11

Eu costumo sempre usar a função addEventListener para "ouvir" alguns eventos, como click, conexão do Websocket e afins.

Por exemplo:

var ws = new WebSocket('ws://echo.websocket.org/');

ws.addEventListener('open', function () {
       // Minha lógica
});

if (window.alguma_condicao) {
    ws.addEventListener('open', function () {
         // Minha lógica
    });
}

No caso acima, em uma determinada situação, como eu poderia fazer pra remover todos os "ouvintes" (os callbacks, que são as funções anônimas) que adicionei através de addEventListener?

4 Respostas 4

11

Só é possível remover um listener usando a referência para a função. Ou seja, você não pode remover eventos que sejam criados com funções anônimas.

Para remover os listeners usando as referências, basta usar a função removeEventListener.

Neste caso, mantenha-se atento ao parâmetro useCapture (o terceiro). Se o addEventListener usar este parâmetro como true, o removeEventListener precisa fazer o mesmo, caso contrário, o evento não sera removido.

Exemplo ilustrativo:

const bt = document.getElementById('bt');

bt.addEventListener('click', fnClick);

function fnClick() {
  console.log('Essa é a última vez que você fez isso');
  bt.removeEventListener('click', fnClick);
}
<button id="bt">Clique aqui</button>

Outra opção é remover o evento dentro da função que o adiciona. Isso é possível definindo uma função nomeada e usando o nome desta função para remover o listener ou usando arguments.callee.

const bt = document.getElementById('bt');
const bt2 = document.getElementById('bt2');

bt.addEventListener('click', function fn() {
  console.log('Essa é a última vez que você fez isso');
  bt.removeEventListener('click', fn);
});

bt2.addEventListener('click', function() {
  console.log('Essa é a última vez que você fez isso (2)');
  bt2.removeEventListener('click', arguments.callee);
});
<button id="bt">Clique aqui</button>
<button id="bt2">Clique aqui</button>

3
  • 2
    mal pude ver os seus movimentos. Commented 28/09/2017 às 19:51
  • @TobiasMesquita Só agora que vi sua resposta XD
    – Jéf Bueno
    Commented 28/09/2017 às 19:52
  • você enviou a sua resposta 5 segundos antes ;D Commented 28/09/2017 às 19:53
9

Uma forma não muito trivial de se executar a tarefa é interceptar a chamada da função addEventListener e guardar a referência à função de algum modo, pois, como dito nas outras respostas, não seria possível remover uma função anônima (ou arrow function) já que não teríamos a referência desta. Se armazenarmos a referência, a solução passa a ser possível.

Considerando que tal solução pudesse ser necessária em uma aplicação em produção, não seria interessante ter que modificar todo o código, tal como nomear todas as funções anônimas ou chamar nossa função personalizada no lugar de addEventListener. O mais prático seria se definíssemos tal comportamento como padrão da função addEventListener e isso é possível reimplementando-a através de Element.prototype.addEventListener. Porém, como necessitaremos da função original, precisamos criar um backup desta com outro nome:

Element.prototype._AddEventListener = Element.prototype.addEventListener;

Aqui, a função addEventListener original passa a ser _addEventListener.

Para então definirmos nossa função addEventListener personalizada:

Element.prototype.addEventListener = function(type, listener, useCapture = false) {

    if (typeof this.listeners === "undefined") {
        this.listeners = [];
    }

    this.listeners.push({type: type, listener: listener, useCapture: useCapture});
    this._AddEventListener(type, listener, useCapture);
};

Ou seja, quando a função for chamada, será verificado se o elemento possui um atributo listenersue armazenará todas as referências dos listeners adicionados. Se não possuir, é definido como uma lista vazia e, após, adicionado a referência do listener à lista, armazenando também o nome do evento e o valor de useCapture. Ao final, é chamada a função _addEventListener, que é a função original, portanto o comportamento original da função permanece inalterado.

Agora, para removermos todos os listeners de um elemento, podemos definir uma nova função:

EventTarget.prototype.removeEventListeners = function(type = null, useCapture = false) {
    if (typeof this.listeners !== "undefined") {
        for (let i = 0; i < this.listeners.length; i++) {
            if ((type == this.listeners[i].type || type === null) && useCapture == this._listeners[i].useCapture) {
                this.removeEventListener(type, this.listeners[i].listener, useCapture);
            }
        }
    }
};

Perceba o s em removeEventListeners para não conflitar com a função original. Basicamente a função verifica se o elemento possui uma lista de listeners e, se possuir, a percorre removendo todos os listeners condizentes com os parâmetros da função. Isto é, se definido o valor de type, serão removidos todos os listeners associados ao evento definido por type cujo o vajor de useCapture seja o mesmo que o passado por parâmetro. Se for chamado sem parâmetros, serão removidos todos os listeners de todos os eventos com useCapture falso.

