2

Estou montando um sistema de gerenciamento de arquivo, mas estou tendo problemas com a exibição dos vídeos.

Ele possui um interpretador e em determinada parte tenho um "ignorador".

$mime = mime_content_type($path);

if(in_array($mime, self::$ignore)){
    $len = filesize($path);

    header("Content-type: $mime");
    header("Content-Length: {$len}");
    readfile($path);
    exit();
}

O problema é com os vídeos, que devido a serem dinâmicos não reproduzem corretamente.

Problema

  • Ao renderizar o video deste modo, eu não consigo avançar no tempo a menos que o buffer já tenha sido carregado.
  • Se o video termina eu não consigo voltar para assistir novamente.

Pesquisa

Duvida

  • Como gerenciar vídeos pelo PHP?

Nota

Estamos usando equipamentos com configurações diferentes, alguns rodam em Nginx e outros com Apache.

De tal forma que para deixar o mais compatível possível com ambos, todas as requisições são centralizadas e tratadas via PHP.

.htaccess

<IfModule mod_rewrite.c>
    RewriteEngine On

    RewriteRule ^(.*)$ index.php?url=$1 [QSA,L]
</IfModule>

Nginx

location / {
    try_files ~ ~ /index.php?url=$uri&$args;
}

Assim não é possível, criar regras de .htaccess ou ngnix como :

RewriteCond %{REQUEST_URI} \.(webm|mp4)$
RewriteRule ^(.*)$ - [L]
  • Guilherme achei estranho isto gist.github.com/h2ero/ccf90f3592b06d9510655902b274b61d não funcionar, mas olhei melhor o código, esse script provavelmente requer um ajuste no .htaccess, devido ao $_SERVER['PATH_INFO'] que é somente gerado por reescrita, fora que com a experiencia que tenha a linha 4 não vai funcionar (SCRIPT_FILENAME). Fora que o autor colocou um set_time_limit(0); no meio do whille, o que acho que é redundancia. Vou refatorar esse código e te mando se os testes forem bem, você usa Nginx? – Guilherme Nascimento 21/09/17 às 16:58
  • @GuilhermeNascimento pois é na verdade vou ter que ajustar a pergunta por esse motivo, você me lembrou, eu uso os dois. Nos temos alguns equipamentos que roram Nginx e em outros apache. mas vou editar explicando. – Guilherme Lautert 21/09/17 às 17:00
  • Mas se você for passar o enderenço/nome do video por "ID" do banco ou GET não precisará de ajustes, na verdade removeria bastante coisa ali :), acho que não precisa citar na pergunta, a não ser que seja uma exigência "criar rotas". – Guilherme Nascimento 21/09/17 às 17:01
  • @GuilhermeNascimento Adicionei. Na verdade nesse sistema o ideal seria não criar rotas. – Guilherme Lautert 21/09/17 às 17:09
1

Fazendo uma breve observação no script https://gist.github.com/h2ero/ccf90f3592b06d9510655902b274b61d haviam algumas "problemas", esse script provavelmente estava ajustado para um .htaccess especifico, ou seja ele teria que ser ajustado as duas necessidade, o mesmo vale para o Ngnix.

Presumo isto devido ao $_SERVER['PATH_INFO'] que é somente gerado por reescrita, fora que com a experiencia que tenha a linha 4 não vai funcionar (SCRIPT_FILENAME). Fora que o autor colocou um set_time_limit(0); no meio do whille, o que acho que é redundancia. Não posso afirmar que isto comprometa o funcionamento e nem estou querendo criticar ninguém, só estou afirmando que o script esta feito para funcionar em uma situação especifica, eu refiz o script para que funcionasse com um GET (querystring) simples:

<?php
set_time_limit(0); //Remove o limite

//Pega o mimetype
function mimeType($file)
{
    $mimetype = false;

    if (class_exists('finfo')) {//PHP5.4+
        $finfo     = finfo_open(FILEINFO_MIME_TYPE);
        $mimetype  = finfo_file($finfo, $file);
        finfo_close($finfo);
    } else if (function_exists('mime_content_type')) {//php5.3 ou inferiror
        $mimetype = mime_content_type($file);
    }

    return $mimetype;
}

if (empty($_GET['video'])) {
    die('Video não definido');
}

//Pega a URL do video
$file = 'videos/' . str_replace('../', '', $_GET['video']);

$mime = mimeType($file);

if (!$mime || strpos($mime, 'video/') !== 0) {
    die('Erro ao ler o video ou mime-type inválido');
}

