6

Eu estava brincando com o PHP para ver se conseguia achar algo que soasse estranho com a sintaxe, me inspirando na pergunta O que ocorre em 1...1 no PHP?.

Eu acabei me deparando com o código:

$a = 0;

$a+++(++$a)

A "brincadeira" acima retornou 2.

Porque retornou 2? O que detalhadamente o PHP processou nessa sentença?

Teste no IDEONE

  • 1 + 1 = 2. Não? – Francisco 5/08/17 às 19:17
  • @Francisco sim, mas o que ocorre na sintaxe? – Wallace Maxters 5/08/17 às 19:18
  • 1
    $a++ é a mesma coisa que $a = $a + 1; O (++$a) também funciona da mesma forma neste caso. Nisso você soma os dois e da 2. – Francisco 5/08/17 às 19:19
  • 1
    Talvez algo igualmente interessante $a++-(++$a); = 2, se analisar a expressão, 1 - 1 = 2 (?) – MarceloBoni 5/08/17 às 19:48
  • No próprio manual tem uma ótima explicação php.net/manual/pt_BR/language.operators.increment.php – Marcos Xavier 7/08/17 às 15:07
9

A expressão que o PHP percebe será:

$a++ + (++$a)

Como qualquer expressão é analisada a partir da esquerda, ocorrerá:

  1. Analisar-se-á a operação $a++, produzindo o valor atual de $a como resultado e posteriormente incrementando a variável. Isto é, retorna-se 0 e o valor de $a passa a ser 1;

  2. Analisar-se-á a operação de adição +. Como é uma operação que exige dois operandos, será feita a adição de zero, o valor retornado no passo 1, e o resultado de ++$a. Então, antes da adição, o segundo operando será analisado;

  3. Analisar-se-á a operação ++$a. O valor de $a será incrementado e o resultado será retornado. Como o valor atual de $a é 1, vide passo 1, será incrementado para 2 e retornado;

  4. Assim, voltando ao passo 2, a operação de adição será analisada com os operandos 0 e 2, retornados nos passos 1 e 3 respectivamente;

A presença dos parenteses na expressão serve apenas para deixar a sintaxe válida, uma vez que, sem eles, $a+++++$a, o PHP não conseguiria aferir corretamente qual é a expressão, pois a expressão que perceberia seria algo como $a + ++ ++$a, resultando em erro de sintaxe ao tentar avaliar esse ++ sobrando na expressão. Tanto que os parenteses são desnecessários se utilizado devidamente espaços em branco, produzindo exatamente o mesmo resultado:

$a++ + ++$a

Tudo isso pode ser confirmado ao analisar o código com o VLD:

<?php

$a = 0;

echo $a+++(++$a);

Gerando os opcodes:

Finding entry points
Branch analysis from position: 0
Jump found. (Code = 62) Position 1 = -2
filename:       /in/PHp21
function name:  (null)
number of ops:  6
compiled vars:  !0 = $a
line     #* E I O op                           fetch          ext  return  operands
-------------------------------------------------------------------------------------
   3     0  E >   ASSIGN                                                   !0, 0
   5     1        POST_INC                                         ~2      !0
         2        PRE_INC                                          $3      !0
         3        ADD                                              ~4      ~2, $3
         4        ECHO                                                     ~4
         5      > RETURN                                                   1

Onde leia-se:

  1. Na linha 3, operação de atribuição é feita do valor 0 para o endereço !0;
  2. Na Linha 5, ocorre:

    • Pós-incremento do valor em !0, armazenando o valor retornado em ~2;
      • !0 passa a ser 1, retornando o valor 0, armazenando em ~2;
    • Pré-incremento do valor em !0, armazenando o valor em $3;
      • !0 passa a ser 2, retornando o valor 2, armazenando em $3;
    • Adição entre os valores em ~2 e $3, 0 e 2 respectivamente, armazenando o resultado em ~4;
    • O valor de ~4 é passado para a função echo;

Exatamente o mesmo processo descrito anteriormente.


Exatamente a mesma lógica ocorre ao analisar a expressão $a++-(++$a), como comentado, mudando apenas a operação de adição para subtração, resultando, assim, 0-2 = -2.

7

Se separarmos a sintaxe em cada expressão fica fácil entender:

$a = 0;
$b = $a++;
$c = ++$a;
var_dump($a, $b, $c, $b + $c);

Veja funcionando no ideone. E no PHP Sandbox. Também coloquei no GitHub para referência futura.

