14
  • Qual a diferença entre usar os tipos de dados varchar e nvarchar?
  • nvarchar existe em todo banco de dados SQL?
  • Existe alguma diferença significante de performance entre ambos?
  • Existe um critério para utilizá-los?

E vi que também existe o mesmo com char e nchar. O mesmo se aplica a eles?

15

Tem a ver com a codificação de caracteres. O NVARCHAR é um tipo multibyte para armazenar textos Unicode.

Até onde eu sei só existe no SQL Server, ele não faz parte do padrão. A pergunta tem a tag de MySQL, mas ele não aceita este tipo.

Há diferença intrínseca de performance já que a codificação usada pelo NVARCHAR tem várias desvantagens.

Eu adoto VARCHAR até que precise do NVARCHAR. Na maioria dos meus problemas eles são suficientes. O uso de Latin1 me serve muito bem e ganho espaço e performance. Há quem adote NVARCHAR por padrão, ou "por via das dúvidas", não gosto deste tipo de atitude.

O mesmo se aplica ao tipo de caracteres, a diferença é que nesses terão tamanho de caracteres fixos, enquanto que os outros são os tipos com tamanhos variáveis. Não confundir com o tamanho em bytes que no NCHAR pode variar.

O NVARCHAR pode ter uma quantidade de bytes diferentes da quantidade de caracteres, e depende da codificação e collate usadas, pode ser o dobro do tamanho, pode depender do conteúdo, a variação depende da codificação. Em VARCHAR a quantidade bytes é o mesmo da quantidade de caracteres, mais o overhead de controle (atualmente 24 bytes), claro. Por isso pode armazenar menos caracteres.

  • Sugiro que essa resposta seja atualizada e/ou corrigida. A resposta em inglês (stackoverflow.com/questions/144283/…) a essa mesma pergunta trouxe outros pontos importantes que precisam ser levados em consideração, independentemente de ser MySQL ou SQL Server: 1) Os sistemas operacionais hoje já trabalham com Unicode, então, se uso varchar, tenho um overhead para "converter" para unicode tanto ao ler quanto ao salvar; 2) Espaço em disco é menos custoso do que problemas de codepage/caracteres; 3) etc (veja a resposta, é bem interessante). – sdlins 19/04 às 20:15
  • 1
    Não vi nada de errado ou desatualizado nesta resposta por isso não sei o que eu poderia mudar. Algumas dessas proposições são só opiniões, por isso fico com a minhas, mas respeitos as diferentes, e resposta apontada no SOen é simplista e equivocada, apesar de todos os votos, e principalmente não considera o meu contexto que pra mim é mais importante. Para outros contextos as pessoas devam analisar o que melhor se encaixa para ela, usar uma solução padrão para todo mundo é um erro. – Maniero 28/04 às 23:58
6

O datatype varchar considera caracteres não-UNICODE, o nvarchar, ao contrário, trabalha com caracteres UNICODE.

O que você tem que levar em consideração é a quantidade armazenada por cada tipo de dado.

O VARCHAR irá armazenar a quantidade informada, acrescida de 2bytes. Por exemplo, um campo VARCHAR(10) irá armazenar, no máximo, 10bytes + 2bytes. Estes dois bytes a mais são justamente por conta de ser um tipo de dado de tamanho variável.

Já o NVARCHAR irá ocupar o dobro do espaço mais os 2bytes de controle. Então, no mesmo exemplo, um campo NVARCHAR(10) irá ocupar 20bytes + 2bytes.

Isso fará muita diferença para o seu armazenamento e deve ser levado em consideração.

Fonte


A grosso modo, no mundo CHAR e VARCHAR, cada carácter ocupa 1 byte. Um byte é um conjunto de 8bits e considerando todas as posições desses bits (ligado e desligado) podemos ter 256 combinações (2^8). Isso quer dizer que um byte é capaz de representar 256 combinações diferentes. Para o alfabeto americano isso é mais que suficiente, para o alfabeto latino isso também é mais que suficiente.

O problema começa quando consideramos alfabetos árabes, asiáticos, gregos, etc. Nesse caso, se formos considerar todas as letras e caracteres possíveis iremos extrapolar todas as 256 combinações que 1 byte pode representar. Para essa situações surgiu o NVARCHAR e o NCHAR. Para esses tipos de dados cada caractér ocupa 2bytes. Se um byte pode expressar 256 combinações (2^8), dois bytes podem armazenar 65536 combinações (2^16). Com essa quantidade de combinações, é possível representar qualquer caractér existente só que o custo de armazenamento fica maior.

Se você utilizar os tipos CHAR e VARCHAR e tentar armazenar determinados caracteres, o universo de caracteres disponíveis ficará restrito a collation que você escolheu. Se você tentar armazenar outro carácter que não esteja contemplado por essa collation, esse carácter será convertido para algum aproximado. Se você escolher NCHAR e NVARCHAR, então essa limitação não ocorre.

Fonte

  • Agora melhorou, eu não sou fã de copiar conteúdo, a não ser parcial e de lugares que explicitamente dizem que estão licenciados publicamente, em geral onde não tem escrito que pode copiar o ideal é não copiar, neste caso também não diz nada claramente sobre não poder copiar. De quaquer forma fazer o próprio texto sempre é melhor que copiar de outras pessoas pessoas. – Maniero 21/06/17 às 16:15
  • 1
    É verdade e concordo com você mas a intenção é, dentro do permitido, enriquecer o conhecimento da comunidade. – Leo Caracciolo 21/06/17 às 16:38

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.