1

Qual a diferença entre eles? Peguei um exercício de "Relacionamento de Agregação" que tinha os 2, e não entendi o uso do . ao inves do ->

No caso, qual a diferença, por exemplo, disso:

$varTeste.abrirFuncao(); 

e disso:

$varTeste->abrirFuncao();


function lutar($l1, $l2){
        if($l1.getCategoria() == $l2.getCategoria()
                && ($l1 != $l2)){
                $this->aprovada = true;
                $this->desafiado = $l1;
                $this->desafiante = $l2;
        } else {

        }
    }

Fonte do exercício: https://youtu.be/lOOYBUQSRWU?t=8m1s

  • 1
    Não sabia que o . no PHP servia para chamar uma função, aqui da erro. Acho q ele não tem esta finalidade. – gato 3/07/17 às 20:24
  • 2
    Ele executa o código por volta dos 15 minutos e aparece o erro. – Anderson Carlos Woss 3/07/17 às 20:32
  • 3
    Rapaz, melhor assistir aula com outro professor :) – Leo Caracciolo 3/07/17 às 20:45
  • 1
    Não acho não Leo, eu aposto que o Guanabara é um dos melhores professores pra se aprender a programar no Brasil, por conta de sua didática. – Lucas de Carvalho 3/07/17 às 20:51
  • 1
    @LucasCarvalho Pode ter certeza que não. É uma das pessoas que mais ensina coisas erradas. Ensina tudo torto, o LeoCaracciolo tem completa razão. – LINQ 3/07/17 às 21:04
4

Foi erro de digitação. Rode mais o vídeo e verá que quando ele roda o programa, aparece o erro.

https://youtu.be/lOOYBUQSRWU?t=15m26s

Para acessar um método no PHP é unicamente através do operador ->, ou através do :: para métodos estáticos. O operador . efetua a concatenação, então executar o código:

$l1.getCategoria() == $l2.getCategoria()

O PHP tentará concatenar a variável $l1 com o retorno da função getCategoria() e tentar concatenar a variável $l2 também com o retorno da função getCategoria(), verificando se os valores finais são iguais.

Tome muito cuidado que isso pode gerar um falso positivo. Por exemplo, vamos considerar dois objetos da classe Foo:

$l1 = new Foo("lutador 1");
$l2 = new Foo("lutador 2");

var_dump($l1.getCategoria() == $l2.getCategoria());

Vamos supor que a função getCategoria esteja definida no programa:

function getCategoria() {
    return "categoria";
}

Se a classe Foo possuir, por exemplo, o método __toString:

class Foo {

    public function __construct($name) {
        $this->name = $name;
    }

    public function __toString() {
        return "classe Foo";
    }

}

Ao executar o código:

var_dump($l1.getCategoria() == $l2.getCategoria());

A saída será bool(true), pois a comparação será "classe Foocategoria" == "classe Foocategoria". Ou seja, ao invés de dar um erro, sua condição retornou verdadeira em um if. Isso pode gerar resultados inesperados na aplicação e será bem difícil de encontrar a fonte do erro, pois sendo uma sintaxe válida, qualquer interpretador aceitará o código e não te mostrará nem um aviso.

Veja funcionando no Ideone.

Imagina se você faz a condição abaixo:

if ($l1.getCategoria() == $l2.getCategoria()) {
    mysqli_query($conn, "DROP DATABASE sopt");
}

O estrago que daria por causa de um operador errado...

4

O ponto (.) no PHP é usado para realizar concateção de strings como no exemplo abaixo:

$nome = 'Meu nome';
$sobreNome = 'Meu sobrenome';
echo $nome.$sobreNome
// Saida: Meu NomeMeu sobrenome
// Note que não existem espaços entre os nome pois não são usados espaços nas strings.

A seta (->) é utilizado para chamar funções de classes, enquanto outras linguagens utilizam o ponto para chamar função o PHP utiliza essas "setinhas", veja o exemplo:

// Java, Ruby, Javascript e etc...
classe.funcao();

// PHP
classe->funcao();
  • Não foi o caso, foi erro de digitação do professor, mas obrigado pela informação! – Lucas de Carvalho 3/07/17 às 20:40

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.