5

Com a utilização do Angular 2, ainda é necessário ainda a utilização do jQuery e AJAX ou o Angular faz a substituição 100% dessas 2 tecnologias?

9

O Angular faz substituição a 100%. É possível misturar se estiveres dependente de código antigo. Mas a ideia é deixar o jQuery para trás...

Se nunca soubesses que jQuery existia era quase melhor para começar uma app em Angular, Vue ou React :)

O conceito desta nova geração de aplicações reactivas é não mexer no DOM como antigamente. A aplicação toma conta do DOM e o paradigma de programação deve ser mais funcional/reactivo. Quando algo no estado (state) da aplicação mudar isso deve refletir-se no DOM. E não como antigamente: usar jQuery para implementar no DOM o que está no state. Ou ainda pior, ir ler no DOM dados para processamento da aplicação.

Há obviamente coisas em que o jQuery ainda pode ser útil. Ajax é uma delas. Mas é preferível nesse caso usar bibliotecas mais especializadas para funcionalidades que são necessárias. O Angular tem o $http, o React e o Vue.js são agnósticos, ou seja podes usar o que quiseres. Caso necessário, o Axios é uma boa alternativa.

  • 1
    Boa resposta, só acho que deveria citar o "Ajax" que o AP fala. – LINQ 1/09/17 às 13:48
  • @LINQ bem visto, juntei. Obrigado. – Sergio 1/09/17 às 13:51
  • No caso esse React substitui o Angular? ou eles andam em conjunto? – Nicola Bogar 1/09/17 às 14:17
  • 1
    @Sergio, muito obrigado pelos esclarecimentos amigo.. – Nicola Bogar 1/09/17 às 15:12
  • 1
    @Maniero o MooTools é bem mais poderoso que jQuery, por isso consegue fazer o que o Angular faz ou o Vue com mais qualidade. Mas é de outra geração e na prática abandonado, infelizmente. – Sergio 29/01 às 14:51

Sua resposta

Ao clicar em "Publique sua resposta", você reconhece que leu nossos termos de serviço, política de privacidade e política de cookes atualizados, e que a sua continuidade no uso do website é sujeita a essas políticas.

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.