10

Qual é a função do toString() no Java? Por que fazemos System.out.println(compObjeto) e no main() (supondo que há um objeto para a classe comp chamado compObjeto), ele faz print do toString()?

public class comp {

    private String nome;
    private Data aniversario;

    public comp (String n, Data a){
        nome=n;
        aniversario=a;

    }

    public String toString(){

        return String.format("O teu nome é %s , e a fazes anos no dia %s", nome, aniversario);
    }

}
11

Como o nome diz, o que ele faz é resultar em um texto que expresse o que é este objeto, por isso todo objeto possui este método.

Há alguma controvérsia sobre o uso conceitual certo.

O meu entendimento e de muitas pessoas muito mais experientes e com formação (no sentido amplo, não de estudo certificado apenas) muito melhor que eu, entende que isto é uma função de depuração ou no máximo pra conversão de dados para serialização ou alguma atividade bem específica que tem mais a ver com o mecanismo do que com a regra de negócio.

Há quem discorde disto, e em Java parece haver a cultura de ser mais que isto, o que demonstra uma cultura esquisita porque é uma linguagem que tenta fazer o que é mais correto, mesmo que nem sempre seja prático, e isto, mecanismos de exceções e outras coisas na linguagem, procuram o mais prático mesmo que conceitualmente esteja errado.

Há ainda quem ache que pode fazer qualquer coisa nele, pode até mesmo escrever no console ou em uma tela GUI. Isso eu acho que todo mundo, que entende alguma coisa sobre desenvolvimento de software, concorda que é abuso, pelo menos conceitualmente. E tudo que está errado conceitualmente em código real, complexo, um dia explode na sua cara. O código do AP está certo nesse ponto.

Mas pelo conceito anterior ele está errado porque ele está definindo regra de negócio, ele está resultando em algo pra ser usado na aplicação, provavelmente com interação com o usuário, que não é o objetivo do toString().

Este método deveria apenas retornar a identidade simples do objeto. Alguma coisa que indique que objeto é esse, qual o seu conteúdo importante de forma mais básica possível.

Se quer uma mensagem formatada, crie um método para retornar isso. Se quer usar algo padronizado, até pode usar um toString(alguma coisa) (assim com uma assinatura diferente do que está em todo objeto) que já é algo que não é usado para atender as necessidades do mecanismo. Mas pode ser outro método também. Java não tem uma padronização para isto. Java foi criando em uma época que muita coisa ainda não era percebida como errada.

Claro que no exemplo usado não é algo tão crítico porque faz um pouco o que precisa, mas tem muito penduricalho.

Vamos pegar a documentação fornecida pelo Math na resposta dele em outra pergunta:

Returns a string representation of the object. In general, the toString method returns a string that "textually represents" this object. The result should be a concise but informative representation that is easy for a person to read. It is recommended that all subclasses override this method.

Esta forma é representativa do objeto? É conciso? Eu acho que não, até respondi lá. O Java até incentiva o certo, mas muita gente não interpreta desta forma na documentação. Portanto eu discordo muito da resposta do Math lá.

Tem mais:

The toString method for class Object returns a string consisting of the name of the class of which the object is an instance, the at-sign character `@', and the unsigned hexadecimal representation of the hash code of the object. In other words, this method returns a string equal to the value of:

Aí diz que deve usar o nome da classe. Claro que dar algum valor de identidade é mais útil que só o nome, terá vantagens. A implementação padrão deste método na maioria doas classes é assim, retorna o nome da classe e não a identidade do objeto (entenda a diferença). É pra fins de depuração mesmo. Até uma reflexão (bem) de pobre.

Pensa, se um dia precisar retornar um texto diferente, o que fará? Trocar esse texto? E se a aplicação depende daquele texto específico para fazer algo? Afinal o método é de mecanismo, ele pode ser usado para qualquer coisa que envolva a representação e ela deve ser estável, o resultado faz parte do contrato da API. E se precisar mudar mesmo, teria que criar um outro método, viraria uma bagunça porque está misturando funções.

Se enfeitar o texto do toString() fosse o certo o Integer deveria ser assim:

public String toString() {
     return String.format("O valor do objeto é %s", String.valueOf(value);
 }

É isto que está fazendo na classe da pergunta. Isto é muito errado.

