7

Tenho uma pasta com uma série de arquivos LaTeX:

arquivo_001.tex
arquivo_002.tex
arquivo_003.tex
arquivo_004.tex

Minha ideia é escrever um makefile que me permita fazer algo do tipo make 004 e ele compilasse apenas o arquivo arquivo_004.tex.

Descobri que usa $@ dentro do makefile usa o primeiro argumento, então tentei um makefile contendo

all:
    pdflatex Invoice_GabrielKoscky_0$@.tex

Mas recebo:

make: *** No rule to make target `10'.  Stop.

O que faz todo sentido. Então tentei chamar make all 10, mas aí pdflatex não encontra o arquivo arquivo_all.tex, o que também faz todo sentido.

Existe alguma forma de pegar esse segundo argumento? O que eu quero fazer deve ser feito de outra forma?

  • Me parece que o make considera tudo que não é atributo como goal. E se usasse atributos como make GDK="004", por exemplo, e ${GDK} ? – Bacco 21/06/14 às 11:27
  • Nao sei se é um problema real ou pergunta canônica, de qq forma aqui deve ter alguma referência boa pra quem for responder: stackoverflow.com/questions/2214575 – Bacco 21/06/14 às 11:57
  • @Bacco Eu tinha visto por aí que talvez o caminho fosse fazer algo como make file="004" mas me pareceu mais complicado do que poderia ser. – Gabe 21/06/14 às 15:34
6

Você pode usar uma regra que seja apenas um padrão para redirecionar para alguma outra regra. Assim ela vai capturar qualquer coisa que venha da linha de comando. Observe:

%: arquivo_%.pdf
    @# empty line

arquivo_%.pdf: arquivo_%.tex
    @echo Produce $@ from $^

Tendo isso, executar make 003 vai exibir: "Produce arquivo_003.pdf from arquivo_003.tex".
Pode também chamar em cadeia, por exemplo: make 003 004 005.

Note, no entanto, que é necessário ter ao menos uma linha de comando na regra usada para redirecionar, caso contrário ela é ignorada. Usei ali um comentário com saída suprimida, equivalente a um noop.


Ainda outra opção é usar uma variável cujo valor padrão seja produzir tudo. Essa solução é muito mais limpa na realidade. Em primeiro lugar definir uma variável cujo valor seja os números a se produzir. Assim:

PRODUCE = $(patsubst arquivo_%.tex,%,$(wildcard arquivo_*.tex))

Se você tem os arquivos arquivo_001.tex e arquivo_003.tex no seu diretório, então PRODUCE=001 003.

Sem seguida, dado uma variável PRODUCE, calcular qual o nome dos arquivos alvos, os pdfs:

PRODUCE_PDF = $(addprefix arquivo_,$(addsuffix .pdf,$(PRODUCE)))

Se PRODUCE=001 003, então PRODUCE_PDR=arquivo_001.pdf arquivo_003.pdf.

Agora é uma mera questão de fazer a regra padrão produzir os pdfs. Assim:

all: $(PRODUCE_PDF)

arquivo_%.pdf: arquivo_%.tex
    @echo Produce $@ from $^

Se você invocar make sem argumentos, vai produzir todos os pdfs. Você pode especificar assim: make PRODUCE=005. Ou ainda: make PRODUCE="005 006 002".

  • Não só resolveu o problema como ainda ajudou a explicar um monte de outras dúvidas que eu tive lendo um makefile de exemplo que eu encontrei – Gabe 21/06/14 às 15:47

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.