dois valores bons é fundamental. O @VictorStafusa sugeriu que eu devesse começar com 0.25 e 0.5.

Testando a sugestão do @VictorStafusa:

resolução da equação: null, nessa quantidade de iterações: 1000 (erro null)

Bem, divergiu...

Então, podemos tentar adivinhar quais são os pontos iniciais para essa função... Comecemos de 0.001 até 0.9 como x0, passo de 0.0001. Façamos com que x1 difira de x0 um delta entre 0.00001 a 0.5 de x0 variando a cada passo 0.00001.

Eu consigo fazer isso através do seguinte for:

for (double x0 = 0.001; x0 <= 0.9; x0 += 0.0001) {
    for (double delta = 0.0001; delta <= 0.5; delta += 0.0001) {
        double x1 = x0 + delta;
        // processamento desejado aqui
    }
}

Tentando achar a raiz...

public static void main(String[] args) {
    DoubleUnaryOperator f = (j) -> {
        double q0 = 750;
        double n = 10;
        double p = 86;

        return p*(1 -  Math.pow(1 + j, -n)) / j - q0;
    };

    int divergencias = 0;
    int convergencias = 0;
    int totalIteracoesAcc = 0;
    for (double x0 = 0.001; x0 <= 0.9; x0 += 0.0001) {
        for (double delta = 0.0001; delta <= 0.5; delta += 0.0001) {
            double x1 = x0 + delta;

            ResolucaoTrapezio resTrap = new ResolucaoTrapezio(f, x0, x1, 0.00000001, 1000);

            totalIteracoesAcc += resTrap.getIteracoesTotal();

            if (resTrap.achouRaiz()) {
                if (convergencias < 10) {
                    System.out.println(String.format("ACHOU RAIZ... parâmetros: x0 = %f x1 = %f; raiz = %f (err = %f); iterações %d", x0, x1, resTrap.getRaiz(), resTrap.getErrRaiz(), resTrap.getIteracoesTotal()));
                }
                convergencias++;
            } else {
                if (divergencias < 10) {
                    System.out.println(String.format("não achou raiz... parâmetros: x0 = %f x1 = %f; iterações %d", x0, x1, resTrap.getIteracoesTotal()));
                }
                divergencias++;
            }
            System.out.println(String.format("Já rodamos %d iterações ao todo; %d convergências, %d divergências", totalIteracoesAcc, convergencias, divergencias));
        }
    }
}

Saída:

ACHOU RAIZ... parâmetros: x0 = 0,001000 x1 = 0,001100; raiz = 0,025690 (err = -0,000000); iterações 6
Já rodamos 6 iterações ao todo; 1 convergências, 0 divergências
ACHOU RAIZ... parâmetros: x0 = 0,001000 x1 = 0,001200; raiz = 0,025690 (err = -0,000000); iterações 6
Já rodamos 12 iterações ao todo; 2 convergências, 0 divergências
ACHOU RAIZ... parâmetros: x0 = 0,001000 x1 = 0,001300; raiz = 0,025690 (err = -0,000000); iterações 6
Já rodamos 18 iterações ao todo; 3 convergências, 0 divergências
[... omitido por questão de porque sim ...]

Bem, achamos a raiz. Feliz? Eu estou =D

Por curiosidade, se o algoritmo rodasse para todas as combinações possíveis de x0 e x1, o tempo que ele levaria...

Rodamos ao todo -1825970073 iterações ao todo; 12818639 convergências, 32136361 divergências
Tempo total: 519060 ms

Bem, estourou o inteiro, vou colocar um long que deve aguentar. Também vou por long para o número de convergências e divergências por via das dúvidas...

Novo resultado, agora sem overflow de inteiros:

Rodamos ao todo 32533768295 iterações ao todo; 12818639 convergências, 32136361 divergências
Tempo total: 492871 ms

Ressalva quanto a tipagem

Eu sou um dos maiores defensores de que, quando você está lidando com matemática financeira e dinheiro, você deveria usar BigDecimal.

Entretanto, a abordagem de resoluçao deste problema foi via métodos numéricos. É tanto que eu posso não encontrar a raiz real, mas eu encontrei um valor que está a um erro máximo de 1e-7 de 0. Os cálculos e resultados desses métodos numéricos trazem consigo um erro intrínseco que não cabe ao tipo exato BigDecimal, mas sim cabe ao tipo científico double.

Leia mais:

  • Na verdade, eu havia sugerido 0.25 e 0.5. – Victor Stafusa 4/11/17 às 4:31
  • Perdão, vou atualizar agora... descobri que o número de iterações acima ultrapassa o int (acabou de terminar a execução) – Jefferson Quesado 4/11/17 às 4:32
  • Divergiu =P Nem vou precisar alterar muito a minha resposta – Jefferson Quesado 4/11/17 às 4:36
  • Obrigado pelo esclarecimento – Weriky Alphazero 4/11/17 às 15:50

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.