7

Quando criamos uma variável do tipo val, se tratando do Java, só é criado o getter em relação em relação a mesma. Diferente quando é criado uma variável do tipo var, no qual é criado o getter e setter. Veja abaixo um exemplo:

Kotlin usando val:

class Article construtor(content: String){
    val content: String = content
}

Equivalência em Java:

public class Article {

    private String content;

    public final String getContent() {
        return this.content;
    }

    public Article(String content) {
        this.content = content;
    }
}

Veja abaixo uma customização do getter no Java, usando por exemplo o método toUpperCase para que o resultado retorne em "caixa alta" quando se trata de uma string:

public final String getContent() {
   return this.content.toUpperCase();
}

Seguindo esse conceito, qual seria melhor maneira de customizar o getter no Kotlin?

  • 1
    Dei uma melhorada na minha resposta. Achei importante te avisar =D – LINQ 11/08/17 às 18:20
  • 1
    Quem negativou a pergunta poderia pelo menos explicar o motivo para que eu possa edita-la e tentar colaborar mais com nossa comunidade. – viana 16/08/17 às 19:37
8

É um pouco parecido.

Em Kotlin, classes não podem ter campos (fields), ou seja, elas só podem ter propriedades. Mas, para nossa alegria, a linguagem conta com um mecanismo de backing field implícito (chamado field) para quando for preciso usar modos de acesso personalizados.

Sua classe, em Kotlin, poderia ser escrita assim:

class Article(content: String) {
    var content: String = content
        get() = field.toUpperCase()
}

Código completo para testes

fun main(args: Array<String>) {
    var art = Article("Alguma coisa")
    println(art.content)
    art.content = "outra coisa"
    println(art.content)
}

class Article(content: String) {
    var content: String = content
        get() = field.toUpperCase()
}

Veja funcionando aqui.

8

Para este código aparentemente:

var content: String
    get() = this.content.toUpperCase();
    set(value) {
        if (value != "") {
            field = value
        }
    }

Obviamente fiz um stter também só para demonstrar já que ele tem um o field. É melhor que no C#, e muito melhor que no Java que nem tem um mecanismo próprio.

Claro que você pode fazer igual ao Java e pode ser útil se usar alguma biblioteca que exige esta forma. Este é um dos problemas que se usar uma plataforma com "história".

  • 3
    Vai ser difícil de perder o hábito de colocar ; – ramaral 10/08/17 às 13:54
  • 1
    @ramaral ainda bem que os caras já pensaram nisso e deixaram o ; opcional. =D – viana 10/08/17 às 14:04
  • É verdade :)))) – Maniero 10/08/17 às 14:53

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.