A expressão total é composta por uma adição de dois valores, ou seja o operador + que está no meio é a o último cálculo realizado: é como se fizesse ($a++) + (++$a).

Antes ele precisa avaliar as expressões que estão dentro dos parenteses. Uma expressão pega o valor $a e depois faz um incremento, resultando em 0 já que $a valia 0, porém ao fina da expressão $a passa valer 1. Então $b vale 0. Note o uso do operador de pós-incremento.

Na outra expressão ele antes incrementa 1 no valor de $a que agora vale 1. E já que o operador de incremento não só dá um resultado, ele provoca efeito colateral na variável e muda seu valor também, então $a passa valer 2. Como desta vez o operador usado é de pré-incremento, o resultado final é o novo valor de $a e não mais o antigo como ocorreu na expressão anterior. Então $c vale 2, assim como $a.

Só que você não está mandando imprimir o valor de $a, está imprimindo o resultado da soma das duas expressões. No meu código joguei esses valores em variáveis $b e $c para ficar mais visível. E é a soma de ambos que está sendo impresso no seu código. Não é o valor de $a que coincidentemente tem o mesmo valor.

Há regras de sintaxe da linguagem para priorizar o que pegar no texto do código e tentar formar os operadores. Além disso a ordem de execução é determinada por tabela de precedência e associatividade.

O Victor Stafusa contestou a ordem que eu mostrei, mas fiz um novo experimento e para estar certo e bater com a tabela de precedência. Somar 1 em ambos deixava ambíguo e dava margem para interpretação. Fiz com e sem parenteses e o resultado foi o mesmo. Separando as expressões e executando conforme a precedência da esquerda para a direita dá o mesmo resultado. Já fazendo da direita para a esquerda dá outro resultado, já que os parenteses não podem mudar a associatividade de um operador que está fora deles. Poderia mudar do que está dentro. Mas acho que isto é outro assunto, não vou me alongar.

Claro que os parenteses são necessários neste caso para evitar ambiguidade de sintaxe, mas nada afeta a ordem de execução.

  • 2
    Na verdade o c seria interpretado primeiro por causa dos parênteses. – Victor Stafusa 5/08/17 às 19:20
  • @VictorStafusa Não neste caso, pois não há conflito entre as precedências dos operadores. A execução é exatamente esta que o bigown colocou (veja no 3v4l.org) – Anderson Carlos Woss 5/08/17 às 19:30
  • @VictorStafusa tem certeza? Ele ignora a associatividade da esquerda para a direita? Realmente fiquei na dúvida agora. Se estiver certo o resultado intermediário seria diferente: ideone.com/L4AnTG – Maniero 5/08/17 às 19:31
4

Estado inicial:

$a = 0;
$x = $a+++(++$a);

Quando a operação de pós-incremento de $a++ é avaliada, $a ainda vale 0. Temos neste momento:

$x = 0 + (++$a);
$a = 1;

Ao avaliar a operação de pré-incremento de ++$a, $a já está valendo 1. Temos então:

$x = 0 + 2; // $x = 2
$a = 2;

Note que se você inverter a expressão a resposta ainda será 2, mas os valores da expressão mudam:

$a = 0;
$x = ++$a+$a++;

Quando a operação de pré-incremento de ++$a é avaliada, $a passa a valer 1. Temos neste momento:

$x = 1 + $a++;
$a = 1;

Quando a operação de pós-incremento de $a++ é avaliada, $a ainda vale 1. Temos então:

$x = 1 + 1; // $x = 2
$a = 2;

Agora um exemplo com uma expressão maior. Porque $a+++(++$a+$a+++(++$a)) é igual a 8?

Estado inicial:

$a = 0
$x = $a+++(++$a+$a+++(++$a));

Quando a primeira operação de pós-incremento de $a++ é avaliada, $a ainda vale 0. Temos neste momento:

$x = 0 + (++$a+$a+++(++$a));
$a = 1;

Quando a próxima operação de pré-incremento de ++$a é avaliada, $a já está valendo 1. Temos então:

$x = 0 + (2 + $a+++(++$a));
$a = 2;

Quando a próxima operação de pós-incremento de $a++ é avaliada, $a ainda vale 2. Temos portanto:

$x = 0 + (2 + 2 + (++$a));
$a = 3;

Quando a próxima operação de pré-incremento de ++$a é avaliada, $a já está valendo 3. Temos por fim:

$x = 0 + 2 + 2 + 4; // $x = 8
$a = 4;

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.