1

Eu montei este link como exemplo de onde quero chegar http://sqlfiddle.com/#!9/72f4b5/4

Tenho a tabela de alunos. tab_alunos Tenho a tabela com os ids de irmãos tab_irmaos

Meu problema é, preciso fazer um select de tal maneira que eu consiga fazer aparecer um nome somente de cada vez assim e produzindo uma ID para linkar os irmãos: inserir a descrição da imagem aqui
Com essa query


SELECT  * FROM ALUNOS A 
INNER JOIN ALUNOS_IRMAOS AI
ON A.COD_ALUNO = AI.COD_ALUNO
WHERE A.COD_ALUNO = AI.COD_ALUNO OR A.COD_ALUNO = AI.COD_ALUNO
GROUP BY A.COD_ALUNO, A.NM_ALUNO, A.NM_PAI, A.NM_MAE

consegui chegar no seguinte resultado: resultado 2

Preciso de uma query que me ajude a chegar no resultado da imagem 3.

  • E se o Gabriel fosse irmão do Vitor, o Vitor fosse irmão do Geovanne, mas o Geovanne e o Gabriel não fossem irmãos? O Vitor pertenceria a dois códigos únicos de irmão (um que seria compartilhado com o Gabriel e outro com o Geovanne)? – Alisson 18/08/17 às 17:36
  • Sim Como no caso da tabela de irmãos está: Gabriel para Vitor ; Gabriel para Geovanne;; Vitor para Gabriel ; Vitor para Geovanne;; Geovanne para Gabriel ; e Geovanne para vitor ;; A relação que existe no banco de dados é esta. Eu ainda não conheço as regras de negócio dos programas que alimentam este banco, então não tenho certeza se é válido para meio irmãos. mas por enquanto eu quero desse jeito, contado com meio-irmãos. – Gabriel Heguedusch 18/08/17 às 17:38
  • Ignore como tua tabela está atualmente, eu criei uma situação hipotética para entender melhor como montar a consulta. A não ser que você me diga que nunca vai existir, mas ainda assim o ideal seria que a consulta previsse essa situação. – Alisson 18/08/17 às 17:42
  • agora você me pegou, não posso prever tudo dessa plataforma, mas por enquanto eu queria pegar do jeito que está, todos os irmãos conectados igual está na tabela que eu criei no link. – Gabriel Heguedusch 18/08/17 às 17:51
  • 1
    Você tem uma tabela de "responsáveis" ou "pai" e mãe" são colunas da tabela de alunos , no segundo caso eu reveria o modelo , mas de qualquer forma um subselect resolve : select * from aluno a where exists (select null from aluno a2 where a2.nm_pai = a1.nm_pai or a2.nm_mae = a1.nm_mae) – Motta 18/08/17 às 18:19
4

Minha ideia é semelhante à ideia do @Sorack, porém estou tentando fazer sem juntar pelo nome dos pais. No caso, defino uma IRMANDADE (nome emprestado da proposta do @AlexandreCavaloti) e então junto com o aluno, retornando um código de irmandade arbitrário.

Não tentei tratar para o caso generalizado, onde a irmandade é definida por um grafo generalizado, e cliques são sempre irmãos que compartilham ambos os pais. A solução proposta aqui oferece a resposta correta para cliques de irmãos, outros formatos de grafos podem trazer respostas esquisitas.

Determinando o código do clique

Como todos os irmãos estão ligados, usar como código do clique um dos códigos de um dos irmãos garante que os códigos entre um agrupamento de irmão nunca irá conflitar com o código de outro agrupamento de irmãos. Para sempre pegar o mesmo código no clique, define que vai ser o menor código de aluno pertencente ao clique.

Assim, temos as seguintes irmandades:

COD_ALUNO | COD_IRMANDADE
1         | 1
2         | 1
3         | 1
4         | 4
5         | 4
7         | 7
8         | 7
11        | 11
12        | 11

Construindo um clique

Como estamos assumindo que o grafo é um conjunto de cliques desconexos, detectar cada um desses cliques é só fazer uma junção da tabela ALUNOS_IRMAOS com ela mesma (mais sobre auto junção aqui e aqui).

SELECT
    AI1.COD_ALUNO,
    CASE
        WHEN AI1.COD_ALUNO < min(AI2.COD_ALUNO_IRMAO)
        THEN AI1.COD_ALUNO
        ELSE min(AI2.COD_ALUNO_IRMAO)
    END AS COD_IRMANDADE
FROM
    ALUNOS_IRMAOS AI1
        LEFT JOIN ALUNOS_IRMAOS AI2
            ON AI1.COD_ALUNO = AI2.COD_ALUNO
GROUP BY AI1.COD_ALUNO

Note que o case e o min garantem que o COD_IRMANDADE seja sempre o menor possível para o clique.

