2

Tenho um data frame com 89000 linhas e numa das coluna aparece o grau de parentesco com o funcionário. Preciso dividir em 4 classes, a saber:

  • Classe 1 - Conjugue/Filhos
  • Classe 2 - Mãe/Pai
  • Classe 3 - Irmãos
  • OUTRAS - Outros Parentescos

Preciso criar uma coluna no data frame que insere a classe do parentesco do funcionário (preciso manter o parentesco original na base). Fiz com uma série de ifelse aninhados, mas gostaria de saber se há alguma solução mais "elegante".

ifelse(base.dados$Parentesco %in% classe1, base.dados$CLASSE <- "CLASSE 1",
                              ifelse(base.dados$Parentesco %in% classe2, base.dados$CLASSE <- "CLASSE 2",
                                     ifelse(base.dados$Parentesco %in% classe3, base.dados$CLASSE <- "CLASSE 3", "OUTRAS")))
  • Coloca as tags pra identificar a linguagem, e tenta ser mais claro, não consegui entender direito sua pergunta – Samuel Henrique Rizzon 21/09/17 às 12:40
  • Veja se ficou mais claro Samuel – Flavio Silva 21/09/17 às 12:51
  • Em vez de base.dados$CLASSE <- "CLASSE 1" faça só "CLASSE 1". E o mesmo para os outros. Mais exatamente, base.dados$CLASSE <- ifelse(...etc...). – Rui Barradas 21/09/17 às 13:47
2

Pra mim, a forma mais elegante seria criar uma função que simplifique a cadeia de ifelse, e até generalize a transformação da função para outras situações. Exemplo:

classes_parentescos <- list("CLASSE 1"=c("conjuge", "filho"), 
                "CLASSE 2"=c("mae", "pai"), 
                "CLASSE 3"=c("outros")
                )

get_class_name <- function(x, classes=classes_parentescos){
        pos <- grep(x, classes)
        names(classes[pos])
}

base.dados$CLASSE <- sapply(base.dados$Parentesco, get_class_name)
  • Está a dar-me erro: promise already under evaluation: recursive default argument reference or earlier problems?. Será por ter classes=classes? – Rui Barradas 22/09/17 às 18:05
  • Estranho, na minha máquina o código é executado sem nenhum alerta, e normalmente esse tipo de abordagem nos argumentos também não me traz problema, . Você tentou tirar o argumento classes da função para ver se elimina o problema ? – Rafael Toledo 22/09/17 às 20:06
  • Sim, quando tirei executou bem. Então mudei o nome do argumento, mantendo o valor por defeito, para class = classes e também não houve problema. (no grep passou a ser class, claro.) – Rui Barradas 22/09/17 às 20:40
  • O seguinte código, mais simples e que não tem nada a ver com a questão do OP, reproduz o problema: f<-function(y,x=x)2*y+x;x<-1:5;sapply(6:10,f). – Rui Barradas 22/09/17 às 20:46
  • Realmente, agora me deu esse erro... vendo essa resposta aqui, parece ser um conflito no environment. Não ficou claro pra mim o que acontece, mas bom saber que o R não trata muito bem essas situações. – Rafael Toledo 22/09/17 às 22:15
3

Como não temos um exemplo de base.dados, criei uma data.frame. Se quiser evitar tantos ifelse pode fazer algo assim.

set.seed(6399)  # Torma o código reprodutível

classe1 <- c("Conjugue", "Filho", "Filha")
classe2 <- c("Mãe", "Pai")
classe3 <- c("Irmão", "Irmã")
classe4 <- c("Tio", "Tia", "Avô", "Avó")

base.dados <- data.frame(
    ID = 1:20,
    Parentesco = sample(c(classe1, classe2, classe3, classe4), 20, TRUE)
)
base.dados

base.dados$CLASSE <- "OUTRAS"
base.dados$CLASSE[base.dados$Parentesco %in% classe1] <- "CLASSE 1"
base.dados$CLASSE[base.dados$Parentesco %in% classe2] <- "CLASSE 2"
base.dados$CLASSE[base.dados$Parentesco %in% classe3] <- "CLASSE 3"

Se tiver valores NA na base, deve usar which no indíce lógico. A primeira linha mantém-se, só as outras é que mudam.

base.dados$CLASSE <- "OUTRAS"
base.dados$CLASSE[which(base.dados$Parentesco %in% classe1)] <- "CLASSE 1"

E o mesmo para as outras classes.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.