14

No manual do PHP, podemos ver nas New Features a funcionalidade de Array and String literal Dereferencing.

Exemplo:

echo 'string'[2]; // r
echo ['stack', 'overflow'][1]; //overflow

Pensando no caso de se obter um índice de uma string ou array, já funcionaria em outras versões do PHP, desde que o Array ou a string estivessem numa variável.

$var = 'string';
echo $var[2]; // 'r'

No PHP 5.4, eu sei que já temos agora o acesso direto aos membros de um array que são retornados por uma função, e que é muito útil por sinal (Function array dereferencing).

Mas, no caso do PHP 5.5, eu não entendo qual é a finalidade de obter um valor, através de um índice, diretamente de uma string ou de um array, já que estes não estão atribuidos a uma variável?

Pra mim, não faria nenhum sentido o programador fazer uso do primeiro exemplo acima.

Existe alguma finalidade mais robusta do que a do primeiro exemplo?

15

O exemplo da documentação é infeliz (que novidade, né?). Na forma como foi colocado, onde tudo é constante, não há vantagem mesmo. A documentação deveria ajudar entender a finalidade disto, mas preferiram uma abordagem burocrática.

Usando

echo ['stack', 'overflow'][$x];

é "melhor" (ou pelo menos o código fica mais simplificado) que fazer

switch ($x) {
    case 0: 
        echo 'stack';
        break;
    case 1:
        echo 'overflow';
        break;
}

Veja funcionando no PHP SandBox. Também coloquei no GitHub para referência futura.

Então é usado primariamente para simplificação de código. Imagine se tiver 10, 20, 30 elementos neste array, como o switch ficaria longo.

E de certa forma para manter um padrão. Se outras operações podem ser feitas diretamente com literais, por que não esta? Operações devem ser feitas em cima de valores e não em cima de variáveis. Se por acaso um valor vem de uma variável, de um retorno de uma função, uma expressão ou de um literal não deveria fazer diferença. Se isto tivesse sido conceituado corretamente quando a linguagem foi criada, existiria esta forma desde a versão 1.0. Só o PHP mesmo para fazer esta confusão.

  • Boa a sua resposta. Depois do seu exemplo, imaginei uma usabilidade com strings, que poderia ser: $string = '/Minha string/'; echo trim($string, '/')[0]; //M – Wallace Maxters 3/07/14 às 17:05
  • Uma questão a esclarecer é que, quando digo "não está atribuído à variável", me refiro ao fato de que nós, programadores, temos que manipular strings e arrays geralmente de fontes externas (como DB, um arquivo ou $_POST), e isso requer que as mesmas estejam em variáveis (ou em algum retorno de um método ou função). Dificilmente alguém declararia uma string literal pra obter a primeira letra valendo-se dessa funcionalidade, já que ele já sabe que letra é essa e seria mais fácil escrevê-la lá. por isso é que citei sobre variáveis. Uma string "conhecida" não precisaria desse tratamento – Wallace Maxters 3/07/14 às 17:21
  • 3
    Como eu disse, o uso com constante no índice não é muito vantajoso. – Maniero 3/07/14 às 17:48
  • 1
    é impressionante como as pessoas acham utilidades excelentes para funções que a primeira vista são completamente inúteis.. +1 – RodrigoBorth 23/09/14 às 20:19

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.