3

Gostaria de entender como faço para gravar em um arquivo, numeros de 0 a 10, a partir deste código:

main(){
    setlocale(LC_ALL,"Portuguese");
    int num[10],i; 
    FILE *arquivo;
    arquivo = fopen("c:\\Ling_C\\resultado.txt","a");

    if(arquivo==NULL){
        printf("Arquivo texto.txt não pode ser aberto!\n");
        getchar();
    }
    else{
        for (i=0;i<10;i++){
            fwrite(&num[i],sizeof(int),10,arquivo);
        }
    }
    fclose(arquivo);
    getchar();
}
4

Primeiramente a barra está invertida no caminho do arquivo.

Segundo a função fopen recebe alguns parâmetros o parâmetro fopen("file", **a**) indica que irá concatenar ao final do arquivo, utilize o fopen("file", **w**) se quiser sobreescrever.

Para escrita em arquivos você pode utilizar a função fprintf, segue link com definição de algumas funções para escrita em arquivos:

As funções fputc(), fprintf() e fputs()

Veja o exemplo abaixo e em seguida seu output:

#include <stdio.h>
#include <conio.h>

int main(void){
    FILE *arq;
    int result;

    arq = fopen("C:/Users/inpart/Desktop/EstudoC/ArqGrav.txt", "w");  

    if (arq == NULL)
    {
     printf("Arquivo ArqGrav.txt não pode ser aberto!\n");
     return 0;
    }

    for (int i = 0; i<10;i++)
    {
      fprintf(arq,"Linha %d\n", i);                       
    }

    fclose(arq);

    return 0;
}

inserir a descrição da imagem aqui

2
  • Eu esperava uma resposta com fwrite, nas esta certamente valeu meu +1 26/10/17 às 16:32
  • Eu também , mas valeu com certeza o meu +1 26/10/17 às 16:36
4

A resposta do @CaiqueRomero atacou o problema por um lado que eu considero inesperado, mas muito bom. Ele também fala das demais coisas relativas à abertura de arquivos e deixou ótimas referências de leitura.

Vim aqui falar do fwrite.

A primeira coisa é ver a assinatura da função:

size_t fwrite ( const void * ptr, size_t size, size_t count, FILE * stream );

Pronto, vamos entender o que isso quer dizer. A função diz que vai imprimir na stream passada count elementos de tamanho size_tapontados por ptr.

Se você quiser imprimir dez inteiros de um vetor v no arquivo f, você poderia fazer:

fwrite(v, sizeof(int), 10, f);

Onde:

  • v é o vetor, portanto pode ser trabalhado como um ponteiro
  • sizeof(int) é o tamanho da unidade do vetor; também poderia ser sizeof(*v) ou sizeof(v[0]), mas prefiro passar o tipo
  • 10 é a quantidade de elementos
  • f é o arquivo aberto para escrita

Algumas observações:

  • fwrite escreve os bytes, literalmente
  • fprintf escreve a representação textual
  • cabe abrir o arquivo em modo binário ao saber que se vai usar o fwrite, e normalmente se abre em modo textual para fprintf por questões de performance
    • para abrir para leitura binária, rb como argumento do fopen; escrita é com wb
  • se você tentar abrir de modo textual um arquivo preenchido com fwrite, obterá um resultado assim (créditos ao @CaiqueRomero pelo print):

print do @CaiqueRomero tentando abrir um arquivo binário com um editor de texto: apenas caracteres incompreensíveis

2
  • Cara muito boa resposta! 27/10/17 às 10:54
  • Bem explicativo , aumenta mais o meu conhecimento , valeu ! 27/10/17 às 14:45

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.