0

Seguinte.

Quando eu quero usar alguma coisa, por exemplo, no index, eu quero puxar uma classe pra fazer um objeto, certo?

Imagine que a classe esteja assim:

<?php
class Testando{
   //Meu codigo aqui
}
?>

Ai, tenho meu index:

<!DOCTYPE html>
<html lang="pt-BR">
    <head>
        <meta charset="UTF-8">
        <title></title>
    </head>
    <body>
        <?php
             require'Testando.class.phg';
             $Teste = new Testando;
        ?>
    </body>
</html>

Ai agora, tenho minha segunda class, vamos supor.. :

<?php
   //Aqui eu não precisaria de um require/include da class Testando?
   class EuTestei extends Testando {
       //Meu codigo aqui
   }
?>

Ali, onde comentei, na segunda class, não precisaria de include/require? Pôs aqui, testando, ela não da erro. Mas como ela acha essa classe?

  • Você está utilizando namespace? caso esteja utilizando autoload não é necessário dar o include/require.. – wDrik 22/07/17 às 1:59
  • autoload eu uso, mas não entendo, como aquela class extende a outra, sendo que não usei require. – Lucas de Carvalho 22/07/17 às 2:04
  • 1
    Se este segundo arquivo também foi incluído no index.php, o PHP acha a classe pois ela foi carregada também no index.php através do primeiro require. Quando você faz o require ou include, para o PHP é como se todos os códigos estivessem escritos no mesmo arquivo, então a classe Testando estaria implementada antes da classe EuTestei, por isso funciona. Se no index.php você der require apenas do segundo arquivo, então sim, você precisará dar o require do primeiro onde você comentou. – Anderson Carlos Woss 22/07/17 às 2:07
  • Recomendo você a estudar e entender como funciona e pra que serve o autoload, pois ele já faz o carregamento completo de todas as classes, e onde você da um new no objeto ali já tem todas as classes do sistema carregadas. – wDrik 22/07/17 às 2:07
  • Entendi, Anderson, se quiser por a resposta, ai marco como aceita! – Lucas de Carvalho 22/07/17 às 2:18
1

Vamos supor que temos três arquivos: dois com as definições das classes e outro que será o código a ser executado.

Person.php

<?php

class Person
{
    public $firstname;
    public $lastname;
}

User.php

<?php

class User extends Person
{
    public $username;
    public $password;
}

Perceba que a classe User estende a classe Person. Se no arquivo index.php fizermos algo como:

<?php

require "Person.php";
require "User.php";

$user = new User();
$user->firstname = "Anderson";
$user->lastname = "Woss";

Para o PHP, o arquivo executado seria basicamente:

<?php

// require "Person.php";
class Person
{
    public $firstname;
    public $lastname;
}


// require "User.php";
class User extends Person
{
    public $username;
    public $password;
}

$user = new User();
$user->firstname = "Anderson";
$user->lastname = "Woss";

E como todas as classes estão definidas funcionará perfeitamente, mesmo que no arquivo User.php não tenhamos incluído o arquivo Person.php, pois no final, tudo foi interpretado como um arquivo só.

O que a função de autoload faz é basicamente isso: incluir todas as dependências no arquivo index.php, pois assim elas estarão definidas em todos os arquivos da aplicação - partindo da consideração que a aplicação é sempre executada sobre o arquivo index.php.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.