$fp = fopen($file, 'rb');

$size   = filesize($file); // File size
$length = $size;           // Content length
$start  = 0;               // Start byte
$end    = $size - 1;       // End byte

header('Content-type: ' . $mime);
header('Accept-Ranges: 0-' . $length);

if (isset($_SERVER['HTTP_RANGE'])) {
    $c_start = $start;
    $c_end   = $end;

    list(, $range) = explode('=', $_SERVER['HTTP_RANGE'], 2);
    if (strpos($range, ',') !== false) {
        header('HTTP/1.1 416 Requested Range Not Satisfiable');
        header('Content-Range: bytes ' . $start . '-' . $end . '/' . $size);
        exit;
    }

    if ($range == '-') {
        $c_start = $size - substr($range, 1);
    } else {
        $range  = explode('-', $range);
        $c_start = $range[0];
        $c_end   = (isset($range[1]) && is_numeric($range[1])) ? $range[1] : $size;
    }

    $c_end = ($c_end > $end) ? $end : $c_end;

    if ($c_start > $c_end || $c_start > $size - 1 || $c_end >= $size) {
        header('HTTP/1.1 416 Requested Range Not Satisfiable');
        header('Content-Range: bytes ' . $start . '-' . $end . '/' . $size);
        exit;
    }

    $start  = $c_start;
    $end    = $c_end;
    $length = $end - $start + 1;
    fseek($fp, $start);
    header('HTTP/1.1 206 Partial Content');
}

header('Content-Range: bytes ' . $start . '-' . $end . '/' . $size);
header('Content-Length: ' . $length);

$buffer = 1024 * 8;
while (!feof($fp) && ($p = ftell($fp)) <= $end) {

    if ($p + $buffer > $end) {
        $buffer = $end - $p + 1;
    }

    echo fread($fp, $buffer);
    flush();
}

fclose($fp);

Se o endereço do vídeo for baseado em um ID do banco bastaria ajustar:

//Exemplo teórico, pode adaptar pro seu ORM ou mysqli, é apenas para esclarecer a lógica
$consulta = $pdo->prepare('SELECT filename FROM videos WHERE id = :id');

//Pega o ID pela QUERYSTRING
$consulta->bindValue(':id', $_GET['videoid'], PDO::PARAM_INT);

$consulta->execute();
$linha = $consulta->fetch(PDO::FETCH_ASSOC);

//Pega a URL do video
$file = 'videos/' . $linha['filename'];

Atenção: Estou olhando as docs e algumas coisas sobre HTTP para entender melhor o range, irei corrigir possiveis falhas no script em breve


Testes

No chrome (opera) limitei para 3G Fast (simulação), o HTML ficou assim:

<video src="range.php?video=1.mp4" controls preload="none"></video><hr>
<video src="range.php?video=2.mp4" controls preload="none"></video><hr>
<video src="range.php?video=3.mp4" controls preload="none"></video><hr>

E no console:

console

Dei o play no primeiro video e em seguida arrastei o controle para frente e resultou em:

range

Eu só não tenho certeza do porque gerou múltiplas requisições, mas creio que possa ser que o script ainda não é perfeito ou o download do vídeo após o "seek" dependa dos CODECs da máquina e/ou navegador (e talvez da velocidade da internet).

Imagem do "seekbar":

seekbar

  • Pelo que eu pesquisei isto esta correto, é devido ao protocolo 206. Eu achei isso tambem How to use PHP to output an mp4 video ? – Guilherme Lautert 21/09/17 às 17:58
  • @GuilhermeLautert eu só acho (não tenho certeza) que o calculo do Content-Range: bytes .... possa estar errado em algum ponto, estou lendo e tentando ajustar, assim que possivel lhe envio os testes ou script ajustado :) ... PS: os teus videos são passados pela URL, rotas ou ID na queystring? Apesar que creio que pra ti isso não é nenhum mistério – Guilherme Nascimento 21/09/17 às 18:02
  • Meus vídeos são passados via url, seria direto http://domain/video.mp4, neste momento não estou me preocupando com o player (<video>), de tal modo que estou simulando abrir a url do source. – Guilherme Lautert 21/09/17 às 18:11
  • So lembro que em tese se você quiser simular minha situação tudo acaba virando queystring em ^(.*)$ index.php?url=$1 – Guilherme Lautert 21/09/17 às 18:13
  • 1
    Vamos continuar esta discussão no chat. – Guilherme Lautert 21/09/17 às 18:24

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.