2

Estou desenvolvendo um app android baseado em mapas, que criará salas de bate papo em alguns lugares pré-determinados e em lugares onde os usuários necessitarem.

Fiz algumas pesquisas com mecanismos que poderia usar na minha aplicação e deparei-me com o conceito de namespaces e rooms. Pelo que percebi os rooms só ficam abertas quando tem pelo menos um socket conectado (correcto ?)

Quais os conceitos, semelhanças e diferenças entre Rooms e Namespaces?

  • Sua pergunta pode correr o risco de ser fechada pois as respostas podem vir baseadas em opiniões. Por isso sugiro que mude a pergunta de "recomendação" para minha aplicaçao o que voces recomendam, para algo como Quais os conceitos, semelhanças e diferenças entre Rooms e Namespaces. PS: Também estou curioso quanto às respostas, NodeJS é algo que pretendo dominar em breve. – KaduAmaral 12/07/17 às 19:04
  • na realidade gostaria de "ouvir" mesmo as opnioes , afinal agora que consegui usar ambos, meio que ainda estou em duvida sobre qual usar ... ambos funcionam ... porem acredito que as rooms seram mais viaveis para mim em especifico.... mas mudarei valeu pela dica – Osvaldo Pereira 13/07/17 às 9:18
  • @KaduAmaral como voce tambem estava interessado em sabe achei uma explicaçao muito boa no SO em ingles stackoverflow.com/questions/10930286/… da uma olhada sanou minhas duvidas hehe – Osvaldo Pereira 14/07/17 às 8:33
  • Show Osvaldo, vou traduzir e postar aqui pra ajudar outras pessoas que precisarem... – KaduAmaral 14/07/17 às 13:06
2

Isto é o que namespaces e rooms tem em comum (socket.io v0.9.8 - note que v1.0 foi reescrito completamente, então algumas coisas podem ter mudado):

  • Ambos namespaces io.of('/nsp') e rooms socket.join('room') são criados do lado do servidor
  • Multiplos namespaces e multiplos rooms compartilham a mesma conecção (WebSocket)
  • O servidor transmitirá mensagens apenas para os clientes que conectaram a um nsp/room, i.e. o filtro não é apenas no cliente

As diferenças:

  • Namespaces são conectados ao cliente usando io.connect(urlAndNsp) (o cliente vai ser adicionado ao namespace apenas se já existir no servidor)
  • Rooms podem "entrar" apenas do lado do servidor (emborar criando uma API do lado do servidor permite que o cliente entre diretamente)
  • Namespaces podem ter autorização protegida
  • Rooms não tem suporte a autorização, mas uma autorização customizada pode ser adicionada, easy-to-create API no servidor, no caso de alguém estar em multiplas rooms
  • Rooms fazem parte de um namespace (namespace padrão 'global')
  • Namespaces são sempre alocados no escopo global

Para não confundir o conceito com o nome (room or namespace), Vou usar compartimento para me referir ao conceito, e os outros dois nomes para a imlpementação do conceito. Então:

  • Se você precisa de autorização por compartimento, namespaces deve ser o caminho mais fácil a se tomar
  • Se você quer hierarquizar os compartimento em camadas (2 camadas no máximo), use um combo namespace/room
  • Se o seu client-side app consiste em partes diferentes que (não se preocupam com compartimentos, mas) precisam ser separadas uma da outra, use namespaces.

Um último exemplo seria um aplicativo cliente grande onde diferentes módulos, talvez desenvolvidos separadamente (por exemplo, terceiros), cada um usando o socket.io de forma independente, estão sendo usados no mesmo aplicativo e querem compartilhar uma única conexão de rede.

Não tendo realmente comparado isso, parece-me se você precisa apenas de compartimentos simples em seu projeto para separar e agrupar mensagens, qualquer um ficará bom.

Não tenho certeza se isso responde sua pergunta, mas a pesquisa que conduziu a essa resposta, pelo menos, me ajudou a ver mais claro.


Esta resposta é uma tradução livre da resposta do Eugene Beresovsky a uma pergunta semelhante feita no StackOverflow

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.