0

Desenvolvendo uma aplicação simples, algumas ferramentas de análise de código me deram o seguinte aviso :

Consider possible security implications associated with call module.

Para esse determinado trecho de código : from subprocess import call, e mais abaixo também nesse trecho call ( '...', shell = True ), tentei com shell = false e não funcionou, a chamada deste método no programa é realizada com argumento do tipo string e não lista, porém nesse caso testei com uma lista de argumentos também.

Pelo que sei sobre importação, escopo dos símbolos e desempenho essa seria a melhor forma de importar já que vou estar usando somente está função, estou certo ?

Lendo esse trecho da documentação :

If passing a single string, either shell must be True (see below) or else the string must simply name the program to be executed without specifying any arguments.

Percebi que mesmo a utilização estando insegura, a implementação está correta, porém lendo um pouco mais só me gerou mais dúvidas, ' Se o shell for True, o comando especificado será executado através do shell ', e se ele não for igual a true ... onde vai ser executado ?

Ps : ' Se args for uma string, a interpretação é dependente da plataforma e descrita abaixo. ' ( Isso é sobre o Popen, o mesmo vale para call ? )

Existe alguma forma de deixar a utilização do método call com argumento do tipo string segura ? ( Ou vou ter de usar Popen que acredito ser basicamente a mesma coisa só que com mais argumentos - estou perguntando em parte por curiosidade )

  • 1
    Já tentou o plumbum? veja se faz sentido nessa resposta. – Sidon 8/07/17 às 17:06
  • Opá, vou testar aqui, não conhecia ele - vlw pela dica. – Walter 8/07/17 às 19:57

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.