6

Alguém sabe me dizer se é possível utilizar o HttpStream com os métodos PUT e/ou DELETE?

HttpStream.Options options = new HttpStream.Options();
options.setCharsetEncoding(HttpStream.Options.CHARSET_UTF8);
options.httpType = HttpStream.GET;
options.setContentType("application/json");

HttpStream httpStream = new HttpStream(new URI(VarGlobais.url), options);

no HttpStream.Option só é aceito GET e POST. Como faço para contornar isso?

Sei que o HttpConn possui essas opções de PUT e DELETE, porém ao utilizar o HttpConn no WinCE dá erro dizendo que não é encontrado a Classe HttpConn, por isso hoje estou usando o HttpStream.

  • A linguagem é Java ? – Virgilio Novic 16/06/17 às 21:38
  • 1
    Sim, é Java utilizando a plataforma TotalCross – Deivison Cardoso 19/06/17 às 11:39
3

Do Javadoc (grifo meu):

The default type is GET.
You can also define a custom type, like if you want to use restful services. In this case, the header will be set to what you store in the httpType String. Note that, to use another http method, append a space.

Exemplo com o método PUT:

HttpStream.Options options = new HttpStream.Options();
options.httpType = "PUT ";

Exemplo com um CUSTOMMETHOD qualquer:

HttpStream.Options options = new HttpStream.Options();
options.httpType = "CUSTOMMETHOD ";

Note os espaços entre o final do nome do método e o final da string.

Se você tem um método que não está descrito no HttpStream e quer indicar que envia dados, você precisa indicar isso no Options:

HttpStream.Options options = new HttpStream.Options();
options.httpType = "PUT ";
options.setSendData(true);

Sobre o HttpConn

A classe HttpConn é um envólucro/wrapper sobre o HttpStream. Ele não fornece nenhuma funcionalidade a mais do que usar o HttpStream puro. Torna a vida muito mais fácil sim, mas é possível obter os mesmos resultados usando o HttpStream.

Classe HttpConn não encontrada?

Essa classe pertence a uma biblioteca. Para importar as bibliotecas no projeto, você precisa exportá-las como .tcz e colocar no all.pkg o nome do arquivo gerado.


UPDATE

Gerenciamento automático de dependências

A partir do TotalCross 4, demos suporte à geração automático dos .tczs intermediários e gerência deles no all.pkg. Inclusive isso foi citado como um dos destaques de lançamento da versão.

Em tradução livre:

  • Deseja adicionar suas dependências automaticamente? Dê uma olhado no tc-compiler-help
    • O arquivo all.pkg é dinamicamente atualizado com suas dependências, retornando ao seu estado inicial ao fim da execção
  • Veja exemplos de build:
    • Build para múltiplas platformas aqui
    • Deve compilar com as dependências magical-utils, tc-utilities e tc-components aqui

Para habilitar o uso do tc-compiler-help, o primeiro passo é adicionar a dependência ao projeto:

<dependency>
    <groupId>com.totalcross.utils</groupId>
    <artifactId>tc-compiler-help</artifactId>
    <version>1.1.0</version>
</dependency>

Para baixar corretamente essa dependência, é necessário usar o repositório Maven do TotalCross OU baixar o projeto tc-compiler-help na sua máquina

Para usar de fato o assistente de compilação, você deve começar criando um objeto do tipo CompilationBuilder.

O CompilationBuilder atende (quase) às mesmas demandas que o tc.Deploy atende. Na verdade, CompilationBuilder vai fazer chamadas ao tc.Deploy de modo seguro/em sandbox. Você pode setar sua chave, setar qual é a classe principal, parâmetros de build alheios, definir plataformas, modificar as variáveis de ambiente antes da execução do tc.Deploy livremente.

Os únicos casos em que o tc.Deploy apresenta funcionalidades que o CompilationBuilder não atende é para criar o tcz ou o executável a partir de um .class ou um .zip; mas isso não foi defeito, foi escolha de design, de modo que só permitimos assim criar tczs e executáveis a partir de .jar.

Quase todos os métodos de configuração do CompilationBuilder retornam o próprio objeto. Isso permite fazer encadeamento de chamadas de métodos.

Além das configurações tradicionais de um build no TotalCross, você pode definir quais dependências que ele encontrar precisam ser compiladas para gerar o executável. Para fazer isso, basta chamar setMustCompile com uma função que vai julgar, baseado no caminho da dependência, se ela deve entrar no executável ou não.

Internamente, o CompilationBuilder passa todos os elementos do classpath para ser julgado pela função.

Para rodar esse CompilationBuilder em seu projeto:

  1. crie uma classe com um método public static void main; nesse método, você deve configurar oCompilationBuilderdireta ou indiretamente; vamos chamar essa classe decom.hello.world.ClasseCompilacao`;
  2. rode mvn clean package exec:java -Dexec:mainClass="com.hello.world.ClasseCompilacao"
  • 1
    Jefferson, funcionou... Eu havia tentado colocando a String, mas não tinha concatenado com o espaço no fim. E sim, olhei no javadoc.. mas pelo menos aqui não tem essa parte dizendo para concatenar o espaço. Poderia confirmar se é esse link mesmo ou se estou olhando em algum javadoc desatualizado? (rs.totalcross.com/doc/totalcross/net/…) – Deivison Cardoso 21/06/17 às 11:34
  • @DeivisonCardoso Realmente, está bem desatualizado esse Javadoc. Vou procurar atualizar para a última versão lançada – Jefferson Quesado 21/06/17 às 12:02

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.