19

Eu havia visto em algum lugar agora não me recordo, acho que foi em um curso sobre orientação a objetos, que Ruby possui. Mas em Java eu nunca vi. Será que é por causa disso que usa-se classes abstratas? Ou isto não tem sentido?

  • 2
    Você fala de herança múltipla? Java não possui isso, embora uma classe possa implementar várias interfaces (uma interface é uma "classe puramente abstrata"). – mgibsonbr 27/06/14 às 17:45
  • interface é uma classe abstrata?(fiquei um pouco confuso). Sim estou falando de herança múltipla. – Rogers Corrêa 27/06/14 às 17:47
  • 1
    Java não possui múltiplos extends? seu título está um pouco confuso. Só existe uma palavra reservada extends em Java, e não várias :P – Math 27/06/14 às 17:54
  • 1
    Eu diria que interface é interface, e classe é classe. Entretanto uma interface é "como se fosse uma classe 100% abstrata", ou seja, não é permitido que ela possua métodos concretos. – Math 27/06/14 às 18:11
  • 1
    Classes e interfaces são tipos. Você pode interpretar a interface como se fosse uma classe "capada". E isto é bom, resolve alguns problemas como pode ver nas respostas. – Maniero 27/06/14 às 18:36
19

Em Java não é possível que uma classe faça herança de múltiplas classes.

O motivo disso, imagine que uma classe herda outras duas classes, entretanto essas duas classes herdadas possuem métodos com a mesma assinatura porém com implementações diferentes. Seria algo difícil de lidar, pois como a subclasse saberia qual implementação do método ela deveria usar? Por isso não é possível que uma classe estenda de mais de uma classe em Java.

Uma classe abstrata pode possuir métodos abstratos assim como métodos concretos, ou seja, métodos que já foram implementados, então o fato da classe ser abstrata não ajuda muito a resolver o problema citado anteriormente.

O que se pode fazer em Java é que uma classe implemente várias interfaces, pois interfaces são como classes 100% abstratas, ou seja, é completamente proibido qualquer tipo de implementação nela, logo, não há o menor problema se as duas interfaces tiverem um método com a mesma assinatura, pois quem vai implementar o método é a classe que implementa as interfaces.

Algo curioso é que a palavra reservada extends pode ser usada para as interfaces, que é quando uma interface herda outra(s) interface(s), mas nesse caso não há problema de uma interface herdar de várias outras interfaces, pois não há nenhuma implementação envolvida nesse caso. Seria um código que ficaria assim:

Interface1:

public interface Interface1 { public void teste(); }

Interface2:

public interface Interface2 { public void teste(); }

SubInterface:

public interface SubInterface extends Interface1, Interface2 { }

Veja que não há o menor problema em fazer isso, pois a implementação vai na primeira classe concreta que implementar a SubInterface:

public class MinhaClasse implements SubInterface {
    @Override
    public void teste() {
        System.out.println("sou apenas um teste");
    }
}
  • Quer dizer que em uma interface eu posso fazer extends de mais de uma?? – Rogers Corrêa 27/06/14 às 18:03
  • @RogersCorrêa sim! Por isso eu usei a palavra curioso em meu texto :D Veja minha edição, pus código na minha resposta – Math 27/06/14 às 18:03
  • 1
    Realmente funcionou com interface – Rogers Corrêa 27/06/14 às 18:08
  • 1
    Se não é possível saber qual classe usar, então pq c++ tem herança múltipla? Ela é capenga? – Flávio Granato 27/06/14 às 20:04
  • 1
    Essa discussão de vocês está muito mais teórica do que prática. Aparentemente nenhum dos dois trabalharam com uma linguagem que possui herança múltipla e nunca viram bons códigos com ela. Logo, fica fácil falar que é capenga e que fere os princípios de POO. Querem um exemplo? Vejam o código do django-rest-framework e como é simples criar uma classe que possui o comportamento de outra duas por meio de herança múltipla. E Java está longe de ser uma linguagem simples... – ppalacios 27/09/15 às 16:19
17

Conceituação correta

Acho que você está procurando saber se Java permite herança múltipla. Nela a classe pode herdar de várias outras classes, sejam elas concretas ou abstratas.

