6

A convenção para constantes em Java diz que uma constante deve ser declaradas apenas com letras maiúsculas e as palavras devem ser separadas por underscore (_).

A declaração de uma constante é feita pela sequência das palavras-chave static e final. Ex: public static final String NOME_COMPLETO = "José da Silva";


A classe File possui suas constantes declaradas em camelCase. Ou seja, não segue a convenção. Várias outras classes da própria Oracle seguem a convenção.

Por que essa é diferente? Tem alguma outra convenção que "sobrescreve" essa? Ou a convenção foi ignorada?

inserir a descrição da imagem aqui

  • 1
    Agora vi, talvez se deve pelo fato dessas variáveis não ter um valor já definido antes da classe ser iniciada. Olhe o que a definição das 3 variáveis diz: The system-dependent[...], ou seja, o valor só é definido ao se usar a classe, para o compilador identificar qual é o seu SO. – user28595 10/07/17 às 12:54
  • @diegofm Boa! Então existe uma outra convenção para esse caso? – igventurelli 10/07/17 às 12:56
  • 1
    Muito provavelmente. As 3 variáveis não fazem parte dos campos constantes com valores predefinidos. – user28595 10/07/17 às 13:01
  • @diegofm Legal. Isso aparenta ser a resposta. Se tiver certeza, poderia responder, por favor? – igventurelli 10/07/17 às 13:04
  • 1
    Eu já li em algum lugar que há muita inconsistência mesmo por acidente. Não sei se é tanto o caso. – Maniero 10/07/17 às 13:29
7

Na verdade estas variáveis não são constantes, são variáveis com uma referência final, obtida provavelmente quando esta classe é utilizada, uma vez que o separador é definido conforme o sistema operacional em execução.

Isso fica mais óbvio olhando no código-fonte da classe, como estas variáveis são declaradas:

public static final char pathSeparatorChar = fs.getPathSeparator();

public static final String pathSeparator = "" + pathSeparatorChar;

public static final String separator = "" + separatorChar;

public static final char separatorChar = fs.getSeparator();

Perceba que separatorChar e pathSeparatorChar tem seus valores definidos por referência recuperados do FileSystem, que é a classe que armazena informações sobre o sistema de arquivos local do sistema onde o compilador está em execução.

Logo, essas variáveis acabaram seguindo o padrão de convenção de variáveis camelCase, por não se tratarem de constantes.

Como pode ser visto neste link da documentação, há uma lista contendo todas as constantes da API do java, e pode-se observar que todas seguem o padrão de nomenclatura para constantes, e as variáveis da classe File não se encontram nesta lista.

Referências:

  • Vê algum motivo para não serem métodos ao invés de variáveis? – igventurelli 10/07/17 às 13:33
  • @IgorVenturelli acredito que seja para facilitar o uso, apesar que isso pode ter sido uma questão de gosto dos desenvolvedores do java. Sem contar que ao ver algo como path = "path" + File.separator + "file;" me parece bem mais agradável de se ler do que path = "path" + File.getSeparator() + "file;" – user28595 10/07/17 às 13:37
  • 1
    @IgorVenturelli Aparentemente esse método já existe como abstrato na classe FileSystem, talvez podem ter evitado criar na classe File pra evitar redundâncias, já que as duas estão relacionadas entre si. – user28595 10/07/17 às 13:49
  • 1
    @IgorVenturelli motivo para ser campo final no lugar de método: são valores costumeiramente consumidos, então o acesso direto ao campo é mais performático. Como é muito usado, essa pouca diferença pode ser crucial – Jefferson Quesado 11/07/17 às 14:40
  • 1
    @IgorVenturelli , pode não ter sido essa a intenção original, mas performance é uma desculpa boa ;-) – Jefferson Quesado 11/07/17 às 14:43

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.