0

Oq eu estou pensando em fazer é "sair" com um session_destroy() quando o mesmo usuário fizer login em algum outro lugar. Existe uma maneira de fazer isso ?

7
  • O que quis dizer com o mesmo usuário fazer login em outro lugar? 20/10/2017 às 20:15
  • @WendelRodrigues em um outro navegador por exemplo 20/10/2017 às 20:16
  • Acho que a SESSION é vinculada ao navegador. Então, como vc faria pra matar uma de outro navegador?
    – Sam
    20/10/2017 às 20:39
  • 1
    Acho que isso não tem como. O que vc teria quer fazer era um token de acesso no servidor (via banco ou arquivo), e quando o cara logar em outrolugar, verificar se esse token está ativo e matar ele.
    – Sam
    20/10/2017 às 20:44
  • 1
    Creio que vc vai ter que criar um campo em uma tabela no banco de dados e vai ter que trabalhar com cookie. Dai vc armazena no cookie alguma hash e armazena ela no banco também. Dai vc verifica se a hash do cookie e do banco são iguais, se for diferente vc faz logoff. Pra isso cada vez que logar vc tem que gerar uma hash e armazenar no banco e no cookie. 20/10/2017 às 20:46

2 Respostas 2

2

Ficou confuso sua pergunta, mas vou tentar desmembrar algumas possibilidades que consegui perceber com sua pergunta.

Situação Um / Usuário Logado

  • O usuário está logado e neste momento temos uma session para este usuário.

  • O usuário tentou logar novamente em outro browser o sistema irá criar outra session para este mesmo usuário.

  • O sistema neste cenário está permitindo o usuário logar diversas vezes sem restrição.

Situação dois / Validando Session

  • O usuário está logado e neste momento temos uma session para este usuário.

  • O usuário tentou logar em outro browser você fez uma função para checar se a session existe para este usuário e caso esteja logado não permitir que ele logue novamente.

Situação três / Destroy Session

  • O usuário está logado e neste momento temos uma session para este usuário.

  • Quero fechar a session em PHP podemos usar session_destroy(), esta função irá remover toda a session deste usuário, todas as variáveis criadas serão destruídas ou seja destrói todos os dados associados com a sessão atual, ela não apaga nenhuma das variáveis globais associadas à sessão atual, nem apaga o cookie de sessão, para usar as variáveis de sessão novamente, session_start() deve ser chamada.

Importante salientar que não é necessário chamar session_destroy(), ao invés de destruir os dados da sessão, limpe o array $_SESSION e pronto.

Outro ponto importante é que se $_SESSION (ou $HTTP_SESSION_VARS para PHP 4.0.6 ou inferior) for usada, use unset() para desregistrar a variável da sessão, isto é, unset($_SESSION['varname']);.

Cuidado

Não elimine completamente $_SESSION com unset($_SESSION) já que isto desabilitará o registro de variáveis de sessão através da super global $_SESSION.

Você também pode usar session_unset(void) que libera todas as variáveis de sessão registradas.

Session em Arquivo ou em Redis

Existe a possibilidade de usar session em arquivo que já é a configuração padrão atualmente, ou em banco de dados como o Redis, o comportamento é transparente em ambos os casos.

Gerenciando sessions de usuários logados

Em aplicações que precisamos gerenciar os ambientes e não permitir usuários logados múltiplas vezes, horários de utilização do sistema e proibir o acesso, necessidade de checar se o usuário está online ou derrubar o sistema.

Neste cenário citado acima de controles de acesso, você poderá implementar lendo o arquivo da session seja ele em arquivo ou em banco.

Vou mostrar como fazer isto lendo um arquivo por exemplo:

Temos a função session_decode ela decodifica os dado de sessão serializados fornecidos em $data e preenche a super global $_SESSION com o resultado.

O código ficaria assim:

$pathFile = "/tmp/sess_vvk5ff5u1jjabatog0353pce4lc3mpc9";
$conteudo = file_get_contents($pathFile);
session_decode($conteudo);
print_r($_SESSION);

A desvantagem deste recurso é que ele coloca tudo em $_SESSION, e não terá um resultado que gostaria.

A outra forma e mais segura é decodificar o arquivo ele possui um padrão e usando unserialize você irá conseguir criar um vetor com todas as variáveis que está na session.

