3

Olá!

Estou estudando javascript, mas especificamente Parasitic Combination Inheritance, e me deparei com a sobrescrita de métodos. Acontece que criei o seguinte código:

var Base = function(nome, texto) {
    this.name = nome;
    this.text = texto;
    this.saudacao = function() {
          return this.text + ' ' + this.name;
    }
}

var heranca = function(p, f) {
    var pc = Object.create(p.prototype);
    f.prototype = pc;
    f.prototype.constructor = f;
}

var Dia = function(texto) {
    Base.call(this, 'Fulano? ', 'Tudo bem, ');
    this.newText = texto;
}
heranca(Base, Dia);
Dia.prototype.saudacao = function() {
    var msg = this.saudacao();
    return msg + ' ' + this.newText;
}

var ola = new Dia('Bom dia!');
alert(ola.saudacao());

Ao executar alert(ola.saudacao()), tenho o retorno da classe pai, não da sobrescrita.

Para teste, alterei o nome do método "saudacao" da classe "dia" para "novaSaudacao" e, executando alert(ola.novaSaudacao()), consigo a saída correta.

Aparentemente o código escrito em dia.prototype.saudacao = function() {} nem chega a ser executado (adicionei um alert('!') nele e isso não surtiu efeito).

Daí vem a pergunta: como trabalhar corretamente com a sobrescrita de métodos em javascript sem se esquecer do Parasitic Combination Inheritance?

EDIT Vou tentar explicar a aplicação prática para esclarecer um pouco a questão. Os objetos usados como exemplo não estão em questão, apenas suas funcionalidades.

Considere uma classe que se chame "Gentileza" e possui o método "Saudacao".

Ao criar...

var ola = new Gentileza("José");

Podemos executar...

ola.Saudacao();

E teremos como resultado: "Olá, José.".

Agora, precisamos de dois outros objetos chamados "Dia" e "Noite" que são filhos de "Gentileza". Então podemos criar...

var dia = new Dia("José");

E executar...

dia.Saudacao();

Agora, a mensagem será "Olá José. Bom dia!". A primeira parte da mensagem ("Olá, José.") foi gerada no objeto pai (Gentileza). O objeto "Dia" herdou a saudação do objeto pai e adicionou "Bom dia!" ao texto.

Para fins de conclusão: pretendo que minha classe filho herde um método da classe pai e o complemente.

Obrigado pela atenção.

  • 1
    O que pretende com a linha var msg = this.saudacao(); ? Não consegui perceber no seu código... – BrnPer 12/07/17 às 16:20
  • Qual o retorno final que você quer? – FabianoLothor 12/07/17 às 16:22
  • BrnPer A variável "msg" contém o texto recuperado da classe-pai. Uso logo abaixo adicionando um texto para complementar a saudação e incluir um "bom dia". Poderia ser também return this.saudacao() + ' ' + this.newText. – Leikovsk 12/07/17 às 16:23
  • FabianoLothor, o retorno deve ser: "Tudo bem, Fulano? Bom dia!" – Leikovsk 12/07/17 às 16:24
  • A sua classe pai cria um método que "sobrescreve" (shadows) o que estiver no prototype. Parece que você está entendendo ao contrário, mas não está muito clara a pergunta. – bfavaretto 12/07/17 às 16:57
3

Acho que entendi o que está te confundindo. As operações que você faz, em resumo, são:

  1. Estabelece herança de classe base para classe dia (nota: é convenção usar iniciais maiúsculas para nome de classes ou funções construtoras, mas você usou minúsculas)

  2. Cria um novo método saudacao no protótipo de dia.

  3. Cria instância de dia e executa o método saudacao dela.

A sua lógica é que dia.prototype.saudacao deve sobrescrever o método de saudação já existente na base. Isso seria verdadeiro se o método estivesse no protótipo de base. Porém, ele é criado na instância (this):

this.saudacao = function() {
      return this.text + ' ' + this.name;
}

E o construtor de dia força a execução do construtor de base:

base.call(this, 'Fulano? ', 'Tudo bem, ');

Assim, o método saudacao executado em ola.saudacao() é o definido dentro do construtor base, não o que está em dia.prototype.

