6

Possuo um banco de dados legado que ao fazer determinada ação no sistema que tem acesso a ele, varias tabelas são modificadas, consegui identificar no mínimo 04 tabelas sendo alteradas. Minha dúvida é existe um arquivo de log do PostgreSQL para que eu possa ter certeza quais tabelas foram alteradas?

1

É possível fazer com que o servidor registre em LOG todos os comandos (DDL, DML, DCL e TCL) executados nas databases que nele estão hospedadas.

No arquivo de configurações data/postgresql.conf do seu servidor Postgres, ajuste os seguintes parametros:

log_statement = 'all'
log_destination = 'stderr'
logging_collector = on
log_min_duration_statement = 0
log_filename = 'postgresql-%F.log'

Seu servidor precisa ser reiniciado para que as alterações tenham efeito.

Referências:

https://www.postgresql.org/docs/9.3/static/runtime-config-logging.html

https://stackoverflow.com/questions/722221/how-to-log-postgresql-queries

2

Logs, no postgres, não registra alterações dos dados dos bancos, mas somente eventos relacioanados ao estado do servidor, tais como, startup, prontidão para conexoes e, principalmente, erros.

Veja um exemplo de log de um servidor em um sistema linux:

$ tail /var/log/postgresql/postgresql-9.5-main.log

2017-07-10 23:50:49 BRT [1165-2] LOG: database system was not properly shut down; automatic recovery in progress

2017-07-10 23:50:50 BRT [1165-3] LOG: invalid record length at 0/5EBE9C8

2017-07-10 23:50:50 BRT [1165-4] LOG: redo is not required

2017-07-10 23:50:50 BRT [1165-5] LOG: MultiXact member wraparound protections are now enabled

2017-07-10 23:50:50 BRT [1091-1] LOG: database system is ready to accept connections

...

Para fazer logs de alterações nos bancos dentro do servidor voce teria que criar estratégias de auditoria dentro de cada banco, uma sugestão interessante é apresentada no wiki do postgres, no caso voce tem que criar um trigger para cada tabela que vc queira auditar.

Audit trigger

0

Não, o log do PostgreSQL só irá registrar as exceções e avisos. Se você está se referindo a alterações na estrutura da tabela, ficará mais difícil salvo se você criar um log na sua própria aplicação. Se está se referindo a alterações nos registros das tabelas, você deve criar "Triggers" para ser disparado nos eventos de atualização e gravar os campos e valores alterados numa tabela "Logs" que deve ser criada.

0

Para identificar modificações na estrutura do banco executados por comandos DDL, utilize o recurso de EVENT TRIGGER do PostgreSQL. É um recurso que está disponível a partir da versão 9.3.

Com ele seria possível armazenar em uma tabela os dados das tabelas que estão sendo criadas pelo sistema legado e posteriormente consultar esses dados.

Crie uma tabela para armazenar os dados conforme os eventos forem ocorrendo.

create table auditoria (
    id serial,
    data_ocorrencia timestamp,
    dados jsonb
);

Crie uma função que retorne event_trigger. Observe o uso da função pg_event_trigger_ddl_commands(), ela é que irá retornar os dados do objeto que está sendo modificado.

CREATE or replace FUNCTION registra_evento_create()
    RETURNS event_trigger
    LANGUAGE plpgsql
AS $$
declare
    r record;
begin
    for r in 
        select jsonb_agg(evento) as eventos
        from (
            select
                pg_identify_object(classid,objid,objsubid) as obj
            from pg_event_trigger_ddl_commands()
        ) as evento
    loop
        execute 'insert into auditoria (data_ocorrencia, dados) values (current_timestamp,$1);'
            using (r.eventos);
    end loop;
end
$$;

Crie uma EVENT TRIGGER. Nesse caso irá ser disparada a trigger quando o comando for encerrado e for um comando CREATE TABLE. O parâmetro WHEN não é obrigatório, então seria possível auditar outros tipos de comandos DDL, na documentação são indicadas as opções.

CREATE EVENT TRIGGER tr_evento_create
ON ddl_command_end WHEN TAG IN ('CREATE TABLE')
EXECUTE PROCEDURE registra_evento_create();

Depois disso cada comando CREATE TABLE irá disparar a função registra_evento_create(), e com consultas na tabela auditoria seria possível identificar as tabelas que estão sendo criadas pelo sistema legado.

Abaixo links referentes ao assunto na documentação do postgres: https://www.postgresql.org/docs/current/static/sql-createeventtrigger.html https://www.postgresql.org/docs/current/static/event-trigger-table-rewrite-example.html https://www.postgresql.org/docs/current/static/event-trigger-matrix.html https://www.postgresql.org/docs/current/static/event-trigger-definition.html https://www.postgresql.org/docs/current/static/functions-event-triggers.html http://paquier.xyz/postgresql-2/postgres-9-3-feature-highlight-event-triggers/

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.