12

Consideremos a seguinte classe:

class Foo:
    def __init__(self, values = []):
        self.values = values

Vale notar que estamos utilizando um atributo de instância e não um atributo de classe, porém, vejam o seguinte código:

a = Foo()
b = Foo()

Duas instâncias distintas, mas ao alterar o atributo de uma das instâncias:

a.values.append(1)

O atributo da outra instância é alterado:

print(b.values) # [1]

Vejam funcionando no Ideone.

Ao verificar o id de cada atributo, é possível verificar que ambos representam o mesmo objeto, um comportamento esperado para um atributo de classe, não de instância:

print(id(a.values)) # 47568867296648
print(id(b.values)) # 47568867296648

Obviamente que esse é o comportamento somente quando o valor padrão do atributo é um tipo mutável, mas mesmo assim parece ser um comportamento estranho.

Esse comportamento deveria ser esperado e por quê ocorre?

8

Espera-se que uma chamada de função crie novos objetos para valores padrão, mas isso não é o que acontece. Os valores padrão são criados apenas uma vez, quando a função é definida.

Se esse objeto for alterado, como a lista, neste exemplo, as chamadas subsequentes para a função se referirão a este objeto alterado.

Por definição, objetos imutáveis, como números, strings, tuplas e o None, estão protegidos contra mudanças. Alterações em objetos mutáveis, como dicionários, listas e instâncias de classe, podem levar à confusão.

Por causa desse recurso, é recomendado não fazer uso de objetos mutáveis como valores padrão, em vez disso use None como o valor padrão e dentro de uma função ou método verifique com is None e, caso seja None, crie um novo objeto mutável (como dicionário, lista, etc) dentro da condição (if).

No seu script o argumento value = [] dentro do método é compartilhado com todos as instâncias, pois o objeto mutável [] é criado apenas uma vez (no momento de declarar a classe) e as instâncias irão obter os dados dela, conforme a documentação:

https://docs.python.org/3/faq/programming.html#why-are-default-values-shared-between-objects

Então creio que possa usar None e fazer uma checagem com Python:

class Foo:
    def __init__(self, values = None):
        if values is None:
            self.values = [] # cria uma lista vazia
        else:
            self.values = values # cria uma lista vazia

>>> d = Foo()
>>> e = Foo()
>>> d.values.append(1)
>>> d.values.append(2)
>>> e.values
[]
  • Float é um tipo mutável ou imutável em Python? Acontece isto com floats também? – Thiago Krempser 5/04/19 às 20:54
  • Muito útil esta dica: "é recomendado não fazer uso de objetos mutáveis como valores padrão nas definições de funções, usar None no lugar e tratar dentro da função". – Thiago Krempser 5/04/19 às 20:56
  • Boa noite caro @ThiagoKrempser, números se refere ao float e aos inteiros, também são imutáveis. Obrigado pela edição, foi uma ótima contribuição. – Guilherme Nascimento 6/04/19 às 2:44
3

Complementando a resposta do Guilherme, de fato, o que ocorre é a avaliação dos argumentos em tempo de definição do método e como os objetos em Python são tratados como referência, na definição do método é criado um objeto que representa o valor padrão e em cada nova instância (ou chamada do método), o parâmetro apontará para essa mesma instância. Isso explica o porquê do retorno de id é o mesmo para as diferentes instâncias e fica ainda mais claro quando analisado o atributo __defaults__ do método.

De acordo com a documentação, o atributo __defaults__ é uma tupla que contém os valores padrões dos argumentos de uma função ou método. Neste caso, considerando o código apresentado na pergunta:

class Foo:
    def __init__(self, values = []):
        self.values = values

Podemos verificar o valor de __defaults__ do método inicializador:

print(Foo.__init__.__defaults__) # ([],)

O primeiro valor desta tupla é um objeto mutável que representa o valor padrão do argumento values, existindo desde a definição da classe, visto que, no Python, a própria classe é um objeto - e o método também é um objeto.

Ao verificar o retorno de id deste objeto é confirmado que este representa a mesma referência de a.values e b.values:

print(id(Foo.__init__.__defaults__[0])) # 47568867296648

Para confirmar tudo o que foi dito na prática, basta verificar o valor em __defaults__ após uma instância de Foo que possui seu atributo de classe modificado:

print(Foo.__init__.__defaults__) # ([],)

a = Foo()
a.values.append(1)

print(Foo.__init__.__defaults__) # ([1],)

Isto é, ao criar uma instância e modificar o atributo de instância desta, sendo este atributo do tipo mutável, o próprio objeto que representa o valor padrão do argumento, armazenado em __defaults__, é modificado de igual forma.

Veja funcionando no Ideone.

Uma pergunta semelhante a esta foi feita no Stack Overflow:

Why are default arguments evaluated at definition time in Python

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.