Métodos presentes na instância sempre têm prioridade em relação ao que estiver na cadeia de protótipos. Quando você executa ola.saudacao, a primeira coisa que é verificada é se o próprio objeto ola possui uma propriedade saudacao. E ele possui, por causa daquela chamada base.call(this, ...). Então esse é executado. Somente se ele não existisse é que seria verificado dia.prototype e depois base.prototype.

Você conseguiria o resultado que quer com o seguinte código:

var Base = function(nome, texto) {
    this.name = nome;
    this.text = texto;
}

Base.prototype.saudacao = function() {
		return this.text + ' ' + this.name;
}

var heranca = function(p, f) {
    var pc = Object.create(p.prototype);
    f.prototype = pc;
    f.prototype.constructor = f;
}

var Dia = function(texto) {
    Base.call(this, 'Fulano? ', 'Tudo bem, ');
    this.newText = texto;
}

heranca(Base, Dia);

Dia.prototype.saudacao = function() {
    var msg = Base.prototype.saudacao.call(this);
    return msg + ' ' + this.newText;
}

var ola = new Dia('Bom dia!');
alert(ola.saudacao());

Porém não me parece uma boa maneira. É que parece que você quer fazer duas coisas ao mesmo tempo: sobrescrever um método, mas ao mesmo tempo ter acesso ao método sobrecrito de dentro do método que o sobrescreve. Parece mais caso para composição de funções ao estilo funcional do que caso para uso de herança.

  • Creio que não, isso que você falou faria sentido se ao invés de fazer dia.prototype.saudacao = ele fizesse base.prototype.saudacao = e funcionasse, no caso o prototype não está sendo sobrescrito, por algum motivo. – FabianoLothor 12/07/17 às 17:24
  • @FabianoLothor fico com você. A minha intenção era, após herdar os métodos e propriedades da classe base (peço desculpas pelo minúsculo), sobrescrever o método usando dia.prototype.saudacao = ..., como mencionou. Mas, não sendo assim, então, como sobrescrever o método declarado no pai, agora no filho? – Leikovsk 12/07/17 às 17:34
  • Estou dando uma verificada @Leikovsk, fiquei curioso agora também. – FabianoLothor 12/07/17 às 17:35
  • @Leikovsk Acrescentei mais informação na resposta, veja se agora está mais claro – bfavaretto 12/07/17 às 19:31
  • @bfavaretto Fiz uma alteração no código e retirei o método da instância. Também entendi o que o @FabianoLothor quis dizer sobre chamar this.saudacao dentro de Dia.prototype.saudacao. O problema foi resolvido usando todas as dicas daqui. Vou colocar o código reescrito e comentar. – Leikovsk 12/07/17 às 19:35
2

Tá, eu entendi o que você quer fazer.

Mas está bastante confuso o "como" você está fazendo.

Enfim, pelo que entendi o que você está querendo saber é:

Como sobrescrevo o prototype de um objeto pai, na classe filha.

Antes de resolver isso, o ideal é você entender como se usa Orientação à Objetos corretamente, porque está muito confuso o exemplo e o porque de algumas coisas estarem sendo feitas de maneira X ao invés de Y.

Enfim, tem uma inconsisência grande no código abaixo.

Veja só:

Dia.prototype.saudacao = function() {
    var msg = this.saudacao();
    return msg + ' ' + this.newText;
}

Você está - tentando - sobrescrever um método e - sem perceber - está criando um loop infinito, de forma recursiva.

De qualquer forma, entendi o que você estava tentando fazer ali em cima.

Mude para algo assim:

Dia.prototype.saudacao = function() {
    return this.text + ' ' + this.name + ' ' + this.newText;
}

Agora em relação a solução, o problema está em algum lugar da método heranca:

A forma como você está fazendo é que está causando todo esse problema no código, a sobrecarga de métodos funciona normalmente se feita da maneira "padrão".

A função herança não deve estar fazendo o que esperávamos que ela fizesse, de modo que ficou impossível de resolver essa questão sem modificar muito o código que você fez.

Acabei refazendo o código, basicamente ele faz a mesma coisa e aqui ele funciona bem.

function Greet ( name , text ) {
    // Sobre o que falei acima de orientação a objetos, não vejo sentido do "nome" da pessoa estar nessa Classe. (só um exemplo)

    this._name = name ;
    this._text = text ;
    this._greet = function () {
        return this._text + ' ' + this._name ;
    }
}

function GoodDay ( greet ) {
    this.prototype = Greet ;

    Greet.call( this , 'Fulano? ' , 'Tudo bem, ' );

    this._greet = greet ;
}

GoodDay.prototype._greeting = function () {
    return this._text + ' ' + this._name + ' ' + this._greet ;
}

var hello = new GoodDay( 'Bom dia!' ) ;

alert( hello._greeting() ) ;

Quebrei muito a cabeça para tentar manter essa função heranca que você criou, mas não consegui resolver com ela.