Vejamos na prática:

// Mantemos a função original de addEventListener:
EventTarget.prototype.originalAddEventListener = EventTarget.prototype.addEventListener;

// Definimos uma função nova que armazena a referência dos listeners:
EventTarget.prototype.addEventListener = function(type, listener, useCapture = false) {

    if (typeof this._listeners === "undefined") {
        this._listeners = [];
    }
    
    this._listeners.push({type: type, listener: listener, useCapture: useCapture});
    this.originalAddEventListener(type, listener, useCapture);
};

EventTarget.prototype.removeEventListeners = function(type = null, useCapture = false) {
    if (typeof this._listeners !== "undefined") {
        for (let i = 0; i < this._listeners.length; i++) {
            if ((type == this._listeners[i].type || type === null) && useCapture == this._listeners[i].useCapture) {
                this.removeEventListener(type, this._listeners[i].listener, useCapture);
            }
        }
    }
};

// Link 1, quando pressionado, muda a cor da fonte para vermelho.
document.getElementById("a1").addEventListener("click", function (event) {
    this.style.color = "red";
});

// Link 2, quando pressionado, muda a cor da fonte para azul, mas o evento é removido.
document.getElementById("a2").addEventListener("click", function (event) {
    this.style.color = "blue";
});

document.getElementById("a2").removeEventListeners("click");

// Link 3, quando pressionado, muda a cor da fonte para verde. O evento é definido como useCapture=true, mas é tentado remover com useCapture=false.
document.getElementById("a3").addEventListener("click", function (event) {
    this.style.color = "green";
}, true);

document.getElementById("a3").removeEventListeners("click");
<a href="#!" id="a1">Link 1</a>
<a href="#!" id="a2">Link 2</a>
<a href="#!" id="a3">Link 3</a>

  • O Link 1 mantém o evento conforme adicionado;
  • O Link 2 volta ao comportamento original, pois o listener é removido;
  • O Link 3 mantém o evento, pois é adicionado com useCapture=true e tentado remover com useCapture=false.

Desta forma, é possível remover os listeners mesmo que estes estejam definidos como uma função anônima ou uma arrow function.

Resumo de chamadas de removeEventListeners:

// Remove os listeners do evento `click`, com useCapture=False:
element.removeEventListeners("click");

// Remove os listeners do evento `click`, com useCapture=True:
element.removeEventListeners("click", true);

// Remove todos os listeners, com useCapture=False:
element.removeEventListeners();

// Remove todos os listeners, com useCapture=True:
element.removeEventListeners(null, true);
8

Infelizmente, o Javascript não disponibiliza uma forma de listar todos os eventos, então você terá de manter uma referência aos eventos adicionados.

Abaixo tem um exemplo de como remover um evento específico.

let teste = document.getElementById("teste");
let event1 = function () {
  console.log("evento 1");
}

let event2 = function () {
  console.log("evento 2");
}

let event3 = function () {
  console.log("evento 3");
}

teste.addEventListener("click", event1);
teste.addEventListener("click", event2);
teste.addEventListener("click", event3);

teste.removeEventListener("click", event2);
<button id="teste">Click Me</button>

você pode implementar o seu proprio gerenciador de Eventos.:

let EventHandler = (function () {
  let EventHandler = function (objeto) {
    this.objeto = objeto;  
    this.types = {};
  };
  EventHandler.prototype.addEvent = function (type, listener) {
    if (!this.types[type])
      this.types[type] = [];
    this.types[type].push(listener);
    this.objeto.addEventListener(type, listener);
  };
  EventHandler.prototype.removeEvent = function (type, listener) {
    if (!this.types[type])
      return;
      
    var index = this.types[type].indexOf(listener);
    this.types[type].splice(index);
    this.objeto.removeEventListener(type, listener);
  };
  EventHandler.prototype.removeAllEvent = function (type) {
    if (!this.types[type])
      return;
    this.types[type].forEach(function (listener, indice) {
      this.objeto.removeEventListener(type, listener);
    }.bind(this));
    this.types[type].length = 0;
  }
  return EventHandler;
})();

let teste = document.getElementById("teste");
let handler = new EventHandler(teste);

handler.addEvent("click", function () { console.log('event 1'); });
handler.addEvent("click", function () { console.log('event 2'); });
handler.addEvent("click", function () { console.log('event 3'); });

teste.addEventListener("click", function () {
  handler.removeAllEvent("click");
  console.log('button clicado');
});
<button id="teste">Click Me</button>

2

Quero compartilhar e agregar as outras excelentes respostas, informando algumas atualizações e soluções alternativas.


Nota

Verifique se a versão de seu navegador suporta os recursos nesta resposta antes de rodar os snippets de código.


