5

Ao analisar código de plugins Javascript/jQuery, costumo ver funções sendo invocadas com .call().

Entendo que ao chamar as funções dessa maneira, o primeiro parâmetro passado é o this (no caso, o provedor da chamada da função).

O que eu gostaria de saber, é se essa é, realmente, a única diferença entre usar variavel.funcao() e variavel.funcao.call().

Se essa não for a única diferença, quais são as outras? Quais as situações preferíveis para usar cada um dos métodos?

marcada como duplicata por Guilherme Nascimento, Tiago S, Marcus Nunes, Renan, Marconi 28/08/17 às 12:30

Esta pergunta foi feita antes e já tem uma resposta. Se essas respostas não abordarem completamente sua pergunta, faça uma nova pergunta.

4

Sim, é. A "unica" utilidade do call é passar o this para forçar um contexto de execução seguido dos argumentos.

Gostava de responder mais completo, mas não há muito mais a dizer creio :)

Pela tua descrição compreendes a utilidade, mas um exemplo é uma gambiarra antiga para converter coleções de elementos que vêm de por exemplo document.getElementsByTagName, ou document.querySelectorAll numa array:

var elementos = [].slice.call(colecao);

O que isso faz é chamar o método .slice dessa array passando-lhe colecao como this, o que faz com que o JavaScript trate a colecao como uma array e a copie.


Parecido com o .call é o .apply que faz o mesmo mas em vêz de passarmos os argumentos depois do this um a um, podemos passar uma array:

function log(teste, a, b, c) {
  console.log(this, teste, a, b, c);
}

log.call({
  metodo: 'call'
}, 'testeA', 1, 2, 3);

log.apply({
  metodo: 'apply'
}, ['testeB', 1, 2, 3]);

// e depois há maneiras mais modernas :)

var arr = [1, 2, 3, 4];
log.apply({metodo: 'apply destructured'}, ['testeC', ...arr]);

3

.call() invoca a função num escopo definido por você e permite que você passe os argumentos um a um (você pode setar o escopo da função e passar os parâmetros ao mesmo tempo). Por exemplo

var person1 = {firstName: 'Jon', lastName: 'Kuperman'};
var person2 = {firstName: 'Kelly', lastName: 'King'};

function say(greeting) {
    console.log(greeting + ' ' + this.firstName + ' ' + this.lastName);
}

say.call(person1, 'Hello'); // Hello Jon Kuperman
say.call(person2, 'Hello'); // Hello Kelly King

Os objetos person1, person2 são o escopo/contexto/this que você seta para função say(), e logo em seguida consegue passar o greeting, que é o parâmetro.

Aconselho ler este artigo, ele é bem explicativo e traz mais duas formas de setar o escopo de uma função.

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.