De qualquer forma, se você analisar a situação e pensar de forma Orientada a Objetos, vai ver que não faz muito sentido ter uma função que atribuí as heranças entre cada classe.

Por exemplo: um cachorro, ele É um animal (isso é imutável), não precisa alguém chegar e dizer que o cachorro vai ser um animal e é basicamente isso que você está fazendo com essa função heranca.

Não sei se ficou muito claro, mas é +/- isso que estou querendo explicar.

  • Obrigado pela resposta. Você tem razão quanto ao que disse sobre o exemplo. Tentei escrever um exemplo simples considerando o projeto maior, que não é sobre saudações. Meu código se baseou no que aprendi lendo esse texto. De todo modo, de acordo com o seu código, eu não tenho o método _greeting() na classe Pai, então, não houve sobrescrita na classe Filho, concorda? Como a pergunta é sobre a sobrescrita, agradeço muito o tempo dispensado, mas ainda não alcancei o meu objetivo. – Leikovsk 12/07/17 às 19:10
  • @Leikovsk tem toda razão, foi um erro meu de atenção, a verdade é que a variável _greet da classe pai deveria se chamar _greeting, só que alterando ela o código volta a não funcionar, a noite darei uma olhada. – FabianoLothor 12/07/17 às 19:18
  • Discordo totalmente da parte da herança. A forma como ele fez é correta, e atribuir outra função diretamente como prototype (this.prototype = Greet) está errado e não gera herança nenhuma. – bfavaretto 12/07/17 às 19:24
  • Sim @bfavaretto, eu acreditava que fosse devido a herança, mas acabei passando batido na variável _greeting, e foi o que me fez achar que o problema fosse aquele método, peço desculpas por isso. Mas em relação a linha this.prototype = Greet, ela gera sim herança, tanto que o texto é devidamente preenchido ao final de tudo. – FabianoLothor 13/07/17 às 12:52
  • Eu quis dizer que o que é herdado em this.prototype = Greet não tem efeito no resultado, mesmo no seu exemplo. Porque Greet não tem nenhum método, então nada é herdado dali. E disse "errado" porque atribuir uma função construtora como protótipo de outra quebra a cadeia de protótipos. – bfavaretto 13/07/17 às 14:28
1

Reescrevi o código pensando no problema e usando as dicas passadas:

    var inheritance = function(father, child) {
	    var fatherCopy = Object.create(father.prototype);
    	child.prototype = fatherCopy;
    	child.prototype.constructor = child;
    }

    var Parent = function(msg) {
        this.text = msg;
    }
    Parent.prototype.message = function() {
    	return this.text;
    }
    var Oi = new Parent('Olá ');
    alert(Oi.message()); //Exibe "Olá"
    			
    var Child = function(nome) {
    	Parent.call(this, 'Olá ');
    	this.text2 = nome;
    }
    inheritance(Parent, Child);
    Child.prototype.message = function() {
    	return this.text + ' ' + this.text2;
    }
    			
    var Ai = new Child('Fulano');
    alert(Ai.message()); //Exibe "Olá Fulano"

Problema resolvido.

  • Show @Leikovsk! No caso então a solução foi definir o prototype fora da classe? – FabianoLothor 13/07/17 às 12:53
  • @FabianoLothor para o problema apresentado, sim. Mas não resolve o problema real que tenho aqui. Acreditei que simplificando o problema resolveria o problema principal, mas me enganei. Existem particularidades que não descrevi nesse problema aqui. Estou pensando em publicar outra demanda em breve. – Leikovsk 13/07/17 às 13:24
  • Eu fiquei curioso desde que li tua pergunta, pra mim, não faz sentido os prototypes conseguirem ser modificados apenas se forem definidos fora da classe, deve ter algo que não estamos enxergando. – FabianoLothor 13/07/17 às 13:28
  • Poste sim outra pergunta @Leikovsk :) – bfavaretto 13/07/17 às 13:57

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.