0

Criei uma função pra trocar os ponteiros de uma lista encadeada, a ideia é bem simples, troco eles e atualizo o próximo elemento pra ele não perder a referência, só que a função tá perdendo a referência, p.ex., testei uma lista l = 1, 2, 3, 4, 5, 6, e quero trocar o 2 e o 4 de posição, ele me retorna l = 1, 2, 5, 6, quando deveria ser l = 1, 4, 3, 2, 5, 6. Não sei mais o que fazer, testei várias alternativas e nada, segue o código:

def troca_teste(L): 
        p = L.head
        aux = p
        while p:
            if p.element == 2:
                q = p.next
                while q:                  
                    if q.element == 4:          
                        #swap dos ponteiros          
                        aux = q
                        q = p
                        q.next = aux.next                        
                        aux.next = p.next
                        p = aux                        
                        p.next = aux.next                                     
                        break  
                    q = q.next                   
            p = p.next

Definição das classes:

class LinkList:

    class Node:

        def __init__ (self, element = None, next = None):
            self.element = element
            self.next = next

    def __init__ (self):
        self.head = None
        self.size = 0
  • Como você definiu a classe de lista? E como você definiu a classe de elemento da lista? – Jefferson Quesado 15/10/17 às 17:19
  • Você disse que quer trocar algumas coisas de posição, mas não definiu no texto da pergunta o que o 2 ou o 4 tem de especial, assim sendo fica complicado tentar dar uma resposta que realmente sane sua dúvida. Eu particularmente fiquei confuso com o código dado seu texto de pergunta – Jefferson Quesado 15/10/17 às 17:22
  • A ideia é trocar dois elementos de uma lista, adjacentes ou não, no caso, como estou apenas testando as trocas, usei uma lista l = 1, 2, 3, 4, 5, 6, minha ideia é trocar o dois e o quatro de posição – Marcelo de Sousa 15/10/17 às 17:24
  • Então o resultado esperado seria 1,4,3,2,5,6? – Jefferson Quesado 15/10/17 às 17:25
  • Sim, fiz alterações no texto pra melhor compreensão – Marcelo de Sousa 15/10/17 às 17:26
1

Você deseja fazer uma operação de swap. O swap é uma operação que, dado um conjunto indexável e dois índices, troca de posição os elementos demorados por esses índices.

Preliminares

Chamemos a lista indexável de l. Para o seu caso, l é uma instância de LinkList.

Devido à definição de LinkList, l não está indexado. Para fazer acessos indexados, a ideia é mais ou menos a seguinte:

def acesso_nodo(l, idx):
    # se o índice for além do que está armazenado, retorna nenhum nó
    if l.size <= idx < 0:
      return None
    atual = l.head
    while idx > 0:
        atual, idx = atua.next, idx - 1
    return atual

Note que essa função vai retornar o nó (instância de Node, não o elemento dentro do nó, e isso é proposital). Assim sendo, podemos dizer que, através de um índice, obtemos o nó associado. Agora podemos tratar l como um conjunto indexado, já que transformamos sua capacidade de ser indexado em fato (antes de acesso_nodo, instâncias de LinkList eram passíveis de sofrerem indexação, portanto indexáveis; depois dessa função, transformamos essa capacidade em realidade, daí agora podemos chamar LinkList de indexado).

Fazendo a troca, mantendo estrutura

Como estamos fazendo uma operação de troca, a estrutura topológica da lista. Assim, ao obtermos os nós que apontam para os elementos de índice k e j (doravante denominados nodo_k e nodo_j), precisamos fazer apenas:

nodo_k.element, nodo_j.element = nodo_j.element, nodo_k.element

Então, fica aberto apenas identificar nodo_j e nodo_k. Sobre a função descrita na seção anterior, podemos fazer a seguinte função (relativamente não eficiente):

def swap_toplologico_1(l, j, k):
    nodo_j = acesso_nodo(l, j)
    nodo_k = acesso_nodo(l,k)
    if nodo_j != None and nodo_k != None:
        nodo_k.element, nodo_j.element = nodo_j.element, nodo_k.element
    return l

Note aqui que, para navegar até o maior índice, é necessário passar pelo menor índice. Em cima disso, podemos fazer uma otimização e diminuir o acesso a referência em pelo menos o(min(j,k)):

def swap_toplologico_2(l, j, k):
    (m, M) = (j, k) if j < k else (k, j)
    if M >= l.size or m == M or m < 0:
        return l
    atual = l.head
    while M >= 0:
        if m == 0:
            nodo_m = atual
        if M == 0:
            nodo_M = atual
        atual, m, M = atual.next, m - 1, M - 1
    nodo_m.element, nodo_M.element = nodo_M.element, nodo_m.element
    return l

Aqui, a ideia foi fazer a mesma iteração feita em acesso_nodo só que voltada para o maior elemento do índice passado, aproveitando quando se passa no menor índice para guardar seu valor. Note que, no laço, há condições para detectar quando se encontra o índice desejado e guardar nas variáveis nodo_m e nodo_M.

Para ter menos questões de ajustes condicionais, coloquei que m será o menor dos índices j e k, e M para ser o maior. Então, se j for o menor, então nodo_j é equivalente ao nodo_m; caso contrário, de j ser o maior elemento, então nodo_M que equivale a nodo_j. nodo_k fica com o outro nó em ambos os casos.

Também aproveitei e pus uma pequena tratativa para não precisar realizar nenhuma ação quando o índice passado para realizar a troca for o mesmo (ie, j == k), pois trivialmente fazer essa troca tem o mesmo efeito de não fazê-la.

Troca topológica

A outra alternativa é fazendo a troca da estrutura propriamente dita. Os nós fisicamente mudam de estrutura. Como a lista é simplesmente encadeada, não é possível acessar o elemento anterior a partir do atual. Então, precisamos obter o elemento anterior aos dos índices passados para se fazer essa troca.

Assim como na troca mantendo a topologia, é possível escrever um código mais eficiente, mas aqui vou focar mais na lógica do que na performance. Fique a vontade para fazer a versão mais eficiente.

Para acessar os elementos anteriores a j e k, precisamos acessar os elementos j-1 e k-1. Também é bom garantir que o maior elemento é um elemento válido. Outro ponto de atenção é que 0 é um caso especial, onde se faz necessário alterar l.head.

Para tratar de maneira mais simplificada quem é o maior e quem é o menor elemento, usarei a mesma lógica de m,M da função swap_topologico_2. Então verifico apenas se m é zero.

 def swap_trocando_estrutura(l, j, k):
     (m, M) = (j, k) if j < k else (k, j)
    if M >= l.size or m == M or m < 0:
        return l
    prev_M = acesso_nodo(l, M - 1)
    # tratar primeiro o caso de m ser 0
    if m == 0:
        next_head = l.head.next
        next_M = prev_M.next.next

        # trocando as referências dos elementos seguintes
        prev_M.next.next = next_head
        l.head.next = next_M

        # trocando as referências dos elementos desejados
        l.head, prev_M.next = prev_M.next, l.head
        return l
    else:
        prev_m = acesso_nodo(l, m - 1)

        next_m = prev_m.next.next
        next_M = prev_M.next.next

        # trocando as referências dos elementos seguintes
        prev_m.next.next = next_M
        prev_M.next.next = next_m

        # trocando as referências dos elementos desejados
        prev_m.next, prev_M.next = prev_M.next, prev_m.next
        return l

Note que foi necessário trocar os elementos de nodo_m.next e nodo_M.next de tal modo que fosse possível remover nodo_m e nodo_M de seus lugares atuais e manter a coerência da lista.


Leitura recomendada

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.