Eu prefiro assim:

public class comp {
    private String nome;
    private Data aniversario;
    public comp (String n, Data a) {
        nome = n;
        aniversario = a;
    }
    public String toString() {
        return String.format("%s - %s", nome, aniversario);
    }
    public String getTextual() {
        return String.format("O teu nome é %s , e a fazes anos no dia %s", nome, aniversario);
    }
}

Talvez até poderia ser: String.format(nome);, eu acho que o aniversário exagerado aí, não faz parte da identidade. O método secundário foi só um exemplo simples, em aplicação real eu nem sei se faria isto, nem sei se teria algo assim no objeto, eu acho que pode ser uma regra de negócio plugável, mas isso já é outro assunto.

  • Qual é o objeto no meu exemplo ? é o construtor ? – Pedro Gouveia 14/06/17 às 12:35
  • @PedroGouveia não, nesse código não existe objeto ainda, só existe a classe. pt.stackoverflow.com/q/100812/101. Construtor é outra coisa pt.stackoverflow.com/q/73530/101. Nesta classe você só tem um construtor e o toString() definido. Pelo que está na pergunta em System.out.println(compObjeto), a variável compObjeto guarda o objeto que só existirá em tempo de execução. – Maniero 14/06/17 às 12:38
  • muito obrigado por todo o trabalho! Ja agora qual é a vantagem do to string ser return String.format("%s - %s", nome, aniversario); , e não ser logo return String.format("O teu nome é %s , e a fazes anos no dia %s", nome, aniversario);? – Pedro Gouveia 14/06/17 às 13:03
  • o toString é so um standard caso haja algum problema ou assim ? – Pedro Gouveia 14/06/17 às 13:07
  • @PedroGouveia melhorei a resposta, é uma questão de conceito e uso adequado do mecanismo. Ele não foi feito para passar mensagens para o usuário, qdo usa o conceito errado pode até funcionar, mas um dia paga um preço por isso. Este método é padrão para uso interno da plicação. É para pegar uma informação sem firulas, pra tratar brutalmente. Tem gente até que acha que não deveria fazer parte da hierarquia de tipos e ser um detalhe de implementação, mais uma convenção de chamada. Mas aí o assunto já fica mais profundo que sua pergunta fala. – Maniero 14/06/17 às 13:09
6

toString

public String toString()

Retorna uma representação textual do Objeto. O resultado deve ser uma representação concisa mas informativa que é fácil para uma pessoa ler. Recomenda-se que todas as subclasses substituam este método. O método toString para a classe Object retorna uma seqüência de caracteres consistindo no nome da classe da qual o objeto é uma instância @, e a representação hexadecimal não assinada do código hash do objeto(Exemplo). Em outras palavras, esse método retorna uma seqüência de caracteres igual ao valor de:

 getClass().getName() + '@' + Integer.toHexString(hashCode())

Nessa resposta do SO-EN, tem uma serie de exemplos que podem esclarecer melhor as suas dúvidas.

  • Qual é o objeto no meu exemplo ? é o construtor ? – Pedro Gouveia 14/06/17 às 12:35
  • @PedroGouveia editei a pergunta com uma pergunta do SO-EN. Lá tem uma serie de respostas que podem ajudar a entender melhor como funciona o ToString – Marconi 14/06/17 às 12:45
5

To método toString() serve para gerar um identidade textual que corresponda ao objeto alvo.

Toda vez que o objeto alvo precisa ser convertido para um String, normalmente a fim de imprimi-la no console ou num arquivo de log, o método toString() é chamado.

Todo objeto Java já possui um implementação default do toString(). Quem é responsável por esta implementação é a classe Object, a qual todas as classe estendem por padrão. Na implementação default, quando faz-se um print do objeto é impresso o FullName da classe seguindo por "@" + o endereço de memória do objeto.

Por isso, que as vezes é necessário sobrescrever o método toString(), já que a impressão da implementação default não é muito amigável.

  • O construtor no exemplo que eu dei neste caso é o objeto ? – Pedro Gouveia 14/06/17 às 12:32

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.