5

A pouco, fiquei sabendo sobre o motor de template em PHP. Por alto, eu entendi o que é, mas tenho dúvidas.

É uma "linguagem de programação?" Coloquei entre aspas pôs li isso em um site:

Propósito

A princípio, uma linguagem ou motor de templates é usado para, entre outras coisas, agilizar o trabalho de quem vai fazer a parte visual de um projeto Web.

O que realmente é um motor de template? Pra que serve? É o que está escrito na citação acima ou é outra coisa?

Pode ser criado em outras linguagens ou só em PHP?

Poderiam dar exemplos, se possível de como criar um em PHP? Pois não tenho ideia de como fazer.

  • 1
    Template engine se aplica a qualquer linguagem. Ele utiliza recursos da linguagem logo chamar de linguagem de programção é meio forte o mais adequado seria "uma notação simplificada/melhorada". Nessa pergunta tem um exemplo bem basico de template engine e outras considerações. – rray 17/07/17 às 14:16
7

Não gosto da palavra motor para engine neste contexto, prefiro mecanismo.

O PHP já é um mecanismo de gabarito (já que é pra traduzir). Ele pega um texto que em tese é um HTML e permite inserir algumas coisas externas que serão definidas no momento da sua execução.

Por isso é um pouco estranho ter outros mecanismos para uso com PHP. Tá, até entendo que as pessoas queriam algo mais flexíveis e principalmente com sintaxe mais fácil.

O template engine é o software que pega um texto e faz a substituição de partes deste texto por alguma informação a ser definida, seja por um código, seja por um padrão que será definido por alguma regra fixa.

Em geral eles operam com base em uma convenção de que um determinado caractere ou sequência de caracteres especifica que ali não é um texto e sim é algo que deverá obter um resultado que será inserido no texto.

A forma de operar de cada um é algo que ele define.

É possível que ele carregue uma linguagem de programação nele, mas ele não é a linguagem de programação.

A função deste mecanismo é dar facilidade de escrever um texto da forma mais ou menos natural como uma pessoa faria e permitir a personalização de trechos dele. A alternativa é ter que programar tudo e usar o texto como literais string no código, que não é ruim para um programador, mas pode ser trágico para uma pessoa que tenha outra função, como um designer ou mesmo outro usuário mais leigo, até porque esses mecanismo podem ser usados em diversos contextos. Até no Word da Microsoft ou outros fornecedores possui um mecanismo de gabarito que interpreta o texto e pode preencher as lacunas deixadas no texto, o que curiosamente quase ninguém sabe da existência disto, muitas vezes reinventado a roda em suas aplicações.

Então não é que pode ser usado em outras linguagens, pode ser usado em qualquer coisa que exija que um texto seja gerado com base fixa mas que tenha lacunas a serem preenchidas dinamicamente.

Na verdade nem precisa ser texto, mas ele é bem mais comum e mais simples de realizar.

Para web pode facilitar a criação de páginas pode tornar o fluxo mais próximo de como se faria se a página não tivesse conteúdo dinâmico.

Como criar um mecanismo é algo muito amplo, embora um bem simples pode ser feito até com regex. Basta dizer o padrão que encontrará no texto que é o que deve ser substituído, pegar o conteúdo que está ali dentro, interpretar, no caso mais simples pode ser só um if, switch ou um array associativos* com palavras-chave que devem ser substituídas.

$template=file_get_contents('template.php');
$re = "/%(\\w*?)%/"; 
$subst = "<?php $1(); ?>"; 
$result = preg_replace($re, $subst, $template);
file_put_contents('template.php',$result);

Exemplo retirado dessa resposta no SO.

Coloquei no GitHub para referência futura.

Tem outra pergunta lá com um outro exemplo.

  • 1
    Só a primeira frase já vale +1 – bfavaretto 26/07/17 às 14:26

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.