O método ou função para fazer a decodificação do arquivo de sessão seria assim:

while ($offset < strlen($conteudo_session)) {
if (!strstr(substr($conteudo_session, $offset), "|")) {
  throw new Exception("invalido o seu conteudo " . substr($conteudo_session, $offset));
    }
    $pos = strpos($conteudo_session, "|", $offset);
    $num = $pos - $offset;
    $varname = substr($conteudo_session, $offset, $num);
    $offset += $num + 1;
    $data = unserialize(substr($conteudo_session, $offset));
    $return_data[$varname] = $data;
    $offset += strlen(serialize($data));

}

return $return_data;

Desta forma consegue saber se usuário está online, consegue derrubar um usuário mesmo você conectado com outro usuário, consegue fazer um script para checar se o usuário pode está logado naquele momento e diversas outras possibilidades.

Bem espero ter ajudado, apesar de não ficar bem claro a pergunta deixei algumas observações sobre session_destroy que podem ser úteis.

2
  • Muito obrigado era exatamente isso que eu estava procurando, quando o usuario loga no meu site eu salvo o session_id e queria saber se tinha como deslogar, com a sua explicação consegui ver como vou poder implementar no caso era a "situação 3" que você escreveu 20/10/2017 às 21:29
  • Excelente, imaginei .... sucesso.
    – jeffotoni
    20/10/2017 às 21:32
1

Você pode tornar as sessões previsíveis, para você. Isso tem um risco envolvido, mas assim você conseguiria destruir a sessão anterior, sabendo o estado atual.


Na teoria a ideia a minha ideia é simples, no banco de dados você teria:

Id | Usuario | ... | Semente     | Estado
 1 | Alice   | ... | (Aleatório) | 1
 2 | Bob     | ... | (Aleatório) | 5 

Também teria uma chave fixa, preferencialmente fora do código, como numa variável de ambiente, mas não no mesmo local/servidor do banco de dados. Mas, para facilitar o entendimento, algo como:

$ChavePrivada = '...'; // Chave de 512 bits aleatória.

Então você teria que fazer:

HMAC(HMAC( {ESTADO} , {SEMENTE} ), {CHAVE PRIVADA DA APLICAÇÃO})

Dessa forma, por exemplo, no caso da Alice:

HMAC(HMAC('0', 'ABCDE... Aleatório'), 'ASDFG... Aleatório'))

Quando Alice efetuar um novo login, você fará:

HMAC(HMAC('1', 'ABCDE... Aleatório'), 'ASDFG... Aleatório'))
//...
HMAC(HMAC('2', 'ABCDE... Aleatório'), 'ASDFG... Aleatório'))
//...
HMAC(HMAC('3', 'ABCDE... Aleatório'), 'ASDFG... Aleatório'))

Como você percebeu, isso será sequencial. Isso indica que a sessão sempre irá incrementar, o último acesso do usuário está no nosso "Estado", por isso para destruir as sessões anteriores basta fazer Estado -1 e iremos obter o identificador da sessão anterior.

O segundo HMAC, com uma chave da aplicação, tem o proposito de impedir que alguém consiga prever/recuperar mesmo se tiver acesso a semente de outros usuários.


Na prática:

const ChavePrivada = '...'; // Define uma chave SEGURA de 512 bits.

function calcularSessao(string $semente, int $estado) : string {
    return hash_hmac('sha512',
             hash_hmac('sha512', $estado, $semente, true), 
           ChavePrivada);
}

function encerrarSessoesRecentes(string $semente, int $estado) {
   for($i = ($estado - 6); $i < $estado; $estado++){
      unlink('/tmp/sess_' . calcularSessao($semente, $i));
   }
}

Depois para definir a sessão do usuário:

mysqli_begin_transaction($link);
mysqli_autocommit($link, false);
mysqli_query($link, 'SELECT ..., Semente, Estado FROM ... WHERE ... FOR UPDATE');

//...
if($SenhaCorreta){

    encerrarSessoesRecentes($Semente, $Estado);

    mysqli_query($link, 'UPDATE ... SET Estado = Estado + 1 WHERE ...');
    if(mysqli_affected_rows($link) !== 1){
        mysqli_rollback($link);
        exit();
    }

    mysqli_commit($link);

    session_id(calcularSessao($Semente, $Estado));
    session_start();

    //...
}

Irei melhorar e testar o exemplo depois, e atualizo a resposta, mas acredito que dê para entender.


/!\ Cuidado:

Isso não foi desenvolvido por nenhum profissional de segurança. Ele pode ter outros problemas que não fui capaz de identificar, assim existindo outros ataques que serão bem sucedidos. Se descobrir algum por favor comente.

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag .