9
$objeto->{'getEndereco' . ucfirst($tipo)}()->getCep();
  • Parece que você quer fazer isso: $objeto->getEnderecoComercial()->getCep(); – Marcondes 4/07/17 às 13:05
  • exato, mas qual a definição? e é uma boa pratica? – ALE_ROM 4/07/17 às 13:57
9

Documentação oficial

Serve basicamente para definir o início e o final do nome do método que deve ser invocado. Como o nome varia conforme o valor de $tipo, fazer apenas:

$objeto->'getEndereco' . ucfirst($tipo)()->getCep();

Irá gerar um erro de sintaxe, pois o PHP não saberá o que fazer com uma constante após o operador ->.

Syntax error, unexpected ''getEndereco'' (T_CONSTANT_ENCAPSED_STRING), expecting identifier (T_STRING) or variable (T_VARIABLE) or '{' or '$'

Veja que o próprio erro diz que seria esperado uma T_STRING, que neste caso será apenas getEndereco, sem aspas, ou uma variável ou o caractere {. Ou seja, os caracteres {} indicam ao PHP para interpretar o valor interno como o nome do método e não como uma constante qualquer.

Executar o código apresentado:

$objeto->{'getEndereco' . ucfirst($tipo)}()->getCep();

É análogo a fazer:

$endereco = call_user_func([$objeto, 'getEndereco' . ucfirst($tipo)]);
$endereco->getCep();

Porém, em certas situações fica mais prático apenas encadear as chamadas utilizando {}. É possível, ainda, encadear essa notação. Por exemplo:

$foo = "Hello";
$bar = "foo";

echo "${${'bar'}} world"; // Hello world

Pois {'bar'} é interpretado como bar, então ${'bar'} é tratado como a variável $bar, cujo valor é "foo". Logo, {${'bar'}} será interpretado como foo e ${${'bar'}} será tratado como a variável $foo, exibindo seu conteúdo, "Hello".


Em versões PHP 7+ é possível, também, utilizar {} junto com use para importar múltiplas classes de um mesmo namespace:

use Meu\Namespace\{ClasseA, ClasseB, ClasseC};

Em versões anteriores seria necessário fazer:

use Meu\Namespace\ClasseA;
use Meu\Namespace\ClasseB;
use Meu\Namespace\ClasseC;
  • Não conheço reflection do java, vou dar uma pesquisada, vlw. – ALE_ROM 4/07/17 às 14:01
  • @ALE_ROM, para mais fonte sobre reflection em Java: stackoverflow.com/a/37632/4438007; mas como eu e o AndersonCarlosWoss conversamos no chat, é muito forçada a comparação, até removi meu comentário que comparava – Jefferson Quesado 4/07/17 às 14:18
4

Isto serve para accesar o objeto de forma dinâmica. Vamos supor que o $tipo tenha o seguinte conteúdo:

$tipo = 'Residencial';

// Forma correta dinâmica
$objeto->{'getEndereco' . ucfirst($tipo)}()->getCep();

// Forma correta direta
$objeto->getEnderecoResidencial()->getCep();

// Todas as duas opções acima irão acessar a função do objeto e obter o getCep:
$objeto->getEnderecoResidencial()->getCep;

// Formas INcorretas
$objeto->'getEndereco' . ucfirst($tipo)()->getCep();
$objeto['getEndereco' . ucfirst($tipo)]()->getCep();
$objeto['getEnderecoResidencial']()->getCep();
4

Em PHPN formas de se escrever uma string, uma delas é a chamada Sintaxe complexa.

O nome não é realmente devido a complexidade da sintaxe, mas sim devido à expressões complexas que podem ser escritas desta maneira.

Conforme a própria documentação:

Qualquer variável escalar, elemento de um array ou propriedade de um objeto com uma representação de uma string pode ser incluída com essa sintaxe. Simplesmente escreva a expressão da mesma forma como apareceria fora da string e então coloque-o entre { e }. Já que que { não pode escapado, esta sintaxe será somente reconhecida quando o $ seguir, imediatamente, o {. Use {\$ para obter um literal {$.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.