1

Criei uma rede neural perceptron para entender bem o conceito. O meu objetivo seria definir o que é uma laranja, por seus números de elementos químicos e o que é uma maçã pela mesma formula. É uma rede neural de apenas uma camada, eu teria que utilizar uma rede de multi-camadas para realizar este processo? Alguém poderia mostrar um exemplo prático? Seria bacana falarmos um pouco sobre.

fechada como fora de escopo por user28595, Tiago S, Luiz Vieira, Renan, rubStackOverflow 19/07/17 às 12:07

Esta pergunta parece não pertencer ao site. Segundo os usuários, este foi o motivo:

  • "Essa pergunta não parece ser sobre programação, dentro do escopo definido na central de ajuda." – Comunidade, Tiago S, Luiz Vieira
Conheça as regras na central de ajuda e edite a pergunta para que fique adequada.

  • Seria ótimo se alguém disponibilizasse um exemplo algoritmo em prática aplicando esse conceito de IA MLP, ainda mais porque semestre que vem irei fazer um TCC sobre exatamente isso rs. – Paulo Roberto Rosa 17/07/17 às 14:15
  • @PauloRoberto verdade! Entendi o conceito e coloquei em prática, mas existem muitas dúvidas ainda como utilizar este tipo de RN. – Rogers Corrêa 17/07/17 às 14:17
  • 1
    O perceptron é um classificar binário linear. Dá pra resolver qualquer problema com este algoritmo, desde que os conjuntos de dados possam ser classificados em dois (ou seja, laranjas e maçãs, por exemplo) e linearmente separáveis (se os dados estiverem em R^n, existe um hiperplano em R^(n-1) que divide os dois grupos). É esta a resposta procurada? – Marcus Nunes 19/07/17 às 0:33
  • 1
    Ok. Então faz assim: meça a acidez de algumas frutas (tanto de laranjas como de maçãs) e plote num gráfico (pode ser um histograma mesmo, com a contagem do número de frutas de cada tipo por valor de acidez). Se com essa única característica o problema for linearmente separável vai ficar bem visível no gráfico (como no clássico problema dos peixes: pt.stackoverflow.com/questions/40135/explicar-o-algoritmo-svr/…). – Luiz Vieira 19/07/17 às 17:16
  • 1
    Interessante! @LuizVieira – Rogers Corrêa 19/07/17 às 18:22