Uma atualização para addEventListener

Talvez não tenha sido apresentado nas outras respostas a solução a seguir por uma questão de data, mas se a sua intenção se encaixar nesse caso:

  1. Quero adicionar um ouvinte a um evento, mas quero que ele execute apenas uma vez e depois quero removê-lo!

As soluções do Bueno resolveriam, mas o detalhe que ele mencionou:

"Só é possível remover um listener usando a referência para a função. Ou seja, você não pode remover eventos que sejam criados com funções anônimas."

pode ser contornado com o método a seguir.

Para atender o caso mencionado (1), você pode passar uma função anônima ou não anônima para o addEventListener e como terceiro argumento, um objeto com a opção chamada once. Veja:

const bt2 = document.getElementById('bt2');

bt2.addEventListener('click', function() {
  console.log('Por causa do `once`, vai executar somente 1 vez!');
}, { once: true }); // <- Este objeto
<button id="bt2">Exemplo com "once"</button>

Com { once: true } indicamos o seguinte (de acordo com a documentação):

...que o listenerdeve ser invocado no máximo uma vez após ser adicionado. Se verdadeiro, o ouvinte seria removido automaticamente quando invocado. Se não for especificado, o padrão é false.

Detalhe que no caso acima podemos trabalhar com funções anônmas ou não e não temos a necessidade de chamar removeEventListener para remover o listener de um evento.

Fique atento que esta solução usa a opção once que foi adicionada recentemente em navegadores e até mesmo no Node.js (v14.5.0). No navegador em que escrevo esta resposta (Chrome), ela foi adicionada na versão 55. Por via de duvidas, consulte a versão do ambiente que suporta esse recurso aqui.

AbortController

Geralmente, podemos usar esta API para cancelar chamadas HTTP feitas com fetch, como mencionado nessa resposta, mas não é só isso. Podemos fazer mais com AbortController e o contexto da pergunta se encaixa.

Podemos configurar o addEventListener com um sinal (signal) para que, de forma imperativa, abortemos ou removemos um listener.

Vamos de exemplo, adaptando o exemplo anterior, mas sem o once:

const bt2 = document.getElementById('bt2');
const bt2Controller = new AbortController();
const { signal } = bt2Controller;

bt2.addEventListener('click', function() {
  console.log('Teste');
}, { signal }); // <- Desta vez, passamos o "signal" no lugar do "once"

Agora, vamos ter em mente o seguinte: quando o controlador (bt2Controller) invocar a função abort(), signal vai indicar para o listener para que ele seja removido. Veja o exemplo:

const bt2 = document.getElementById('bt2');
const bt2Controller = new AbortController();
const { signal } = bt2Controller;

bt2.addEventListener('click', function() {
  console.log('Vai ser executado somente 1 vez nesse exemplo com "AbortController"!');
  bt2Controller.abort();
}, { signal });
<button id="bt2">Exemplo com "AbortController"</button>

Neste outro exemplo, eu quero remover o listener depois de 3 cliques:

const bt2 = document.getElementById('bt2');
const bt2Controller = new AbortController();
const { signal } = bt2Controller;
let clickCounter = 1

bt2.addEventListener('click', function() {  
  console.log('Cliques: ', clickCounter);
  clickCounter++;

  if (clickCounter === 4) {
     bt2Controller.abort();
     return console.log('Máximo de cliques atingido! Vou remover o listener.');
  }
}, { signal });
<button id="bt2">Clique 3 vezes</button>

Verificamos que podemos usar funções anônimas normalmente e que, principalmente, podemos remover diversos listeners de uma só vez sem a necessidade de ficar trabalhando em cima do removeEventListener. Vou adaptar um código da resposta do Tobias para exemplificar:

const btn1 = document.getElementById('btn1');
const btn1Controller = new AbortController();
const { signal } = btn1Controller;

let teste = document.getElementById("teste");
let event1 = function () {
  console.log("evento 1");
}

let event2 = function () {
  console.log("evento 2");
}

let event3 = function () {
  console.log("evento 3");
}

teste.addEventListener("click", event1, { signal });
teste.addEventListener("click", event2, { signal });
teste.addEventListener("click", event3, { signal });

btn1.addEventListener("click", () => {
  btn1Controller.abort(); // aqui eu vou remover todos os listeners.
})
<button id="btn1">Remover todos os listeners</button>
<button id="teste">Teste</button>

Veja que com btn1Controller.abort();, todos os listeners de teste serão removidos.

Eu tinha outros exemplos em mente, mas esses demonstrados já devem dar uma boa noção da praticidade desta API.

Agora tenha em mente que se o once foi algo relativamente recente, AbortController é ainda mais delicado em relação ao suporte. Apenas o navegador Chrome suportou esta API por completa em 2021 na versão 66 e o Node.js apenas a partir da v15.0.0. Consulte o link mencionado para a documentação em caso de duvidas.

Você deve fazer log-in para responder a esta pergunta.

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag .