0

Procurei um script que fizesse realizar uma função apenas uma vez e achei a função abaixo

var something = (function() {
    var executed = false;
    return function () {
        if (!executed) {
            executed = true;
            alert("olá");
        }
    };
})();
<a href="#" onclick="something()">Executar</a>

Pois bem, funciona perfeitamente!

Porém não entendi o porque de tanto código visto que resumi ela dessa forma e também funciona perfeitamente

    var executada = false;
    function chama() {
        if (!executada) {
            executada = true;
            alert("olá");
        }
    };
<a href="#" onclick="chama()">Executar</a>

Alguma razão especifica no primeiro código?

1
  • Tem alguém me perseguindo dando downvoto em tudo que é de minha autoria!! lamentável isso. Que há de errado na minha pergunta? Esse tipo de conduta não adiciona nada de útil ao proposito do site.
    – user60252
    6/07/17 às 12:04
9

A razão dessas IIFE, em particular no teu exemplo, é criar um bloco de escopo próprio, para ter variáveis "internas".

Repara que a variável executada no segundo exemplo fica global, podendo ser mudada sem querer noutras partes do código. Enquanto que no primeiro exemplo ela é local e não pode ser modificada de fora dessa IIFE.

Nesse primeiro exemplo executed fica como um tipo de memória da função criada em baixo com return function () {, e como não pode ser modificada de fora da IIFE isso é muito útil.

Para além do caso que referes no exemplo, podes ler mais exemplos aqui (nesta resposta).

4
  • 1
    Nem vou esperar por outra resposta para decidir qual aceitar uma vez que a resposta foi dada pelo Rei do JavaScript :)
    – user60252
    6/07/17 às 11:05
  • @LeoCaracciolo :) Numa proxima vez podes sempre esperar por outra, há por aqui gente que explica melhor que eu. Mas fico contente de a resposta ter respondido á tua dúvida.
    – Sergio
    6/07/17 às 11:07
  • Posso dizer que no primeiro executed está no escopo lexical e no segundo escopo global?
    – Marconi
    6/07/17 às 11:45
  • 1
    @Marconi Sim, podes. "Lexical scoping" é uma característica da linguagem, neste caso seria "escopo global" e "escopo léxico da função".
    – Sergio
    6/07/17 às 11:49

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies