3

Eu estava lendo sobre esses comandos Truncate table e Delete from, onde vi essa explicação

Truncate table - Este comando remove a marca d’agua da tabela limpando a mesma para uma próxima utilização.

Delete from - Porem este comando não remove a marca d’agua da tabela mantendo a mesma do mesmo tamanho caso seja um delete full.

Não entendi o que se refere a essa marca d'agua.

A minha dúvida é, como avaliar e quando/qual comando usar? E qual deles já zeram campos identity

5
  • se vai apagar a tabela toda, usa truncate, caso contrário, delete, acho que nenhum vai resetar a sequencia da pk – Rovann Linhalis 26/09/17 às 20:03
  • 1
    @IgorCarreiro: Marca d'água, ou high water mark, é um conceito utilizado no Oracle Database. – José Diz 26/09/17 às 20:14
  • 2
    Possível duplicata de Qual diferença entre TRUNCATE e DELETE + CHECKIDENT? – Sorack 26/09/17 às 20:25
  • 1
    As perguntas são bastante semelhantes. Acredito que se diferem pois o AP daqui pergunta qual zera as colunas identity. – Vini Brasil 26/09/17 às 20:28
  • @vnbrs tem razão – Sorack 26/09/17 às 20:36

1 Resposta 1

5

É sempre bom recorrer à documentação oficial ou mais confiável possível.

O TRUNCATE remove todas as linhas de uma tabela. Não gera logs de exclusão das linhas de forma individual. Essa é uma forma mais rápida, já que não gera logs de transação. Se a tabela contém uma coluna idenity, seu seed será zerado. Vale ressaltar que é um comando de definição de dados, DDL.

O DELETE remove as linhas de uma tabela com base numa condição imposta. Caso não tenha imposto uma condição, excluirá todas as linhas da tabela. Aqui, é um comando de manipulação de dados, DML.

Ao não aplicar uma condição para o DELETE ele se mostrará mais lento que o TRUNCATE. O DELETE passa linha a linha deletando os valores e o TRUNCATE não.

Se o propósito for deletar todas as linhas, use TRUNCATE. É mais rápido, consome menos recursos e foi feito para isso. A Microsoft define isso como uma boa prática aqui.

1
  • 1
    Somente como complemento: TRUNCATE não pode ser utilizado em algumas situações, conforme consta na documentação. Uma dessas situações é quando a tabela contém coluna que seja referenciada por restrição presente em outra tabela (FOREIGN KEY). – José Diz 1/10/17 às 21:58

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.