3

Vamos supor que eu tivesse o seguinte método:

this.loadCustomers = function(){
    Request.get("php/loadCustomersAction.php", (function(error, data){
        if(!error)
            this.setCustomers(data);
    }).bind(this));
};

onde "Request.get" é um método que realiza chamadas assíncronas.

É possível imaginar que o "this" em

this.setCustomers()

possa manter o mesmo escopo de

this.loadCustomers()

sem a ajuda do bind ao estabelecer o callback e sem tornar a função síncrona? Se sim, como poderia ser feito?

3

Há maneiras de dar a volta a isso sem usar o .bind, mas lembra-te que pode ser o caso de o .bind ser o mais util/simples mesmo.

Alternativas:

  • Usando alias var self = this

ie: guardando uma referência do this

this.loadCustomers = function(){
    var self = this;
    Request.get("php/loadCustomersAction.php", function(error, data){
        if(!error) self.setCustomers(data);
    });
};
  • Usando () => {}

ie: arrow functions

this.loadCustomers = function(){
    Request.get("php/loadCustomersAction.php", (error, data) => {
        if(!error) this.setCustomers(data);
    });
};

Pode haver mais alternativas, mas depende de como Req.get é implementado. Pode valer a pena testar chamar esse Req.get forçando o contexto:

this.loadCustomers = function(){
    Request.get.call(this, "php/loadCustomersAction.php", function (error, data){
        if(!error) this.setCustomers(data);
    });
};

que com alguma sorte permite, se a implementação permitir, passar o contexto para a callback.

  • 1
    Acabei optando pelo uso do bind, mesmo. Me pareceu a forma menos arriscada de trabalhar. Obrigado! – Brunno Vianna 19/06/17 às 11:49

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.