0

Em python, observei que essas "indicações" foram colocadas em dois casos, primeiro, em strings antes de passarem por um algoritmo de hash, ex:

import hashlib

m = hashlib.sha256()

m.update(b"Nobody inspects")

Obs: A indicação a que me refiro, é o 'b' antes de "Nobody inspects"

E segundo antes de as strings passarem pelo 'encode' :

plaintext = u'algor\u00edtimo'

encodedtext = plaintext.encode('utf-8')

Obs: A indicação dessa vez é o 'u' antes de 'algor\u00edtimo'

Gostaria de saber o que significam, pois em python para se usar um print ou algo parecido não é necessário (pelo menos até onde sei) usar essas "indicações", exceto em casos no qual vai se usar a biblioteca hashlib por exemplo.

1

Entre em um terminal python 2.7 e faça:

str1 = 'teste'
str2 = 'teste'

Agora veja o tipo das duas:

type(str1)
str

type(str2)
unicode

Python 2 precisa do u' para indicar que a string é unicode (para trabalhar com a nossa acentuação, por exemplo), se vc fizer o mesmo teste no python 3, vai perceber que ess u' se tornou desnecessário.

Agora volte no terminal (pode ser python 2 ou 3) faça:

str1 = 'string1'
str2 = b'string1'

Agora vejamos os tipos dessas strings:

print (type(str1))
<class 'str'>

print (type(str2))
<class 'bytes'> 

Veja essa observação da documentção:

Atenção: Enquanto string são sequencias de caracteres (representados por strings de tamanho 1), os objetos bytes e bytearray são sequencias de inteiros (de 0 a 255), representando os valores ASCII de cada byte. Isto significa que para um objeto byte ou bytearray, b[0] retornara um inteiro. Veja o texto completo aqui.

O b é para indicar que o objeto é do tipo bytes.

Agora retorne ao terminal e faça:

str1 = 'Linha 1\nLinha 2'
str2 = r'Linha 1\nLinha 2'

Veja agora, a diferença das duas ao executar um print nas mesmas:

print (str1)
Linha 1
Linha 2

print (str2)
Linha 1\nLinha 2

O r (de raw) indica que é uma string "crua", qualquer caracter de escape será deseconsiderado.

2

São indicativos de qual literal de string será colocado ali, cada um tem uma característica diferente em que o compilador/interpretador entende de forma diferente e decide o que fazer. Tem documentação de toda análise léxica que é feita no código.

No caso o u indica que a string está codificada como UTF-8 e o b como bytes sem codificação específica (usa ASCII), neste caso não será tratado como um tipo str. Ainda pode usar r em conjunto para indicar que é um texto bruto e caracteres especiais não são tratados de forma especial.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy