0

Neste primeiro exemplo gostaria de saber por que a variável x lida em double, quando é formatada pela função "printf()" não exibe o valor corretamente, e todas as vezes o valor é o mesmo.

#include <stdio.h>

int main(){
    double x;

    scanf("%f", &x);

    printf("%e", x);

    return 0;
}

2) Uma variável x do tipo float, quando impressa na tela no formato inteiro sempre dará 1?

#include <stdio.h>

int main(){
    float x;

    scanf("%f", &x);

    printf("%d", x);

    return 0;
}

3) Por que a variável x do tipo inteiro quando impressa no formato double é 0 ?

#include <stdio.h>

int main(){
    int x;

    scanf("%d", &x);

    printf("%f", x);

    return 0;
}
  • 3
    O scanf para double não é usando %f e família, mas %lf e família – Jefferson Quesado 10/10/17 às 23:10
  • 3
    Sobre dois e três, não há coerção de tipo, nem de ponto flutuante para inteiro nem o contrário, então o valor vai ser bem caótico, pois o printf fará interpretação dos bytes passados como sendo de outro tipo – Jefferson Quesado 10/10/17 às 23:12
  • 1
    E para complementar o que o @JeffersonQuesado disse um double/float tem o expoente guardado nos bits de maior peso (normalmente 8) logo e maior parte dos valores são quantificados para zero pois não geram informação até esses bits – Isac 10/10/17 às 23:17
1

Então - como está nos comentários: essas funções printf e scanf não tem como saber qual é o tipo de argumento que você está passando para elas a partir do tipo declarado da variável.

Elas só "adivinham" que tipo de dado foi passado, ou o que devem copiar para a variável (no caso do scanf), a partir justamente da string de formatação.

Então quando você, no caso 3, diz para para o printf que vai passar um número do tipo float, ele vai pegar os bytes correspondents da pilha de parâmetros e trata-los como um double. (Veja abaixo por que um double e não um float). E os valores internos desses bytes são muito diferentes para um float e um inteiro de 4 bytes.

Da mesma forma para o double, ao usar o scanf você tem que dizer se a variável que vai preencher é um "double" ou um "float" - o segundo caso usa os formatos %f, %e ou %g mas sempre preenche apenas 4 bytes na memória alvo com os bytes correspondentes a um float. Para o scanf funcionar com um double, é necessário usar o modificador l no formato: %lf, %le, %lg.

O que confunde é que o próprio compilador, devido à especificação da linguagem C sempre vai transformar um float em um double automaticamente quando for chamada uma função de parâmetros variáveis.

Então na verdade o %f (e %e) no printf sempre vão lidar com doubles (e usar 8 bytes da pilha de argumentos), mesmo que no seu código você escreva que está passando um float. (e sim, os códigos portanto são diferentes dos usados pelo scanf).

Em C é necessário entender bem como os diferentes tipos de dados são representados na memória, e não pode haver sequer um erro. Por exemplo, se ao invés dos exemplos que você passou, tentasse imprimir uma variável int usando a formatação %f, o seu programa poderia terminar com uma falha de segmentação - já que o printf vai querer consumir 8 bytes de argumento onde só há 4. Em linguagens dinâmicas com um nível de abstração maior, como Javascript, Python, PHP e Ruby, esses problemas de conversão exata do dado para sua representação interna em geral são tratados pela própria linguagem. Outras linguagens estáticas como C#, go, Java, etc... vão ter mecanismos melhores para detectar esse tipo de problema no momento da compilação. Mas em C, é só você e a CPU. :-)

  • Só por curiosidade, se o endianess fosse distinto, os printfs continuariam com os mesmos resultados? – Jefferson Quesado 11/10/17 às 4:17
  • 1
    Não. Só quando os dados tiverem o mesmo tamanho. Como num dos casos o erro está na string de formatação para o scanf, por exemplo, 4 bytes diferentes da variável double seram preenchidos pelo scanf com %f (em vez do correto %lf) - e nos prints, a impressão de "ints" passando um double também pegaria 4 bytes diferentes. – jsbueno 11/10/17 às 7:17

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies