11

Apesar de já ter perguntado as Diferenças entre listeners e adapters no swing e também se Listeners são uma implementação de Observer?, gostaria de uma explicação mais detalhada a respeito.

O que são listeners no java? Como implementar um?

  • 2
    No Android usa-se muito Listener, e eu ainda faço confusão a respeito disto, se é algo restrito do Java ou algum tipo de padrão que pode ser implementado em outras linguagens. De qualquer forma, a pergunta é bem interessante, então segue minha contribuição +1 – gato 10/09/17 às 20:28
  • 2
    Downvote, além de negativar, por que você não contribui com a pergunta, citando o que pode ser melhorado nela? – user28595 10/09/17 às 21:43
  • Você quer implementar Listener para algo proprio, ou quer implementar em algo existente? Penso eu que Listener se refere aos eventos de um objecto, sendo que o objeto pode receber multiplos eventos do mesmo tipo, então pensando em algo simples, você teria que ter o registrador de eventos na interface da "classe" e um trigger para cada tipo de evento, a ação/trigger acontece como e quando você desejar, por exemplo se o objeto for "destruido" poderiam haver eventos para chegar isto, ou se alterar uma variavel do objeto você emitiria um "trigger". – Guilherme Nascimento 10/09/17 às 23:33
  • 1
    @Articuno isto não é um exemplo java nem nada pastebin.com/BjthmL51, em java existem classes que auxiliam nisto, a ideia é apenas lhe explicar em um código simples a ideia. Eu criei dois tipos de eventos baz e bar, no caso o bar especificamente é disparado quando executa changeFoobar(), se você precisar saber quando a tarefa que cuida do changeFoobar() executa-la para informar a outro tarefa, poderá registrar um evento chamado obj.on("bar", function () { ... });... – Guilherme Nascimento 10/09/17 às 23:54
  • 1
    ... pode na verdade registrar vários eventos obj.on("bar", function () { ...informa ao joão que alterou o status... });, pode na verdade registrar vários eventos obj.on("bar", function () { ...informa a maria que alterou o status... });, isto tudo é como disse, um pseudo-codigo para exemplificar, existem classes no java que implementam facilmente ouvintes para um objeto. Assim que possivel, se ninguem lhe fornecer um exemplo eu vou arriscar um, é que não tenho tanta habilidade com esta linguagem. – Guilherme Nascimento 10/09/17 às 23:55
10

O Padrão Observer vai muito além do Java e do Swing

Como você já viu, "Listener" e "Observer" são nomes diferentes para o mesmo padrão, e, ele pode ser utilizado para diversas coisas além da utilização no Swing, e, pode ser implementado em diversas outras linguagens. Dentro do Java, por exemplo, o sistema de bindings do JavaFX utiliza (internamente) o padrão Observer ao fazer bind entre as Properties, o que permite a uma Property ser alterada (atualizada) quando outra é; e esse sistema pode ser usado mesmo em softwares sem Interface Gráfica (você pode usufruir das Properties e bindings mesmo sem uma GUI).

Porque utilizar o Padrão Observer

É comum o uso desse padrão quando você quer que um determinado código seja executado (o código do observador) quando determinada coisa acontecer (o evento) em algo (esse "algo" é a coisa observada, que pode ser por exemplo, um Botão na Tela).

Também é comum a utilização desse padrão para atualizar dados automaticamente (que é o caso das Properties e Bindings do JavaFX); nesse caso, você pode ter uma implementação que garante até mesmo a coerência dos dados a partir dessas atualizações automáticas.

  • Por exemplo, você pode ter um atributo dataDeNascimento e um atributo idade dentro de um Objeto Pessoa, e, fazer com que, quando o valor em dataDeNascimento for alterado, o valor em idade seja automaticamente atualizado, afim de garantir que a idade sempre corresponderá corretamente à data de nascimento. Assim, se você chamar setDataDeNascimento(...) e em seguida chamargetIdade() obterá a idade já atualizada (mas tome cuidado com problemas de concorrência, para não ler dados ainda não atualizados ou, no caso de longas estruturas de dados sendo atualizadas, não acabar lendo a estrutura enquanto ela ainda está "atualizada pela metade").

Exemplo de utilização do Padrão Observer

O Código abaixo é uma implementação simples para exemplificar o Padrão Observer:

public class Observado {
    private Object atributoQualquer;
    private final List<Observador> observadores = new ArrayList<Observador>();

    private void notificarObservadores() {
        for (Observador observador : observadores) {
            observador.notificar(this);
        }
    }
    public void adicionarObservador(Observador obs) { //também chamado de addListener(...)
        observadores.add(obs); //"obs" passará a ser notificado sobre mudanças em this
    }
    public void removerObservador(Observador obs) { //também chamado de removeListener(...)
        observadores.remove(obs); //"obs" deixará de ser notificado sobre mudanças em this
    }
    public void setAtributoQualquer(Object novoValor) {
        atributoQualquer = novoValor;
        notificarObservadores(); //avisamos os Observadores que houve uma alteração em this
    }
}

public interface Observador { //também chamado de "Listener"
    public void notificar(Observado obs); //também chamado de "notify()"
}

public class ObservadorA implements Observador {
    public void notificar(Observado obs) { //Chamado quando ocorrer uma alteração em "obs"
        //Atualiza dados, executa código que deve ser executado quando "obs" for alterado, etc.
        //Aqui dentro pode-se chamar GETTERS de "obs" para obter os novos dados em "obs", como chamar "obs.getAtributoQualquer()"
    }
}