Consulta inteira

Posso pegar a consulta do clique de irmandade e usá-la na consulta final como uma CTE ou como uma subconsulta. Eu acho mais elegente como CTE:

WITH IRMANDADE AS (
  SELECT
      AI1.COD_ALUNO,
      CASE
          WHEN AI1.COD_ALUNO < min(AI2.COD_ALUNO_IRMAO)
          THEN AI1.COD_ALUNO
          ELSE min(AI2.COD_ALUNO_IRMAO)
      END AS COD_IRMANDADE
  FROM
      ALUNOS_IRMAOS AI1
          LEFT JOIN ALUNOS_IRMAOS AI2
              ON AI1.COD_ALUNO = AI2.COD_ALUNO
  GROUP BY AI1.COD_ALUNO
)
SELECT
    A.COD_ALUNO, A.NM_ALUNO, A.NM_PAI, A.NM_MAE, I.COD_IRMANDADE
FROM ALUNOS A 
    LEFT JOIN IRMANDADE I
        ON A.COD_ALUNO = I.COD_ALUNO

Resultado:

COD_ALUNO | NM_ALUNO | NM_PAI  | NM_MAE   | COD_IRMANDADE
1         | GABRIEL  | SERGIO  | CELIA    | 1
2         | VITOR    | SERGIO  | CELIA    | 1
3         | GEOVANNE | SERGIO  | CELIA    | 1
4         | BRUNO    | WAGNER  | PAULA    | 4
5         | PEDRO    | WAGNER  | PAULA    | 4
6         | LARISSA  | TIAGO   | LAURA    | (null)
7         | GRAÇA    | PEDRO   | ISADORA  | 7
8         | MELISSA  | PEDRO   | ISADORA  | 7
9         | ENZO     | RAFAEL  | CAROLINE | (null)
10        | RAFAEL   | RAFAEL  | CELIA    | (null)
11        | MARIANE  | DANIEL  | MAITE    | 11
12        | TATIANE  | DANIEL  | MAITE    | 11
13        | MARIA    | RODOLFO | DANIELA  | (null)

Perceba que até mesmo os nulls que você tinha previsto na resposta desejada ocorrem aqui. Para pegar índices consecutivos de irmandade, precisaria usar um ROW_NUMBER sobre a CTE IRMANDADE.

Veja executando no SQLFiddle

  • Obrigado, era exatamente o que eu estava procurando, ótima resposta! – Gabriel Heguedusch 22/08/17 às 12:20
1

Talvez o jeito mais fácil seja agrupar pela combinação de nome dos pais (desprezando as combinações que são os dois vazios). Isso considera que os nomes sejam únicos:

WITH PARENTALIDADE AS (
  SELECT ROW_NUMBER() OVER(ORDER BY A.NM_PAI, A.NM_MAE) AS COD_UNICO_DOS_IRMAOS,
         ISNULL(A.NM_PAI, '') AS NM_PAI,
         ISNULL(A.NM_MAE, '') AS NM_MAE,
         COUNT(1) AS OCORRENCIAS
    FROM ALUNOS A
   WHERE A.NM_PAI IS NOT NULL
      OR A.NM_MAE IS NOT NULL
   GROUP BY NM_PAI,
            NM_MAE
  HAVING COUNT(1) > 1
)
SELECT A.*,
       P.COD_UNICO_DOS_IRMAOS
  FROM ALUNOS A
       LEFT JOIN PARENTALIDADE P ON P.NM_PAI = ISNULL(A.NM_PAI, '')
                                AND P.NM_MAE = ISNULL(A.NM_MAE, '')

A estrutura da tabela me parece falha, mas com a atual e considerando que essas falhas podem ocasionar inconsistência essa solução parece ser viável.

Você pode conferir aqui o fiddle do exemplo em funcionamento

  • 1
    Ele tem uma tabela ALUNOS_IRMAOS que agrupa os irmãos, então creio que não seja necessário (nem bom) fazer a junção pelos nomes dos pais. – Jefferson Quesado 21/08/17 às 18:41
  • @JeffersonQuesado a tabela de irmãos dele não tá legal, porque uma pessoa pode ser irmão da outra e de uma terceira sem que a segunda e a terceira sejam irmãos, complica demais a lógica e parece ter furos – Sorack 21/08/17 às 18:44
  • 1
    Isso é verdade, mas ainda assim plausível. Imagine dois casais com um filho (filhos 1 e 2), eles se separam e se casam com os cônjuges trocados, tendo os filhos 3 e 4. Então, 1 é irmão do 3 e do 4, 2 é irmão do 3 e do 4, porém 1 não é irmão de 2 nem 3 é irmão de 4 – Jefferson Quesado 21/08/17 às 18:47
  • 1
    @JeffersonQuesado eu entendo isso, porém você não consegue bater as informações sem considerar o nome dos pais. Aliás, até consegue, mas é extremamente complexo – Sorack 21/08/17 às 18:48
1

Gabriel, neste caso você tem um relacionamento de muitos para muitos, sempre que isso é representado no modelo lógico é necessário uma outra tabela para representar de forma normalizada no modelo relacional. Por exemplo: Neste caso poderia criar uma nova tabela chamada "Familia" ou "Irmandade", nela haveria um ID para cada irmandade e a relação de cada aluno (chaves estrangeiras).

CD_IRMANDADE CD_ALUNO
1            1
1            2
1            3
2            4
2            5

Segue um link com exemplo de como tratar relacionamentos de muitos para muitos. Tipos de relacionamento

  • Como seria para o caso de pais divorciados que tem filhos no outro casamento? – Jefferson Quesado 21/08/17 às 18:49
  • 1
    A relação proposta não é de pais para filhos e sim de irmãos. Uma pessoa poderia estar em mais de uma irmandade ou família. Por exemplo, o aluno 3 poderia estar na irmandade 1, junto com os alunos 2 e 3 e na irmandade 10, junto com o aluno 15 – Alexandre Cavaloti 21/08/17 às 19:03
  • Alguma resposta ajudou a resolver o problema e pode sanar dúvidas similares de outros usuários? Caso positivo não esqueça de marcar a resposta como aceita. Pra fazer isso é só clicar no ✓ do lado esquerdo da mesma (abaixo do indicador de up e down votes). – Sorack 20/03 às 13:37

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.