Classes abstratas são aquelas que não podem ser instanciadas, ou seja, que você não pode criar um objeto baseado nela. Elas só existem para serem herdadas mesmo. Elas devem fazer parte de outra classe. Seus métodos podem ou não ter implementações.

Um caso especial de classe abstrata é a interface. Nela não pode ter estado (a grosso modo, variáveis que guardam valores) e os métodos não podem ter implementação (em Java 8 pode). Tem apenas a assinatura do método definindo o comportamento mas não como o comportamento agirá. É considerada uma classe puramente abstrata por não ter estado.

Em Java você pode obter herança múltipla de interfaces através de implements. Ou seja, você pode herdar diversos conjuntos de comportamentos sem implementações definidas mas não pode herdar estado e implementações à vontade. Só uma classe concreta ou abstrata pode ser herdada. Se precisar agregar outras funcionalidades na nova classe deverá ser através de implementação específica.

Você pode usar múltiplos implements, ou seja pode implementar quantas interfaces forem necessárias para indicar o que aquela classe é capaz de fazer. Quando você estende, você está dizendo que a nova classe é uma "versão melhorada" da classe que vai ser estendida. Quando você implementa algo, você está dizendo que a classe tem determinadas características necessárias para seu bom funcionamento. Desta forma você e o compilador sabem se uma classe pode ser utilizado em um determinado contexto. Ou seja, se ela possui tudo o que será necessário naquele contexto.

Isto foi parcialmente minimizado com os novos Default Methods nas interfaces.

Usando "múltipla herança"

Não conheço bem Ruby, mas até onde sei ela também não possui herança múltipla. Ela faz isto através de mixins. É feito uma combinação de recursos e não exatamente uma herança de recursos. É parecido com as interfaces com default methods.

Então em Java 8 é possível ter algo muito próximo ao que Ruby consegue. Por ser um recurso novo ainda não entendi todas suas limitações mas está claro que não pode haver estado e não pode haver construtores como ocorre em classes concretas ou abstratas. Me parece que são limitações semelhantes às encontradas nos mixins.

Nota-se nos exemplos da documentação do Java sobre default methods que é possível adicionar comportamento completo, isto é, definição da sua assinatura mais a implementação, mas isto não é considerado herança múltipla de fato. É mais uma combinação. Claro que popularmente pode ser interpretado como sendo.

Parece ser uma tendência que todas as linguagens tenham alguma forma de combinação de métodos, ou com default methods, ou com extension methods (C#) ou com mixins ou com traits (PHP). Sem um recursos assim, força o programador violar o DRY e copiar implementações idênticas para métodos que fazem exatamente a mesma coisa em classes diferentes.

Exemplo bem simplificado:

interface Teste {
    default public void teste() {
        System.out.println("teste");
    }
}

class Classe { };

class NovaClasse extends Classe implements Teste { }

class HelloWorld {
    public static void main(String[] args) {
        NovaClasse teste = new NovaClasse();
        teste.teste(); //vai imprimir a palavra teste conforme definido na interface
    }
}

Veja funcionando no ideone. E no Coding Ground. Também coloquei no GitHub para referência futura.

Problema da herança múltipla

Herança múltipla é desincentivada por causa do problema do diamante e pela dificuldade de implementação correta nas linguagens. Além disto os programadores tem dificuldade de entender o funcionamento e restrições que ela acaba impondo. Costuma haver abuso utilizando a múltipla herança como um mecanismo para facilitar a codificação quando ela deveria facilitar organização semântica da aplicação.

Poucas linguagens implementam esta funcionalidade. C++ é uma delas mas é recomendado evitar ao máximo. Eiffel é um caso que até incentiva mas é uma linguagem que possui outras limitações. Smalltalk também permite. Algumas funcionalidades não são muito ortogonais, e não casam bem. Então é necessário fazer escolhas.

  • Então eu poderia fazer 1 extends em uma classe com varios implements? – Rogers Corrêa 27/06/14 às 17:58
  • Veja se a edição melhorou este entendimento. – Maniero 27/06/14 às 18:03
  • Sim entendi melhor. – Rogers Corrêa 27/06/14 às 18:09

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.