Tendo o código acima, ainda é necessário registrar o ObservadorA como um observador do Observado para que ele possa ser notificado quando o Observado for alterado, podemos fazer isso assim:

Observado observado = new Observado();
observado.adicionarObservador(new ObservadorA());

Pronto, dessa forma o método notificar(...) do ObservadorA() será chamado quando o observado for alterado (alterado ao chamar-se setAtributoQualquer(...)).

Considerações sobre este Exemplo:

  • Fiz um método notificar(Observado obs), esta assinatura de método faz com que o Observador tenha que "puxar" (pull) os dados de obs para poder saber o que foi alterado e quais os novos valores em obs, isto faz-se chamando os GETTERS de obs.

  • O método poderia ser, por exemplo, notificar(Object novoValor) ou notificar(Observado obs, Object novoValor)ou ainda notificar(Observado obs, Object novoValor, Object valorAnterior), qualquer um desses estaria "empurrando" (push) os dados para o Observador, para que ele não tenha que chamar os GETTERS de obs.
    Nota: a assinatura notificar(Observado obs, Object novoValor, Object valorAnterior) é semelhante a assinatura do método changed(...) da classe ChangeListener do JavaFX:
    void changed(ObservableValue<? extends T> observable, T oldValue, T newValue)

  • É comum que os "Observados" permitam adicionar "Observadores" para diferentes tipos de eventos/alterações, assim, você irá encontrar métodos como addXXXXListener(), addYYYYListener(), etc. (por exemplo, addFocusListener(...), addActionListener(...), addMouseListener(...), etc.). Isso permite criar códigos para "ouvir" (ou "observar") coisas diferentes, sem ter que ouvir/observar tudo o que acontece no objeto Observado.

  • Também é muito comum criar-se Classes Anônimas e, mais recentemente, Expressões Lambda, no lugar de criar Classes Observadoras/Listeners, isso reduz a quantidade de código, e é usado diretamente nos métodos addXXXXListener(...). Exemplos:

    • botao.addActionListener(new ActionListener() { //Classe Anônima @Override public void actionPerformed(ActionEvent e) { System.out.println("Clicado!"); } });

    • botao.addActionListener(e -> { System.out.println("Clicado!"); }); //Lambda

O JavaFX possui um sistema Observer que é muito interessante, e que vai muito além do que apresentei aqui, recomendo muito estudá-lo.

  • 1
    Excelente resposta! :D – user28595 11/09/17 às 12:19
0

Se traduzirmos a palavra Listener para o português teremos a palavra "Ouvinte". Ouvinte na língua portuguesa é definido como "Aquele que ouve".

E agora na programação?

Podemos defini-lo como ouvinte também, por que ele fica como se estivesse atento a todas ações do usuário.

Ele fica a espera, como se estivesse filtrado todos os dados gerados pelo usuário (Movimentação do mouse, clique no mouse, tecla pressionada...), para então tomar a atitude definida.

Se fôssemos atribuir sinônimos a função Listener seria atribuido as seguintes palavras:

  • Ouvinte

  • Receptor

  • Espectador

  • Auxiliador

  • Observador

Talvez devido a extensão do assunto recomendo ler atentamente a seguinte matéria que abrange bem isso.

http://www.devmedia.com.br/javalisteners-trabalhando-com-actionlistener-e-keylistener-em-java/31850

Exemplo de uma interface Listener:

public interface EventListener {
    void fireEvent (Event e);
}

Um vídeo que talvez também seja de ajuda para a criação seria este: https://youtu.be/-ATbC-4rhc4

Listener possuí algumas peculiaridade s que torna difícil explicar pela escrita.

  • 3
    E um exemplo de como implementar? – user28595 10/09/17 às 20:57
  • 1
    Não pode ser um exemplo mais simplificado nao? Essa classe ta meio dificil de entender. – user28595 11/09/17 às 0:04
  • @Articuno Está mais simples? – RORSCHACH 11/09/17 às 0:11
  • Até demais, não entendi como implementar com esse exemplo. O que eu gostaria é ver como eu posso criar um listener do zero, o que eu preciso fazer para ele funcionar corretamente. – user28595 11/09/17 às 0:17
  • 2
    O problema do video é que ele nao agrega a sua resposta. Imagina se alguem cair nessa pergunta e não le comentários, ou se o video for apagado? O ideal é ter a explicação na resposta, ela deve ser independente de sites e links externos. – user28595 11/09/17 às 1:04

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy