4

Sempre que estou desenvolvendo o front-end de algum site, coloco direto o nome do seletor, por exemplo .seletor1, .seletor2 e por aí vai.

Recentemente precisei mexer nas classes de um plugin que eu baixei, e vi que constava: div.seletor

Desculpem a minha ignorância, mas tenho seis meses de front-end e nunca utilizei assim.

5

Vejo dois motivos para isso:

  1. Você usa a classe seletor em mais de um tipo de elemento, e quer criar uma regra CSS apenas para DIVs.

  2. Você precisa dar mais peso para essa regra na cascata do CSS. Por exemplo:

    .seletor1 { color: red; }
    .seletor2 { color: blue; }
    

    Considere uma <div class="seletor1 seletor2>.... Ela ficará azul (ambas as regras têm o mesmo peso, mas a segunda regra tem preferência por vir depois no código-fonte). Então, se usar

    div.seletor1 { color: red; }
    

    conseguirá forçar a cor vermelha nessa div.

  • Entendi. No seu item número 1, não seria o equivalente a colocar: .seletor a, seletor div, ou .seletor input? Você diz que a classe só irá ser aplicada se for dentro de uma a, div ou input? – Felipe Goulart 25/06/14 às 12:17
  • 1
    Não, esses seletores são diferentes: div.foo é uma div que tem a classe foo, e .foo div é uma div dentro um elemento qualquer que tenha a classe foo. – bfavaretto 25/06/14 às 12:18
3

Quando precedido de "ponto" refere-se a uma classe e quando precedido de sustenido, o famoso "#" refere-se a um id.

A classe sempre deve ser utilizada quando você quer definir propriedades para um grupo de elementos e o id para um único elemento.

Quando você define div.classe {} você consegue definir propriedades para esta classe exclusivamente nesta div.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.