1

Seguindo algumas boas práticas que o próprio Visual Studio recomenda, não conseguimos depurar valores de um objeto um a um utilizando o "Inicializador de Objeto" ou "Object Initializer". Qual a melhor forma de contornar esta situação?

Ex.:

var myObject = new Object 
{ 
   Id = 1, 
   Nome = "Teste" 
}

No formato acima, quando colocamos o breakpoint na linha do Id por exemplo, ele consideram o trecho de código como um todo.

  • 1
    Como assim? Não consegue fazer o quê? – LINQ 29/08/17 às 14:23
  • Quando colocamos o breakpoint, o mesmo considera todo o trecho de código quando declaramos com Object Initializar. Vou melhorar a pergunta! – mcamara 29/08/17 às 14:24
4

A inicialização de objeto é um facilitador, se deseja depurar este código tem que usar o estilo tradicional. É verdade que o Visual Studio poderia criar uma forma para isto, mas hoje não tem, então se não existir um plugin que trate isto de forma diferente, não tem jeito. Faça:

var myObject = new Objeto(); {
myObject.Id = 1;
myObject.Nome = "Teste";

Desta forma cada inicialização ocorrerá em linha específica e poderá colocar breakpoint e andar passo a passo.

Eu troquei o nome do tipo porque Object já existe no .NET e não possui esses membros.

Isto pode ser configurado:

Configuração de inicializador de objeto no Visual Studio

  • Exatamente @bigown eu já utilizo desta forma que você postou, mas como o Visual Studio me sugere o Inicializador de Objeto, acabo seguindo a dica! Porem perco a depuração linha a linha! – mcamara 29/08/17 às 14:44
  • Concluindo, o único jeito é este que você declarou, correto? – mcamara 29/08/17 às 14:45
  • A não ser que tenha um plugin que eu desconheço, já procurei há algum tempo, não tem outro jeito. – Maniero 29/08/17 às 14:47
3

Não tem jeito. Só vendo os valores depois que eles foram inseridos no objeto (vide imagem abaixo) ou inicializando da forma usual, que seria:

var myObject = new Object();     
myObject.Id = 1;
myObject.Nome = "Teste";

Assim é possível acompanhar linha após linha.

Se você tiver preenchendo propriedades com retornos de métodos, pode sempre entrar no método usando a tecla F11 e debuggar o próprio método. Caso contrário, dificilmente vai ser necessário acompanhar o preenchimento linha a linha.


Visualização das propriedades depois de preenchidas no objeto

  • Mas quando temos uma inicialização com muitas propriedades fica inviável pois não vou saber aonde está ocorrendo a exceção! Consegue me entender? – mcamara 29/08/17 às 14:30
  • Você não falou em exceção na pergunta, @miltoncamara. Se estiver iniciando propriedades com valores provindos de retorno de método, pode adentrar no método usando F11 – LINQ 29/08/17 às 14:32
  • Da forma que você postou a imagem acima, é possível entrar na inicialização do objeto analisando propriedade por propriedade à medida que for atribuindo os valores? – mcamara 29/08/17 às 14:34
  • Só se tiver usando algum método na atribuição. Ex.: UserId = GetUserId(). Aí você pode entrar no método GetUserId durante o debug – LINQ 29/08/17 às 14:36
1

Existe um conceito dentro de OO que diz que o ideal é que a sua classe altere ela mesmo e não externamente. Sugiro que para que consiga depurar o código e respeitar essa regra, use o construtor para inicializar os valores.

public class Object
{
    public Object(int id, string nome)
    {
        Id = id;
        Nome = nome;
    }

    public int Id { get; private set; }
    public string Nome { get; private set; }
}

var myObject = new Object(1, "teste");
  • Mesmo para DTO's? – mcamara 29/08/17 às 14:51
  • 1
    E se precisar alterar uma propriedade faz o quê? – LINQ 29/08/17 às 14:53
  • aí você cria um método público como por exemplo SetNome(string nome); Dessa maneira a sua classe continuara respeitando a regra e alterando ela mesmo e você continua conseguindo depurar. – Ayrton Giffoni 29/08/17 às 14:54
  • 1
    @AyrtonGiffoni O próprio compilador cria métodos públicos pra modificar as propriedades. Fazer isso que você disse é redundância e prolixidade. – LINQ 29/08/17 às 14:56
  • redundante? note que eu não disse que é errado, somente informei um conceito de Orientação a Objetos e através dele, sugeri uma maneira de fazer. Dessa maneira, uma classe externa JAMAIS modificará as propriedades dessa classe. – Ayrton Giffoni 29/08/17 às 15:04

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.