10

Temos essa expressão:

var teste = meucotexto.minhatable.Where(x => x.meu_campo.....)

Como leio essa parte x => x.meu_campo

Leio x está para x.meu_campo ou x de x.meu_campo ou outra coisa?

8

Não acho que exista uma forma universalmente apropriada. Não precisamos nos manter a formalismos bobos só porque está certo. O importante é as pessoas se comunicarem eficientemente. É comum fazermos simplificações quando falamos ou até escrevemos certas coisas que estritamente estão erradas, mas que não causa grandes problemas. Dou um exemplo em Qual a diferença entre uma linguagem de programação estática e dinâmica?. É comum todo mundo pronunciar a palavra "data" em inglês de forma errada sem causar problemas. Todo mundo entende que estamos falando de dados, de algo digital.

O importante é manter a consistência entre as pessoas que vão se comunicar.

Vamos tentar achar uma forma legal.

Acho que as formas mais usadas, pelo menos em C#, é "torna-se", "transformado em", "que venha ser". Se não me engano já ouvi o Anders Hejlsberg pronunciando e indicando esta forma.

Também já vi o uso de "de modo que" ou "de tal modo que" ou mesmo "tal que".

Outra possibilidade seria um "indo para" para indicar a passagem de parâmetro. Me parece um jeito menos formal. Curiosamente a Microsoft recomendava isto no VS2010 mas desistiu de definir nas versões seguintes. Talvez possa usar "passado para".

Talvez possa depender do que significa a lambda sendo usada. Veja o que um grande especialista, que sabe unir a teoria com a prática como poucos, lambdas ao telefone.

Sua leitura não me parece ser correta porque não há relação direta entre elas. "Está para" costuma indicar proporcionalidade, o que não ocorre com lambdas. Mas não chega ser um completo absurdo. Se todo mundo que está se comunicando fala assim, que seja. O problema pode ocorrer quando se comunica externamente. Mas como poucas pessoas sabem o jeito certo de pronunciar, tanto faz. É possível que as pessoas se entendam mais pelo uso do que pela pronúncia.

Mas tem gente que lê "@" como "arroba" e não como "at" ou "em" como deveria ser. E "#" como "cerquinha" não importa o contexto, então se alguém ler "=>" como "seta" ou "seta dupla", ou "seta gorda", não me surpreenderia.

No seu exemplo eu leria: "x torna-se x.meu_campo" ou mais detalhadamente "xis torna-se xis ponto meu campo". Mas você pode ler o texto em um contexto mais completo. Pode ler de forma a fazer sentido onde está sendo usado e talvez até esquecer que isto é uma lambda. A linha completa poderia ser lida como "Em meu contexto.minhatebela onde x.meucampo for igual a valor tal". Isto faz sentido para você e para quem você está falando? Se não faz, procure o que faz e mantenha este padrão.

  • Valeu, essas linhas que eu coloquei são apenas hipotéticas, não tenho uma forma de falar. Apenas leio e vejo o que é. Mas gostei do que li. Eu apenas fiz uma introdução. – pnet 25/06/14 às 21:02
  • Entendi, só quis ser completo. – Maniero 25/06/14 às 21:04
5

Deveria ler a relação de x com o Where e a minhatable e não a relação x => x.meu_campo.

Ou seja, tal como uma query SQL, leria, 'Por cada x em minhatable onde x.meu_campo = algo, faça algo'.

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.